quinta-feira, 18 abril, 24
HomeMercadoDescubra todos os passos para abrir sua empresa

Descubra todos os passos para abrir sua empresa

Com o impacto causado pela pandemia de Covid-19 a taxa de desemprego subiu, fazendo com que as pessoas procurassem soluções para geração de renda no empreendedorismo. A partir daí, começa uma busca por saber como abrir uma empresa!

O passo a passo de como abrir uma empresa pode ser confuso para quem quer começar o primeiro negócio próprio. Por isso, este artigo pretende responder a algumas dúvidas que são comuns entre os investidores iniciantes. 

Veja o que você precisa saber antes de executar a missão de como abrir uma empresa.

como abrir uma empresa
O Escritório Franco te ensina como abrir uma empresa agora! | Foto: Pixabay.

Depois de definir qual a área de atuação que você quer trabalhar, trace seu plano de negócios e estabeleça metas. Saiba tudo sobre o produto que vai oferecer e conheça bem seu público-alvo. Preste sempre atenção no que está em destaque na concorrência e busque ajuda especializada.

Uma das dúvidas mais recorrentes entre os empreendedores de primeira viagem, é sobre o que é necessário no processo de como abrir uma empresa. Isso vai depender, dentre outras coisas, de que tipo de empresa abrir.

Já de antemão é preciso saber que toda empresa precisa do acompanhamento de um contador registrado no Conselho Regional de Contabilidade (CRC). Portanto, a existência de um contador já nas primeiras ações pode ser de grande ajuda na abertura de uma empresa.

O Escritório Franco atende a vários tipos de empresas, desde indústrias, fintechs, startups, mei… E pode ajudar você a saber como abrir uma empresa simples e qual o melhor perfil empreendedor seu negócio se encaixa. 

Quais são as diferenças entre os tipos de empresas?

Para que se consiga sucesso em sua empresa é preciso definir de forma correta qual o tipo de empresa abrir. Para isso, existem três variáveis: Formato Jurídico, Regime Tributário e Porte da Empresa. 

Formato Jurídico

Dentro do Formato Jurídico há quatro divisões. Quando o empreendedor é o único dono, ou seja, quando não se tem sócios, os tipos mais comuns de empresas são: Empresário Individual, Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI) e SLU.

Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI)

No modelo EIRELI existe a separação entre o que são bens pessoais e o que são da empresa. Já no SLU, além da separação entre bens, este modelo não necessita de um capital social mínimo como na opção EIRELI. 

Empresário Individual

O Empresário Individual também não requer um capital social estipulado e pode render um faturamento anual maior. Como no modelo anterior, a Sociedade limitada não necessita de capital social mínimo e a grande diferença deste para os outros, é a exigência de pelo menos um sócio. 

Regime Tributário

O Regime Tributário é o momento em que você precisará definir o tipo de tributação para sua empresa. O modelo normalmente utilizado é do Simples Nacional, por unir os impostos em uma guia única chamada de DAS. 

Se sua empresa não se enquadrar neste modelo, a opção será a do Lucro Presumido. Ele reúne tributos sobre o Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e também a Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL). Converse com o Escritório Franco e tire suas dúvidas!

Porte da Empresa

Finalmente, o Porte da Empresa é o momento que definirá se sua empresa será enquadrada como Microempresa (ME) ou Empresa de Pequeno Porte (EPP). Para essa definição o que valerá será o faturamento. 

Para saber como abrir uma micro empresa seu faturamento precisará ser de até R$ 360 mil por ano. Mas se caso esse valor seja ultrapassado e mantendo-se inferior a R $4,8 milhões, o porte de sua empresa será EPP. 

MEI, ME OU EPP?

O Microempreendedor Individual regulariza os trabalhadores autônomos. A taxa para o MEI custa R $ 60,00 mensais. Garante a contribuição para o INSS e a não obrigatoriedade da emissão de notas fiscais. Limita o faturamento anual em R$ 81.000,00 e impede a existência de sócios. 

A ME ou Microempresa garante a possibilidade de sócios no negócio e estabelece um faturamento de até R$ 360 mil reais ao ano. Além disso, o ME pode se enquadrar no sistema do Simples Nacional. 

Há também a possibilidade da Empresa de Pequeno Porte (EPP) se o faturamento da sua empresa estiver entre R$ 360.000,00 e R$ 4,8 milhões de reais por ano.

Quais documentos tem que pagar para criar uma empresa?

Você precisará de documentos pessoais assim como de eventuais sócios.RG e CPF, comprovante de endereço, certidão de casamento (se houver) e recibo do último IRPF. Além de informações sobre o local sede de sua empresa, como cópia do último IPTU e comprovante de propriedade ou de aluguel. Há casos em que documentos específicos serão necessários dependendo da atividade da empresa. 

O custo para a abertura de uma empresa varia de caso para caso. No Rio de Janeiro, o processo de como abrir uma empresa pode chegar a R$ 1.200,00. Na capital de São Paulo, por outro lado, o valor gira em torno de R$300,00, no que se refere a taxas da Junta Comercial e Prefeitura. Importante dizer que, se contratar um escritório de contabilidade, pode ter que desembolsar mais cerca de R$1000,00.

Porém, há documentos que são exigência, como o DARE, DARF, Junta Comercial, Certificado Digital e honorários da contabilidade. Converse com a Escritório Franco e saiba mais.

Passo a passo de como abrir uma empresa

Depois de reunir estes documentos, é necessário ir ao Cartório ou à Junta Comercial e protocolar o pedido de registro de sua empresa. 

Alvará

Com o CNPJ da futura empresa em mãos, você precisará ir à prefeitura e solicitar o Alvará de funcionamento ou Cadastro Mobiliário. Neste processo, é necessário informar na própria prefeitura quais documentos são exigidos, pois isso varia de acordo com a localidade de cada empresa. 

Certificado Digital

É necessário para abrir uma empresa, o Certificado Digital (E-CNPJ) tipo A1, para possibilitar a emissão de notas fiscais. Este documento nada mais é do que uma identidade eletrônica da empresa e é utilizado para negociações pela internet. 

Taxa de Fiscalização de Estabelecimento

Por último, há a Taxa de Fiscalização de Estabelecimento (TFE) ou Taxa de Funcionamento. Com valores previstos em uma tabela, chamada de Tabela TFE, a taxa é paga anualmente para a prefeitura da localidade de sua empresa. 

Quais sites precisa ir pra conseguir abrir a empresa?

Nesse sentido, confira sites, porventura, necessários na abertura de uma empresa e veja qual é o seu caso:

  • Portal do Empreendedor (governo federal);
  • Cadastro no portal de serviços do governo (forneça CPF, título eleitoral, comprovante de residência);
  • Secretaria de Fazenda Municipal e/ou Estadual (verificar trâmites para autorizar emissão nota fiscal.
  • Sebrae (oferece uma plataforma grátis para emissão de notas fiscais eletrônicas);
  • Acessar a aba CNAE, no site do IBGE;
  • Receita Federal (sócios devem solicitar o certificado digital);
  • Secretaria de Fazenda Estadual (cadastro de contribuinte de ICMS).

Como abrir empresa simples

O processo de abertura de empresa online tem se tornado cada vez mais utilizado e no Escritório Franco você faz isso em três passos simples. Ter uma empresa especializada nesse tipo de serviço pode ser o diferencial ideal para seu negócio. 

Acesse o site e converse com o Escritório Franco. Já em contato com o escritório você precisará informar seus dados. Depois, o especialista do Escritório Franco recolherá sua assinatura e dará início ao processo de abertura de empresa. 

Após realizar o pagamento das taxas exigidas pelo governo sua empresa estará pronta para iniciar seu funcionamento!

_______________________
Por Maria Fernanda Ribeiro – Fala! UFG

ARTIGOS RECOMENDADOS