terça-feira, 23 abril, 24
HomeNotíciasCiro Gomes na Globo: Veja os destaques da entrevista

Ciro Gomes na Globo: Veja os destaques da entrevista

Na noite desta terça-feira (23), Ciro Gomes (PDT) foi entrevistado por Renata Vasconcellos e William Bonner, no Jornal Nacional, da Rede Globo. O telejornal está recebendo durante essa semana os candidatos com maiores intenções de voto. Na segunda-feira (22), o atual presidente e candidato a reeleição, Jair Bolsonaro (PL), também teve a oportunidade.

A entrevista dura 40 minutos, sendo conduzida pelas perguntas dos jornalistas. Ao fim, o candidato tem direito a 1 minuto para fazer suas considerações finais. Ainda serão entrevistados pelo Jornal Nacional os candidatos Lula (PT), na quinta-feira (25), e Simone Tebet (MDB), na sexta-feira (26).

A seguir, confira destaques da entrevista do candidato do PDT na Globo.

Ciro Gomes
Veja os destaques da entrevista de Ciro Gomes ao Jornal Nacional. | Foto: Montagem/ Reprodução

Os destaques da entrevista de Ciro Gomes ao Jornal Nacional

Durante a entrevista, os mais variados assuntos foram debatidos, como a polarização política do Brasil, questões ambientais, alianças, economia e muitos mais. Veja os destaques.

Polarização Política

A entrevista começou com uma pergunta de Renata Vasconcellos, que questionou candidato se sua postura diante a polarização política do Brasil não agravaria o cenário.

Eu estou tentando mostrar o povo brasileiro que essa polarização odienta, que eu não ajudei a construir, pelo contrário, eu estava lá em 2018, tentando advertir que as pessoas não podiam usar a promessa enganosa do Bolsonaro para repudiar a corrupção generalizada e o colapso econômico gravíssimo que foram produzidos pelo PT. Nós temos que ser duro, a corrupção é um flagelo no Brasil.

disse Ciro Gomes

Renda Mínima

William Bonner questionou o político sobre como seria colocado em prática seu plano de aumentar a renda mínima das famílias mais pobres do Brasil para R$: 1000.

O que eu estou propondo é uma perna de um novo modelo previdenciário. Então eu vou pegar o BPC, Benefício de Prestação Continuada, a aposentadoria rural de muitos brasileiros que não contribuíram no passado, o seguro desemprego e pegar todos os programas de transferência, especialmente o novo Bolsa Família, que é o Auxílio Brasil, transformar em um direito previdenciário constitucional, ou seja, ninguém mais vai depender de político A, político B.

explicou o candidato

Segundo Gomes, a consolidação desse projeto daria R$: 290 bilhões de reais. Ao ser questionado pelo apresentador se essa conta fecharia, ele responde:

Fecha porque eu vou agregar para fechar os R$ 297 bilhões dos recursos que já existem, eu vou agregar um tributo sobre grandes fortunas apenas aos patrimônios superiores a R$ 20 milhões de reais. Só 58 mil brasileiros têm um patrimônio superior a R$ 20 milhões.

afirmou

Ciro Gomes fala sobre uso de Plebiscitos

Renata Vasconcellos questiona sobre as vezes que o candidato do PDT se mostrou a favor do uso de plebiscito e pergunta sobre como ele usaria o recurso sem evitar que ponha em xeque a democracia representativa.

Qual é a questão aqui?! É um modelo, é uma tentativa de se libertar o Brasil de uma crise que corrompeu organicamente a presidência da república, transformou em uma espécie de esconderijo do pacto de corrupção e fisiologia do Brasil. Qual é a minha ideia? Primeiro, fazer com que a eleição seja um plebiscito programático, isso faz uma diferença importante na tradição brasileira.

explicou

Confira a resposta completa:

Ciro Gomes promete abrir mão da reeleição

Outro assunto que foi debatido na entrevista de Ciro Gomes ao Jornal Nacional foi sua promessa de que, caso eleito, abriria mão da reeleição. William Bonner pergunta por que a atitude ajudaria nas relações com o congresso nacional.

Porque o que destruiu a governança política brasileira nesse modelo que eu estou lhe falando é a reeleição. O presidente se coloca com medo dos conflitos porque quer agradar todo mundo para fazer a reeleição. O presidente se vende a esse grupos picaretas da política brasileira. Eu tenho outra relação com a questão moral, sabe eu me garanto, eu não sou corrupto, eu resolvi fazer uma vida republicana. Então eu não tenho medo de CPI, pelo contrário, num governo como o meu, CPI vai me ajudar. Porque se eu não roubo, não vou deixar ninguém roubar.

explicou Ciro Gomes

Propostas para lidar com emergências climáticas

O assunto de meio ambiente também fez parte da entrevista e Renata Vasconcellos quis saber quais seriam as propostas de Ciro Gomes para lidar com as emergências climáticas do país.

Nós vamos mapear (as áreas de risco). Eu assumo claramente o compromisso disso: mapear as áreas de risco do Brasil, porque os 5 milhões de empregos que eu pretendo germinar fundamentalmente são obras paradas, 14 mil obras paradas, e fundamentalmente subir o morro. Entrar na favela com reurbanização, drenagem, macrodrenagem, microdrenagem, contenção de encostas e reforma de moradia popular.

descreveu o político

Considerações finais de Ciro Gomes

Ao final da entrevista, Ciro Gomes teve direito a fazer suas considerações finais e aproveitou para falar mais de suas propostas e se apresentar como uma solução para a polarização política. Confira na íntegra:

____________________________________
Por Giovana Rodrigues – Redação Fala!

ARTIGOS RECOMENDADOS