segunda-feira, 24 junho, 24
HomeEsportePedro, do Flamengo, é eleito o melhor jogador da América do Sul...

Pedro, do Flamengo, é eleito o melhor jogador da América do Sul da temporada de 2022

Durante a tradicional eleição ao título de melhor jogador da América do Sul, feita pelo jornal uruguaio El País, uma notícia que surpreendeu alguns fãs do futebol: Pedro, o camisa número 9 do time do Flamengo, levou o prêmio e rendeu assunto no mundo esportivo. 

O atacante rubro-negro marcou 29 gols e foi eleito o Artilheiro de maior destaque da Copa Libertadores da América.

A votação acirrada contou com grandes nomes de dois dos principais grandes times de futebol da região: Flamengo e River Plate.

Além de Pedro, o “pódio” da premiação foi composto por Arrascaeta, também do Flamengo (que acabou ficando em segundo lugar por uma diferença de apenas quatro votos), e Julián Alvarez, que jogou os primeiros seis meses no River Plate, e logo depois foi para o time europeu do Manchester City.

Ficou com vontade de conhecer mais sobre o assunto? Então, você não pode deixar de conferir abaixo a matéria! Saiba tudo sobre a votação, o prêmio e muito mais! Siga em frente com a leitura para saber mais!

Pedro, Flamengo, Melhor Jogador da América do Sul
Pedro, do Flamengo, é eleito o melhor jogador da América do Sul em 2022. | Foto: Getty Images.

Justificativas para a escolha de Pedro como o melhor jogador

O primeiro dos motivos que explicam o fato de Pedro ter levado a melhor na premiação, é a sua quantidade de gols marcados. Ao todo, foram 29 gols em 59 partidas jogadas na última temporada.

Somado a isso, Pedro ajudou seu time Flamengo a levantar a taça da Libertadores, tendo sido eleito também como o melhor artilheiro do evento por ter feito 12 gols em 13 partidas.

Outro fator que contribuiu com a jornada de Pedro rumo à vitória na eleição como melhor jogador foi o fato de que ele participou da Copa do Mundo de Futebol da FIFA em 2022, no Catar, como um dos exímios jogadores que compunham a Seleção Brasileira.

Vale mencionar que, no momento em que retornou ao Brasil, graças ao seu bom desempenho no evento, ainda que o Brasil não tenha sido campeão, o atacante recebeu um aumento salarial e renovou seu contrato com o time do Flamengo.

Esse fato divide opiniões, já que o jogador era reserva da equipe brasileira e jogou em apenas duas partidas: uma contra Camarões, nos amistosos, e a outra contra a Croácia, seleção que eliminou o Brasil da Copa do Mundo nas quartas de final.

Confira os jogadores que também já venceram o prêmio do El País 

  1. 2022 – Pedro (Flamengo);
  2. 2021 – Julián Álvarez (River Plate);
  3. 2020 – Marinho (Santos);
  4. 2019 – Gabigol (Flamengo);
  5. 2018 – Pity Martínez (River Plate);
  6. 2017 – Luan (Grêmio);
  7. 2016 – Miguel Borja (Atlético Nacional);
  8. 2015 – Carlos Sánchez (River Plate);
  9. 2014 – Teo Gutiérrez (River Plate);
  10. 2013 – Ronaldinho Gaúcho (Atlético Mineiro);
  11. 2012 – Neymar (Santos);
  12. 2011 – Neymar (Santos);
  13. 2010 – Andrés D’Alessandro (Internaciona);
  14. 2009 – Juan Sebastián Verón (Estudiantes);  
  15. 2008 – Juan Sebastián Verón (Estudiantes);  
  16. 2007 – Salvador Cabañas (América-MEX);
  17. 2006 – Matías Fernández (Colo-Colo);
  18. 2005 – Carlos Tevez (Corinthians);
  19. 2004 – Carlos Tevez (Boca Juniors);
  20. 2003 – Carlos Tevez (Boca Juniors);  
  21. 2002 – José Cardozo (Toluca-MEX)
  22. 2001 – Juan Román Riquelme (Boca Juniors);
  23. 2000 – Romário (Vasco);
  24. 1999 – Javier Saviola (River Plate);
  25. 1998 – Martín Palermo (Boca Juniors);
  26. 1997 – Marcelo Salas (River Plate);
  27. 1996 – José Luis Chilavert (Vélez Sarsfield);
  28. 1995 – Enzo Francescoli (River Plate);
  29. 1994 – Cafu (São Paulo);
  30. 1993 – Carlos Valderrama (Junior Barranquilla);
  31. 1992 – Raí (São Paulo);
  32. 1991 – Oscar Ruggeri (Vélez Sarsfield);
  33. 1990 – Raúl Amarilla (Olimpia);
  34. 1989 – Bebeto (Vasco);
  35. 1988 – Rubén Paz (Racing);
  36. 1987 – Carlos Valderrama (Deportivo Cali);
  37. 1986 – Antonio Alzamendi (River Plate).

Sobre a premiação do El País 

Originalmente, a ideia de premiar os jogadores sul-americanos surgiu a partir dos esforços do jornal venezuelano El Mundo.

A partir do ano de 1986, o jornal uruguaio El País passou a organizar uma premiação para dar sequência às atividades do jornal venezuelano, que encerrou a premiação em 1985.

Dessa forma, o El País elege, todos os anos, o Melhor Jogador da América do Sul e o Treinador Sul-Americano do Ano.

Vale destacar que concorrem aos títulos apenas jogadores e treinadores da América do Sul, e que estejam em atividade em times da região sul-americana ainda no período das eleições ao prêmio.

Um pouco sobre a carreira de Pedro 

Mais conhecido apenas como Pedro, o jogador Pedro Guilherme Abreu dos Santos nasceu dia 20 de junho de 1997, na capital do estado do Rio de Janeiro.

Começou a investir na carreira de jogador de futebol ainda bem jovem, tornando-se parte da equipe de base do Flamengo com apenas 9 anos de idade. 

Depois, tendo passado por seis anos de muita preparação e desenvolvimento, Pedro venceu o Campeonato Brasileiro sub-20 em 2015 e conseguiu se sagrar artilheiro do clube da temporada, batendo um total de 32 gols.

Mais tarde, aos 19 anos, o jogador finalmente alcançou seu objetivo de se entrar para o time profissional, assumindo a titularidade no Flamengo no lugar de Henrique Dourado, que em 2016 encerrava sua participação no tricolor.

Atualmente com 25 anos, Pedro teve passagem por 3 grandes times: Fluminense, Fiorentina e Flamengo (atual), e atualmente atua como atacante e centroavante, já tendo colecionado vários prêmios e títulos individuais importantes apesar de ser um jogador novo. 

Alguns exemplos das conquistas do jogador são:

  • Jogador Revelação do Campeonato Brasileiro, em 2018;
  • Jogador do mês do Campeonato Brasileiro, em outubro de 2020;
  • Gol do Ano da Copa do Brasil, também em 2020;
  • Melhor jogador da Copa Libertadores da América, em 2022;
  • Melhor Jogador da Partida da Copa do Mundo de Clubes da FIFA 2022: Flamengo 4×2 Al Ahly;
  • Prêmio Rei da América (El País): 2022 [109]

____________________________________
Por Maísa Siena – Fala! Universidade Cruzeiro do Sul

ARTIGOS RECOMENDADOS