Menu & Busca
Viagra: benefícios e malefícios

Viagra: benefícios e malefícios


O viagra ganhou fama por apresentar, supostamente, tudo o que os homens com disfunção erétil e suas parceiras sempre quiseram: melhor desempenho sexual, o que ajuda na saúde de diversos relacionamentos. A partir do momento que se dão bem na cama, segundo estudos, um casal passa a se relacionar melhor fora dela, também. Porém, será que o “remédio azulzinho” é tão bom assim ou ele traz algum risco para a saúde?

O Viagra

Viagra, também conhecido como Citrato de sildenafila, ou sildenafil, é um remédio usado para disfunção erétil no homem e, seu derivado, o Revatio, é utilizado no combate da hipertensão arterial pulmonar. Ele apresenta uma cor azul e o formato de um diamante.

Ao ser ingerido, passa a inibir o PDE-5, permite que o GMP seja mantido mais tempo em circulação. Em outras palavras, ele melhora a transmissão de mensagens entre as células e inibe a substância responsável pelo relaxamento dos músculos do pénis, o que leva a um maior aporte de sangue e, consequentemente, à ereção.

Benefícios do Viagra

Combate o câncer

O viagra pode ser uma boa alternativa para os pacientes passando por quimioterapia. Isso acontece porque, atualmente, um dos medicamentos utilizados nesse processo se chama doxorrubicina. Esse remédio, porém, apresenta graves riscos à saúde do coração dos pacientes. Porém, o “azulzinho” diminui danos ao sistema cardiovascular e pode ser mais eficiente que a doxorrubicina.

Melhora em problemas sexuais

Além da melhora e facilidade na ereção, o viagra ajuda na melhora da autoestima do homem que enfrenta este problema em suas experiências. O remédio, quando receitado por um médico, ajuda no desempenho sexual a partir da estimulação. Então não pense que ele vai deixar você pronto para o ato. Mas sim, facilitará com que o pênis não falhe. 

Malefício do Viagra

Pode ser perigoso para o coração

Apesar de ser bom para aqueles que sofrem de insuficiência cardíaca, os que tem outros problemas cardiovasculares e têm esse sistema mais frágil podem ser prejudicados pelo remédio. O viagra irá aumentar o bombeamento de sangue no seu organismo, podendo ser muito perigoso para um coração já fragilizado.

Faz mal jovem tomar viagra?

Muitos jovens acabam experimentando viagra para ter ereções mais rápido ou para vencer a ansiedade. Mas a prática fica perigosa quando isso vira algo constante e, então, o corpo pode viciar no remédio, e só se tornar capaz de ter uma ereção completa quando o menino tomar uma dose de viagra.

Perigos do excesso

A primeira coisa a saber é que tomar mais de uma pílula de viagra não irá intensificar o efeito do remédio. Além disso, o excesso do estimulante sexual pode ser muito perigoso para a saúde. Esses excessos são perigosos justamente porque o viagra aumenta o número de batimentos cardíacos e a superdosagem pode causar sérios problemas cardiovasculares.

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

1 Comentário

  1. 9 meses ago

    Seus artigos são bem informativos, vendo que muitas pessoas buscam informações relevantes, muito bom quando encontramos conteúdo de qualidade como esse, parabéns.

Tags mais acessadas