São Paulo pede anulação de jogo contra o Atlético Mineiro, STJD nega
Menu & Busca
São Paulo pede anulação de jogo contra o Atlético Mineiro, STJD nega

São Paulo pede anulação de jogo contra o Atlético Mineiro, STJD nega

Home > Notícias > Esporte > São Paulo pede anulação de jogo contra o Atlético Mineiro, STJD nega

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva indeferiu, na última terça-feira, 20 de outubro, o pedido do São Paulo Futebol Clube pela anulação do confronto contra o Atlético Mineiro, partida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, realizada em setembro com placar de 3×0 ao Galo.

De acordo com o órgão, o clube paulista perdeu o prazo para o protocolo de solicitação; o artigo 85 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) estabelece um prazo de até três dias após a liberação da súmula.

São Paulo pede anulação de jogo contra o Atlético Mineiro

O Tricolor do Morumbi entende que houve um erro de direito na anulação do gol do atacante Luciano, constado pela linha do VAR como lance de Impedimento; no entanto, logo após a marcação do árbitro de vídeo, Rafael Traci (FIFA-PR), a imagem do lance congelado já indicava um erro na operação do recurso tecnológico, sendo a linha do último defensor do adversário colocada de maneira equivocada em relação ao artilheiro são paulino.

são paulo
Lance “ajustado” foi pivô das polêmicas do VAR. | Foto: Reprodução SporTV/Premiere.

A reivindicação do São Paulo, baseada no artigo 119 e 259 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, vem após uma semana de inúmeras polêmicas do VAR no Futebol Brasileiro.

Nas vésperas do jogo entre São Paulo e Grêmio, jogo da 17ª rodada do Brasileirão (sábado), que seria apitado por Rafael Traci, o presidente da Comissão de Arbitragem, em entrevista aos canais Globo, assumiu que houve um erro no procedimento do VAR na partida, quando o jogo estava 0x0.

traci
Na arbitragem de vídeo em tal jogo, Traci foi promovido ao quadro da FIFA ano passado. | Foto: Reprodução Internet.

Dessa forma, a afirmação de Gaciba agitou os bastidores do clube paulistano, que já tinha marcado dias antes uma reunião na CBF para assuntos gerais na quinta-feira, dois dias antes do confronto contra os Gaúchos.

No encontro, dirigentes (Raí e Alexandre Pássaro) pediram pela troca do VAR, o qual seria comandado por Rodolfo Toski (FIFA-PR), que se envolveu em polêmicas em jogo do próprio São Paulo um dia antes, na Copa do Brasil contra o Fortaleza.

No jogo de sábado, a arbitragem de Rafael Traci (mantido) foi muito criticada pelos jogadores, comissão técnica e diretoria gremista, reclamando de pênaltis, faltas e expulsão não marcadas e recomendadas pelo VAR.

No domingo, a equipe de Porto Alegre pediu a anulação do confronto, solicitando ouvir os áudios da arbitragem de vídeo no jogo; o pedido do São Paulo foi em resposta a essa sequência de fatos, alegando também outros motivos de reclamações durante o torneio (a não expulsão do atacante Jô, do Corinthians), ao socar pelas costas o jovem zagueiro em dérbi realizado.

futebol
Leonardo Gaciba tem sido o alvo das críticas dos clubes, torcedores e imprensa. | Foto: Divulgação CBF.

_______________________________
Por Luiz Henrique Marcolino Cisterna – Fala! Anhembi

Tags mais acessadas