sábado, 15 junho, 24
HomeEsportePan-Americano: veja os quadros de medalhas e destaques do Brasil

Pan-Americano: veja os quadros de medalhas e destaques do Brasil

O evento Pan-americano é mais do que uma simples competição esportiva. Eles representam a união das nações das Américas em uma celebração do talento, determinação e paixão pelo esporte. 

A cada quatro anos, atletas de todo o continente se reúnem para competir em uma variedade de modalidades, demonstrando o que há de melhor no mundo esportivo. E, para o Brasil, esses jogos são uma oportunidade única de brilhar e fazer história.

Neste artigo, vamos mergulhar no Pan-americano, explorando os quadros de medalhas e destacando as incríveis realizações dos atletas brasileiros.

imagem-ilustrativa-medalhas-do-pan-americano
Descubra a história dos jogos pan-americanos. | Foto: Freepik.

História dos jogos pan-americanos

Os Jogos Pan-americanos são mais do que apenas um evento esportivo, eles são um símbolo de união e celebração das nações das Américas, um encontro de atletas talentosos que desafiam seus limites em nome do esporte e da pátria. 

A seguir, vamos fazer uma viagem no tempo para explorar a história rica e fascinante dos Jogos Pan-americanos.

A origem e a visão

A concepção dos Jogos Pan-americanos iniciou-se em 1932, quando líderes esportivos de vários países das Américas tiveram a ideia de estabelecer uma competição abrangendo todas as nações do continente americano. Em decorrência disso, o primeiro Congresso Esportivo Pan-americano foi realizado em 1940, na cidade de Buenos Aires, Argentina. Nesse evento, ficou acordado que a primeira edição da competição ocorreria no mesmo local em 1942. No entanto, devido ao desencadeamento da Segunda Guerra Mundial, que também resultou na suspensão de diversas atividades esportivas, a programação inicial foi cancelada.

Somente em 1951 que nove países se uniram no Congresso Desportivo Pan-americano para transformar esse sonho em realidade. Assim, surgiu o primeiro Pan-americano em Buenos Aires, Argentina, em 1951, que contou com a participação de 2.513 atletas de 21 nações. Desde então, a competição cresceu e se tornou um dos eventos esportivos mais importantes do continente americano.

As edições memoráveis

Cada edição dos Jogos Pan-americanos trouxe sua própria história e destaque. O Pan-americano de 1967, na Cidade do México, marcou a estreia do judô e do vôlei no programa esportivo, enquanto o evento de 1999, em Winnipeg, Canadá, apresentou o softbol e o beisebol como modalidades de exibição. Além disso, a edição de 1991, em Havana, Cuba, foi notável pela participação de quase todos os países do continente.

Brasil nos jogos pan-americanos

O Brasil tem sido uma força notável nos Jogos Pan-americanos ao longo dos anos. Com um desempenho notável em diversas modalidades, o país tem conquistado medalhas e deixado sua marca no evento.

União através do esporte

Os Jogos Pan-americanos não são apenas sobre medalhas, recordes e competições. Eles são uma oportunidade para as Américas se unirem em torno de valores como amizade, respeito e fair play. Além disso, eles servem como um trampolim para atletas que buscam realizar seus sonhos olímpicos.

Em resumo, a história dos Jogos Pan-americanos é uma história de paixão, determinação e união. Eles representam o espírito do continente americano e inspiram gerações de atletas a darem o seu melhor em nome da competição e da amizade. Com cada edição, os Jogos Pan-americanos provam que o espírito esportivo é uma força poderosa que transcende fronteiras e unifica nações.

Quadro de medalhas jogos pan-americanos 2023

Confira, abaixo, o quadro de medalhas dos jogos pan-americanos 2023:

ColocaçãoPaísOuroPrataBronzeTotal
1EUA764755178
2Brasil375241130
3Canadá353338106
4México35223390
5Colômbia15201550

As do Brasil são representadas por:

Medalhas de ouro

Veja quem levou a tão sonhada medalha de ouro para casa:

  1. Rayssa Leal – Skate / Street
  2. Guilherme Costa / Natação / 400m medley
  3. Lucas Rabelo / Skate / Street
  4. Guilherme Caribé, Marcelo Chierighini, Victor Alcará e Felipe Ribeiro / Natação / Revezamento 4x100m livre masculino
  5. Guilherme Caribé, Marcelo Chierighini, Ana Vieira e Stephanie Balduccini / Natação / Revezamento 4x100m livre misto
  6. Guilherme Caribé / Natação / 100m livre
  7. Guilherme Costa / Natação / 800m livre
  8. Murilo Sartori, Breno Correia, Fernando Scheffer e Guilherme Costa / Natação / Revezamento 4x200m livre masculino
  9. Rebeca Andrade / Ginástica Artística / Salto
  10. Netinho Marques, Paulo Ricardo e Maicon Andrade / Taekwondo / Disputa por equipes
  11. Lucas Verthein / Remo / Single Skiff (M1X)
  12. Guilherme Costa / Natação / 1500m
  13. Rebeca Andrade / Ginástica Artística / Trave
  14. Arthur Nory / Ginástica Artística / Barra fixa
  15. Beatriz Ferreira / Boxe / 60kg feminino
  16. Caroline Barbosa de Almeida / Boxe / 50kg feminino
  17. Jucielen Romeu / Boxe / 57kg feminino
  18. Barbara Santos / Boxe / 66kg feminino
  19. Duda e Ana Patrícia / Vôlei de praia
  20. André e George / Vôlei de praia
  21. Michel Augusto / Judô / -60kg masculino
  22. Aléxia Nascimento / Judô / -48kg feminino
  23. Larissa Pimenta / Judô / -52kg feminino
  24. Rafaela Silva / Judô / -57kg feminino
  25. Laura Pigossi e Luisa Stefani / Tênis / Duplas femininas
  26. Gustavo Heide e Marcelo Demoliner / Tênis / Duplas masculinas
  27. Ana Sátila / Canoagem Slalom / C1
  28. Guilherme Mapelli / Canoagem Slalom / Cross K1 masculino
  29. Ana Sátila / Canoagem Slalom / Cross K1 feminino
  30. Gabriel Falcão / Judô / -73kg
  31. Guilherme Schmidt / Judô / -81kg
  32. Laura Pigossi / Tênis / Simples feminino
  33. Basquete / Feminino
  34. Handebol / Feminino
  35. Tatiana Weston/Webb / Surf / Shortboard feminino
  36. Samantha Soares / Judô / -78kg
  37. Izabela Rodrigues / Atletismo / Lançamento de disco

Medalhas de prata

Confira quais atletas conseguiram a medalha de prata:

  1. Pâmela Rosa / Skate / Street
  2. Maria Fernanda Costa / Natação / 200m livre
  3. Maria Fernanda Costa / Natação / 400m livre
  4. Léo de Deus / Natação / 200m borboleta
  5. Raicca Ventura / Skate / Park
  6. Vinicius Lanza / Natação / 100m borboleta
  7. Augusto Akio / Skate / Park
  8. Maria Clara Pacheco / Taekwondo / 57kg
  9. Rebeca Andrade, Flávia Saraiva, Jade Barbosa, Julia Soares e Carolyne Pedro / Ginástica Artística / Disputa por equipes feminina
  10. Diogo Soares / Ginástica artística / Individual geral
  11. Stephanie Balduccini / Natação / 100m livre
  12. João Victor Marcari, Renderson de Oliveira, Manuel Tavares e Paulo Cesar dos Santos / Hipismo / Adestramento / equipes
  13. Flávia Saraiva / Ginástica artística / Individual geral
  14. Arthur Nory / Ginástica Artística / Solo
  15. Gabrielle Roncatto, Stephanie Balduccini, Nathalia Almeida e Maria Fernanda Costa / Natação / Revezamento 4x200m livre feminino
  16. Rebeca Andrade / Ginástica artística / Barras assimétricas
  17. Beatriz Cardoso / Remo / Single Skiff (W1X)
  18. Fabricio Farias e Davi Silva / Badminton / Duplas masculinas
  19. João Victor Marcari / Hipismo / Individual
  20. Arthur Nory / Ginástica Artística / Salto masculino
  21. Guilherme Basseto, João Gomes, Vinicius Lanza e Guilherme Caribé / Natação / Revezamento 4x100m medley
  22. Flávia Saraiva / Ginástica Artística / Trave
  23. Flávia Saraiva / Ginástica Artística / Solo
  24. Bernardo Actos / Ginástica Artística / Barra fixa
  25. Vôlei / Feminino
  26. Tatiana Chagas / Boxe / 54kg feminino
  27. Keno Marley / Boxe / 92kg masculino
  28. Michael Douglas Trindade / Boxe / 51kg masculino
  29. Wanderley Pereira / Boxe / 80kg masculino
  30. Abner Teixeira / Boxe / + 92kg masculino
  31. Beisebol
  32. Luisa Stefani e Marcelo Demoliner / Tênis / Duplas mistas
  33. Ana Marcela Cunha / Maratona Aquática / 10km feminino
  34. Caio Bonfim / Atletismo / Marcha Atlética
  35. Kauã da Silva / Canoagem Slalom / C1 Masculino
  36. Pedro Gonçalves / Canoagem Slalom / K1 Masculino
  37. Omira Estácia / Canoagem Slalom / K1 Feminino
  38. Márcio Jorge / Hipismo / CCE
  39. Daniel Cargnin / Judô / -73kg
  40. Luiz Diniz / Surfe / Stand up paddle surfe
  41. Aline Adisaka / Surfe / Stand up paddle surfe
  42. Chloe Calmon / Surfe / Longboard
  43. Rafael Macedo / Judô / -90kg
  44. Andressa Oliveira / Atletismo / Lançamento de disco
  45. Bruna Takahashi e Vitor Ishiy / Tênis de mesa / Duplas mistas
  46. Eliane Martins / Atletismo / Salto em distância
  47. Douglas Mendes, Leticia Maria, Lucas Conceição e Tiffani Beatriz / Atletismo / Revezamento 4x400m misto
  48. Brasil / Judô / Equipe mista
  49. Giulia Takahashi e Bruna Takahashi / Tênis de mesa / Duplas femininas
  50. José Fernando Ferreira / Atletismo / Decatlo
  51. Felipe Bardi / Atletismo / 100m
  52. Hugo Calderano e Vitor Ishiy / Tênis de mesa / Duplas masculinas

Medalhas de bronze

Os atletas brasileiros que receberam medalhas de bronze são:

  1. José Gabriel de Almeida / Ciclismo / Mountain Bike
  2. Raiza Goulão / Ciclismo / Mountain Bike
  3. Gabrielle Roncatto / Natação / 400m livre
  4. Ana Vieira, Stephanie Balduccini, Giovanna Tomanik e Celine Bispo / Natação / Revezamento 4x100m livre feminino
  5. Diogo Soares, Arthur Nory, Bernardo Miranda, Yuri Guimarães e Patrick Sampaio / Ginástica Artística / Disputa por equipes
  6. Paulo Ricardo / Taekwondo
  7. Lucas Ostapiy / Taekwondo
  8. Murilo Sartori / Natação / 200m livre
  9. Alexia Assunção / Natação / 200m costas
  10. Felipe Neves / Esqui Aquático / Slalom
  11. Gabrielle Assis / Natação / 200m peito
  12. Viviane Jungblut / Natação / 800m livre
  13. Guilherme Basseto, João Gomes Jr, Clarissa Rodrigues e Stephanie Balduccini / Natação / 4x100m medley
  14. Ingrid Oliveira e Giovanna Pedroso / Saltos ornamentais / Plataforma de 10m sincronizado
  15. Laura Amaro / Levantamento de peso
  16. Gabrielle Roncatto / Natação / 400m medley
  17. Brandonn Almeida / Natação / 400m medley
  18. Maria Clara Pacheco, Sandy Macedo e Carol Gomes / Taekwondo / Disputa por equipes
  19. Flávia Saraiva / Ginástica Artística / Barras assimétricas
  20. Davi Silva e Sania Lima / Badminton / Duplas mistas
  21. Viviane Jungblut / Natação / 1500m livre
  22. Leonardo Coelho / Natação / 200m medley
  23. Juliana Vieira e Sania Lima / Badminton / Duplas feminino
  24. Viviane Pereira / Boxe / 75kg feminino
  25. Luiz Oliveira / Boxe / 57kg masculino
  26. Felipe Wu / Tiro esportivo / Pistola de ar 10m
  27. Yuri Falcão / Boxe / 63,5kg masculino
  28. Amanda Ferreira / Judô / -48kg feminino
  29. Willian Lima / Judô / -66kg masculino
  30. Viviane Jungblut / Maratona Aquática / 10km
  31. Hipismo / Salto por equipes
  32. Thiago Monteiro / Tênis / Simples masculino
  33. Ketleyn Quadros / Judô / -63kg feminino
  34. Carlos Bahia / Surfe / Longboard
  35. Kayo Santos / Judô / -100kg feminino
  36. Beatriz Souza / Judô / +78kg feminino
  37. Rafael Silva / Judô / +100kg feminino
  38. Alexandre Camargo / Esgrima / Espada masculino
  39. Mariana Pistoia / Esgrima / Florete feminino
  40. Guilherme Toldo / Esgrima / Florete masculino
  41. Altobeli da Silva / Atletismo / 5000m

Gostou de ficar sabendo os resultados alcançados pelo Brasil nos jogos Pan-americanos de 2023? Então continue acompanhando as postagens do Fala! Universidades!

__________________________
Por Daniel Joaquim – Redação Fala!

ARTIGOS RECOMENDADOS