sábado, 15 junho, 24
HomeCinema e SériesThe Last of Us é o título mais visto na HBO Max

The Last of Us é o título mais visto na HBO Max

Em tão pouco tempo, a produção “The Last of Us”, da HBO Max, tornou-se a série mais assistida de toda a história da plataforma na América Latina.

Veja por que a série The Last of Us conquistou os corações dos telespectadores latinos e se tornou um dos maiores recordes de audiência da plataforma HBO Max
Veja por que a série The Last of Us conquistou os corações dos telespectadores latinos e se tornou um dos maiores recordes de audiência da plataforma HBO Max. | Foto: HBOMax.

De acordo com uma informação divulgada pelo departamento de comunicações da Warner Bros. Discovery, a série intitulada The Last of Us bateu todos os recordes de audiência da história da plataforma da HBO Max na América Latina. 

O seriado está sendo um sucesso gigantesco nos Estados Unidos e, agora, conquistou de vez o interesse do público latino-americano.

Os números exatos não foram divulgados, mas, conforme as palavras da própria empresa, a quantidade de telespectadores do último episódio da série foi o dobro da quantidade do primeiro episódio.

Quer conhecer mais sobre o assunto? Então, você não pode deixar de conferir o conteúdo dessa matéria imperdível! Saiba tudo sobre a série, a plataforma da HBO Max, expectativas sobre a série e muito mais! 

Siga em frente com a leitura para não perder!

Sobre a série – um breve resumo 

Muitas pessoas podem não saber, mas existe um videogame de mesmo nome, chamado The Last of Us. Esse é o ponto de partida para a nossa história.

Em se tratando da série, que é do gênero de drama e suspense, podemos notar que foi feita uma explícita adaptação da Parte 1 do jogo. 

Ainda assim, a temática não deixa de ser interessante. O cenário da série é o mundo após um apocalipse, provocado por um fungo que transforma pessoas em assassinos mortais.

No meio de tudo, o protagonista, que se chama Joel, é um contrabandista, que carrega consigo seu passado terrível. 

Apesar desse fato, Joel acaba ficando encarregado da missão de escoltar uma adolescente, chamada Ellie, por todo os Estados Unidos. O motivo para ele fazer isso? Ellie pode ser a chave para uma possível cura da infecção provocada pelo fungo.

O país, que foi devastado por uma legião de zumbis infectados pelo fungo, é o local onde a trama se desenvolve.

Joel e Ellie abraçados em uma cena do último episódio da série
Joel e Ellie abraçados em uma cena do último episódio da série. | Foto: Reprodução / HBO.

Todo o drama se passa no ano de 2033, tendo já passado vinte anos após o começo de uma pandemia causada pelo fungo, que infecta os humanos e controla seus cérebros. O fungo dominou cerca de 60% de toda a população mundial.

Já era de se imaginar que o planeta entraria em calamidade total e o pânico se instalaria em todos os cantos, mas nas Zonas de Quarentena, criadas pelo exército dos Estados Unidos em algumas cidades aleatórias, a situação estava controlada.

A série pode parecer ainda mais pesada de assistir, quando se descobre que as autoridades executaram diversas pessoas, tudo para evitar novas infecções, já que não existe vacina para a moléstia.

Além de todas as situações adversas, os personagens ainda precisam lidar com o fato de que o país vive sob um governo militarizado, onde forças armadas e policiais têm um poder – quase – absoluto sobre a população e o país.

O elenco da série

A série encantadora conta com um elenco de alto nível. Conheça alguns dos atores e atrizes que participam da história e dão vida aos principais personagens:

  • Joel – interpretado por Pedro Pascal; 
  • Ellie – interpretada por Bella Ramsey; 
  • Tommy – interpretado por Gabriel Luna; 
  • Tess – interpretada por Anna Torv; 
  • Marlene – interpretada por Merle Dandridge;
  • Riley – interpretada por Storm Reid; 
  • Bill – interpretado por Nick Offerman.

Falando de números

Como já dissemos anteriormente, a série The Last of Us alcançou um novo marco dentro da plataforma da HBO Max. 

O que se sabe até o momento é que o último episódio da série só perde para o último episódio de outra série da plataforma, a famosa Game of Thrones, a qual teve 44 milhões de telespectadores em seu desfecho, no ano de 2019.

O desempenho de The Last of Us nos Estados Unidos foi da seguinte ordem, segundo o site Playstation:

  1. Episódio 1 — 4,7 milhões de telespectadores (15 de janeiro); 
  2. Episódio 2 — 5,2 milhões de telespectadores (22 de janeiro); 
  3. Episódio 3 — 6,4 milhões de telespectadores  (29 de janeiro);
  4. Episódio 4 — 7,5 milhões de telespectadores (5 de fevereiro);
  5. Episódio 5 — 11,6 milhões de telespectadores (10 de fevereiro); 
  6. Episódio 6 — 7,8 milhões de telespectadores  (19 de fevereiro); 
  7. Episódio 7 — 7,7 milhões de telespectadores  (26 de fevereiro);  
  8. Episódio 8 — 8,1 milhões de telespectadores  (5 de março); 
  9. Episódio 9 — 8,2 milhões de telespectadores  (12 de março).

Outros sucessos da plataforma HBO Max

A HBO é conhecida por lançar diversos títulos de grande sucesso em sua plataforma. Alguns dos que mais geraram expectativas e quebra de recordes, além de The Last of Us, foram os seguintes:

  • Game of Thrones; 
  • Succession; 
  • A Casa do Dragão; 
  • The White Lotus; 
  • Peacemaker; 
  • Gossip Girl;

Entendendo a relação de Joel e Ellie, os protagonistas da série 

Joel é um dos sobreviventes da pandemia causada pelo fungo maligno. Tendo enfrentado muitas perdas de entes queridos pelo caminho, ele não tem outra opção além de sobreviver contrabandeando armas e drogas.

Porém, Joel recebe sua mais importante missão: contrabandear Ellie, uma sobrevivente que é vista como uma potencial cura para a infecção.

Ellie é uma garota sarcástica, ao contrário do ríspido Joel. Ela tem 14 anos, ou seja, nasceu em meio à pandemia dos fungos, mas não foi contaminada. É a única sobrevivente imune aos fungos até onde se sabe.

Quem criou The Last of Us? 

Tanto a parte 1 quanto a parte 2 de The Last of Us foi idealizada e produzida pelo estúdio Naughty Dog. E a pessoa por trás do sucesso global da série e dos jogos é Neil Druckmann.

____________________________________
Por Maísa Siena – Fala! Universidade Cruzeiro do Sul

ARTIGOS RECOMENDADOS