Veja 5 maneiras de matar a saudade do futebol na quarentena
Menu & Busca
Veja 5 maneiras de matar a saudade do futebol na quarentena

Veja 5 maneiras de matar a saudade do futebol na quarentena

Home > Notícias > Esporte > Veja 5 maneiras de matar a saudade do futebol na quarentena

Com a paralisação do esporte mais popular do Brasil, veja como manter o sentimento da bola rolando sem sair de casa

Desde meados de março, o Brasil está em quarentena devido à pandemia do Covid-19. Apenas setores essenciais foram mantidos e repensados de modo em que aglomerações fossem evitadas. Os jogos de futebol, por exemplo, foram alvos de paralisação: estádios fechados e jogos suspensos.

E, assim, se vai mais de um mês sem poder acompanhar o esporte mais famoso do Brasil. Nessa matéria, acompanhe cinco dicas para manter-se por dentro do mundo do futebol e amenizar o saudosismo.

o que fazer na quarentena
Assistir a reprises pode ser uma maneira de matar a saudade do futebol. | Foto: Reprodução.

Como matar a saudade do futebol na quarentena

1. Assistir a reprises      

Reviver jogos importantes traz a oportunidade de se atentar a detalhes antes despercebidos, revigorar a memória para situações curiosas ocorridas e rever pontos importantes da partida em questão: jogadores da época, gols feitos, gols sofridos, defesaças, pênaltis, curiosidades na arquibancada, entre outros. 

Por isso, alguns canais de televisão estão reprisando jogos marcantes. A Rede Globo, por exemplo, maior canal da TV aberta, semanalmente está reprisando conquistas importantes da seleção brasileira. A TV Band reprisou a final do Mundial de Clubes no domingo (19). Canais da TV fechada também estão com essa programação e os VTs variam desde jogos de Copa do Mundo até jogos do Brasileirão: o principal critério é ter sido um jogo emocionante. Vale a pena conferir.

2. Desafiar amigos em partidas de futebol

videogame
Jogar videogame é uma boa alternativa durante a quarentena. | Foto: Ybierling.

Já que o futebol de verdade está paralisado, nada como uma partida de mentirinha para fazer o coração acelerar e despertar novamente o sentimento de disputa.

Em videogames, atualmente, é possível desafiar amigos para partidas on-line. Isso permite que os jogos aconteçam sem que os participantes estejam próximos – cada um pode jogar de sua casa e, desse modo, ninguém fere as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Também é possível desafiar a galera em jogos de outros suportes, como o mobile e o computador. Assim como nos jogos da vida real, a vitória na brincadeira também é deliciosa, já que rende muitas brincadeiras e zoações. Fica aquele gostinho bom de futebol.

3. Participar das lives de jogadores e jornalistas

lives de hoje
Gabigol em live com fãs. | Foto: Reprodução.

Não é só o torcedor que sente falta dos gramados: todos os profissionais envolvidos com o futebol estão com saudades também. Marcar presença na live de jogadores e jornalistas é bom para manter em dia o bate-papo sobre o balanço das redes.

Nessas transmissões ao vivo, muitas histórias inéditas (e divertidas!) são contadas, lances marcantes são relembrados, há interação com o público que assiste e o telespectador pode participar ativamente com o envio de comentários.

Alguns jornalistas, inclusive, estão com programações de lives com convidados especiais, a exemplo do setorista do Grupo Globo, Cahê Mota, com a Maratona do Jornalismo Esportivo. Não tem o apito inicial do juiz e nem a torcida vibrando ao fundo mas, em tempos de distanciamento do campo, só de estar próximo aos envolvidos já ajuda a matar um pouco da saudade. 

4. Assistir a entretenimento esportivo

matar a saudade do futebol na quarentena
Conteúdo de entretenimento do Grêmio. | Foto: Reprodução/YouTube.

Uma das grandes inovações ocorridas dentro do futebol no século XXI foi o surgimento de uma alternativa ao jornalismo tradicional esportivo. O entretenimento surge como veículo também de informação, porém, sempre atrelado ao humor.

As páginas e canais que produzem humor a partir do futebol estão presentes em redes sociais como o Instagram e o Facebook, e também no YouTube. O conteúdo é repleto de fotos divertidas, vídeos humorísticos, entrevistas descontraídas, paródias e brincadeiras.

Os próprios clubes possuem seus canais no YouTube e estão postando vídeos constantemente, a exemplo do Santos, Flamengo e Grêmio. Dentre a variedades de vídeos, há entrevistas, momentos especiais, desafios e ações solidárias. Além de matar a saudade do futebol e de tudo que o envolve, é uma saída perfeita para o tédio que a quarentena pode proporcionar.

 5. Acompanhar as notícias

Acompanhar as notícias é, sem dúvidas, uma importante forma de ficar por dentro de tudo que acontece no mundo do futebol e não correr o risco de ficar perdido quando bola voltar a rolar. As programações televisivas continuam trazendo informações relevantes a respeito do futebol.

Podcasts e sites esportivos também estão se mantendo atualizados. Se atualizar é, também, se esbaldar de futebol, aliás, tal esporte vai muito além das quatro linhas. O momento envolve questões políticas e econômicas dos clubes e órgãos responsáveis. 

Ainda não há uma perspectiva concreta de liberação dos gramados. O mundo todo está apreensivo e diversos setores estão parados. Os jogadores estão com saudade do campo. Os torcedores, do estádio. Os jornalistas, da cobertura. Os juízes, de apitar. A bola, de rolar. Enquanto nada disso é possível, resta se agarrar ao que dá, para não deixar a magia do esporte mais famoso do mundo se acabar. O futebol resiste. Vai passar.

___________________________________
Por Larissa Carvalho – Fala! UFRJ

Tags mais acessadas