Beber vinho ou comer uvas: os benefícios são parecidos?
Menu & Busca
Beber vinho ou comer uvas: os benefícios são parecidos?

Beber vinho ou comer uvas: os benefícios são parecidos?

Home > Lifestyle > Saúde > Beber vinho ou comer uvas: os benefícios são parecidos?

O vinho se tornou uma bebida famosa por ser considerada por muitos médicos como uma boa alternativa à saúde. Entretanto, continua com propriedades alcoólicas e, por isso, o seu consumo deve ser feito com cautela. Não seria melhor consumir algumas uvas no lugar?

Beber vinho ou comer uvas: os benefícios são parecidos?
Beber vinho ou comer uvas: os benefícios são parecidos?

O vinho contém resveratrol, um forte antioxidante que está presente na casca e sementes das uvas que produzem o vinho. Taninos, cumarinas, ácidos fenólicos e flavonoides também são polifenóis presentes na fruta.

Os últimos são conhecidos por reduzirem inflamações que causam artrite e problemas no intestino, agirem na diminuição do risco de doenças cardíacas, como também controlarem o nível de açúcar no sangue. Alguns estudos relevam que os polifenóis também são fundamentais na prevenção de câncer e diabetes.

Outros alimentos que contêm polifenóis

Outras opções de alimentos que contêm polifenóis além das uvas são: oleaginosas, espinafre, café, chá verde, frutas vermelhas e azeite. O consumo do álcool, mesmo devido aos polifenóis do vinho, deve ser evitado pois ele tem relação direta com a insônia, com problemas de imunidade, com o aumento de câncer, infarto, cirrose, entre outros.

Beber vinho ou comer uvas: os benefícios são parecidos?
Frutas vermelhas contêm polifenóis

Ou seja, se você tem o costume de tomar uma taça de vinho para dormir melhor, saiba que isso é um mito! Quanto mais o álcool é processado pelo corpo, mais rápido o sono se torna superficial, o que gera muita indisposição no outro dia.

Referências:Disponibilidade de polifenóis em frutas e hortaliças consumidas no Brasil” – Revista Saúde Pública 2009

Tags mais acessadas