Menu & Busca
Eleições 2018: a Estratégia e o Tempo de Televisão dos Candidatos

Eleições 2018: a Estratégia e o Tempo de Televisão dos Candidatos


O tempo de televisão de cada candidato é calculado pela TSE com base na bancada eleita pelo partido na Câmara dos Deputados em 2014. Por isso, a formação de coligações é importante para os candidatos que buscam maior competitividade na disputa. Quanto maior a coligação entre os partidos apoiando um candidato à Presidência da República, mais tempo de TV.

Dos 12 minutos e meio disponíveis, um minuto e 15 segundos (10% do total) será dividido igualmente entre todos os candidatos à Presidência. Os outros 90% são divididos proporcionalmente de acordo com a bancada eleita na Câmara.

Os candidatos terão dois blocos de 12 minutos e meio, três vezes por semana, para exibir a propaganda eleitoral no rádio e na TV. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou que o horário eleitoral gratuito para esses candidatos será nas terças, quintas e sábados, das 13h às 13h12 e das 20h30 às 20h42, na televisão. No rádio, os dias são os mesmos, mas os horários, diferentes: das 7h às 7h12 e das 12h às 12h12.

Mesmo com o crescimento das redes sociais, a televisão e o rádio ainda são ferramentas poderosas para conquistar eleitores. Veja o tempo de televisão e as estratégias dos candidatos para ganhar o seu voto:

 

1 – Geraldo Alckmin PSDB – 5 minutos e 32 segundos em cada bloco, 11 minutos e 03 segundos diários.

Geraldo Alckmin – Foto: Adriana Spaca /Brasil Press Photo / LatinContent/Getty Images

Com o acordo com partidos do chamado “centrão”, Alckmin conseguiu o maior tempo de TV entre os candidatos, sendo dono de quase metade do tempo total de TV e Rádio.


2 – Haddad PT – 2 minutos e 22 segundos em cada bloco, 4 minutos e 44 segundos diários.

Haddad – Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação

A estratégia do PT é fundir as imagens de Lula e Haddad tanto quanto possível, de modo que o ex-prefeito de São Paulo herde os votos do ex-Presidente, preso em Curitiba.

 

3 – Meirelles MDB – 1 minutos e 55 segundos em cada bloco, 3 minutos e 51 segundos diários.

Henrique Meirelles – Foto: Gabriel Reis

 A principal estratégia de Meirelles para o tempo de TV é fazer o eleitor entender que ele “conduziu a política econômica do governo Lula” e “tirou o Brasil da crise”.

 

4 – Álvaro Dias Podemos – 40 segundos em cada bloco, 1 minuto e 20 segundos diários.

Álvaro Dias – Foto: George Gianni / PSDB.

5 – Ciro Gomes PDT – 40 segundos em cada bloco, 1 minuto e 20 segundos diários.

Ciro Gomes – Foto: Reprodução GGN

6 – Marina Silva REDE – 23 segundos em cada bloco, 46 segundos diários.

Marina Silva – FOTO: Marcos Michael/VEJA

7 – Boulos PSOL – 14 segundos em cada bloco, 27 segundos diários.

Guilherme Boulos – DIVULGAÇÃO.

8 – Daciolo Patriota – 9 segundos em cada bloco, 18 segundos diários.

Cabo Daciolo – Foto: WIkimedia

9 – Eymael DC – 9segundos em cada bloco, 18 segundos diários.

Foto: Gabriela Gonçalves/G1

 

10 – Bolsonaro PSL – 9segundos em cada bloco, 18 segundos diários.

Deputado Jair Bolsonaro Foto: Sérgio Lima/PODER 360

Apesar de estar na frente das pesquisas, o candidato tem pouco tempo de televisão, devido ao tamanho reduzido do seu partido e também por não ter feito uma grande coligação. Aproveitando a grande quantidade de “seguidores” que tem na internet, a estratégia de Bolsonaro é fazer lives nas redes sociais nos mesmos horários da propaganda eleitoral gratuita, e assim ter mais tempo para apresentar suas propostas.

 

11 – Amoêdo NOVO – 6 segundos em cada bloco, 12 segundos diários.

João Amoêdo. DIVULGAÇÃO.

12 – Goulart Filho PPL – 6 segundos em cada bloco, 12 segundos diários.

João Vicente Goulart – Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

13 – Vera Lúcia PSTU – 6 segundos em cada bloco, 12 segundos diários.

Divulgação/PSTU
Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

1 Comentário

  1. EDSON
    1 ano ago

    BOA TARDE ACHO QUE INDEPENDENTE DO PARTIDO
    O TEMPO DEVERIA SER IGUAL PARA TODOS.

Tags mais acessadas