Olimpíadas 2021: Pontuação e regras da escalada nos Jogos Olímpicos
Menu & Busca
Olimpíadas 2021: Pontuação e regras da escalada nos Jogos Olímpicos

Olimpíadas 2021: Pontuação e regras da escalada nos Jogos Olímpicos

Home > Notícias > Esporte > Olimpíadas 2021: Pontuação e regras da escalada nos Jogos Olímpicos

As Olimpíadas 2021 começaram oficialmente no dia 21 de julho, contudo, a escalada estreia apenas no dia 03 de agosto. O esporte é uma das novas modalidades adicionadas para os Jogos Olímpicos de Tóquio, porém, essa competição é muito popular em países europeus e asiáticos.

A escalada é uma das novas modalidades nas Olimpíadas 2021.
A escalada é uma das novas modalidades nas Olimpíadas 2021. | Foto: Reprodução.

Mas se você acredita que as regras da escalada esportiva irão se aplicar nas Olimpíadas, está enganado. O comitê olímpico criou suas próprias regras e sistema de pontos, para que os atletas tenham uma experiência única com a escalada esportiva olímpica.

Dito isso, conheça as regras e pontuação da escalada nas Olimpíadas 2021 em Tóquio.

Escalada nas Olimpíadas 2021: Conheça as regras e o sistema de pontuação do esporte

A escalada esportiva é uma modalidade em que o objetivo é, como o próprio nome indica, escalar superfícies verticais que podem ser paredões de rocha ou gelo, blocos de pedra, falésias e montanhas. A origem desse esporte é datada de 1786, quando os franceses Jacques Balmat e Michel Paccard escalaram o Mont Blanc, uma montanha que atinge uma altitude de 480.873 metros, localizada nos Alpes, na fronteira entre França e Itália.

A escalada, que durante muitos anos foi considerada um treino para a prática do alpinismo e montanhismo, foi ganhando novas configurações com o passar dos anos. Com a popularização dessa prática, novas técnicas foram surgindo e atletas passaram a se dedicar a essa modalidade. Foi assim que de um treino, a escalada se tornou uma modalidade esportiva e que, recentemente, foi considerada um esporte olímpico.

As regras e o sistema de pontuação da escalada esportiva foram criados pelo International Federation of Sport Climbing (IFSC). O sistema que será utilizado nas Olimpíadas 2021, no entanto, será diferente do criado pela federação, porém, algumas regras básicas permanecem. Serão 20 atletas que disputaram as três modalidades, obrigatoriamente, da escalada esportiva. Essa escolha foi devido à falta de espaço na vila olímpica e a indisponibilidade de medalhas para atender atletas de todas as modalidades.

Regras básicas da escalada esportiva

O objetivo da escalada esportiva é o competidor subir um local íngreme utilizando técnicas e habilidades. No decorrer do percurso existem apoios para que o atleta se apoie e em cada agarrada ele deve demonstrar um conhecimento do esporte. No final, quem conseguir realizar no menor tempo e com as melhores técnicas o percurso ganha a competição.

Existem três modalidades nesse esporte que utilizam as regras e o sistema de pontuação criado pelo IFSC durante suas competições. Essas modalidades são: speed, boulder e lead.

As três modalidades possuem alguns pontos em comum, como o uso de cordas para assegurar a segurança do atleta, o uso de força, flexibilidade e habilidade, além de que o competidor deve escalar utilizando apenas as mãos e os pés, protegidos com luvas e sapatos apropriados.

Speed

Nessa modalidade, dois escaladores, presos a cordas de segurança, devem escalar uma parede de 15 m de altura, colocada em um ângulo de 95 graus. O intuito é que ambos escalem a mesma rota e ao mesmo tempo, porém, ganha aquele que for mais rápido, ou seja, que chegue ao topo antes do outro competidor.

O tempo estimado para os eventos masculinos é de cinco a seis segundos, enquanto os femininos duram em média sete a oito segundos.

No speed é extremamente proibido largadas falsas, ou seja, sair antes que o cronômetro comece a rodar. O atleta que cometer esse erro será automaticamente desclassificado.

Boulder

Na modalidade boulder, os competidores devem escalar todas as rotas fixas em quatro minutos. A parede de escalada possui 4,5 m de altura e é equipada com tapetes de segurança. Cada percurso da modalidade possui uma dificuldade distinta. A competição encerra quando o primeiro competidor agarra a última pegada, localizada no topo da parede, com as duas mãos.

A parede utilizada para a competição de boulder possui uma série de desafios, como saliências, apoios pequenos e distanciados. No decorrer do percurso, o competidor necessita de inúmeras habilidades e técnicas para passar pela parede.

A boulder permite que seus atletas encaram a parede sem cordas de segurança, pois estão protegidos pelos tapetes de segurança que ficam em torno de suas rotas. O atleta que cair terá mais uma chance de retornar a parede e fazer o percurso novamente. Aqueles, no entanto, que caiam pela segunda vez estarão desclassificados.

Lead

O lead é a modalidade mais popular na escalada. No Brasil, ela é conhecida como escalada de vias guiadas, mas também pode ser conhecida como escalada guiada e dificuldade. Nessa modalidade, as paredes possuem em torno de 12 metros e o tempo estimado para a prova é de 6 minutos.

Além disso, durante o percurso, alguns tipos de seguranças são colocados e os atletas devem respeitar as regras impostas para elas. As exigências são:

  • Obrigatoriamente passar a corda por cada mosquetão das costuras;
  • É proibido fazer z-clip;
  • Não desescalar durante o percurso;
  • Segurar na costura para evitar uma queda não pode;
  • Não costurar com os dois pés no chão.

No lead, todos os atletas podem se classificar, mas apenas 16 seguem para a semifinal e apenas 8 para a final. Em relação à pontuação, o que conta é a progressão na parede, ou seja, a cada agarrada, o participante ganha um ponto e a avaliação de técnicas e habilidades é secundária. Quem alcançar o topo mais rápido e com o maior número de agarradas vence.

Regras e pontuação da escalada esportiva nas Olimpíadas 2021

A escalada esportiva nas Olimpíadas 2021 em Tóquio terá regras próprias, mas que se baseiam no código original estabelecido pelo IFSC. Além disso, foi estabelecido que os 20 atletas que se classificaram para a competição devem passar pelas três modalidades possíveis de escalada.

A decisão foi tomada após o comitê olímpico perceber a falta de espaço na vila olímpica para acomodar muitos atletas, e pela disponibilidade de medalhas. Ficou decidido que a premiação da escalada esportiva será por gênero e não por disciplinas como em outras modalidades olímpicas.

Os 20 atletas deverão competir nas três modalidades e aqueles que pontuarem melhor em cada categoria irão se classificar. A competição de escalada nas Olimpíadas 2021 acontecerá da seguinte forma:

  • 2 tentativas por atleta na modalidade speed (velocidade). Aquele que fizer o melhor tempo vence;
  • 5 linhas de boulder, com 5 minutos disponíveis para cada linha. Aquele que chegar ao topo com o menor número de tentativas vence;
  • 2 vias principais que os atletas poderão visualizar com antecedência.

No final, as classificações dos atletas, que irão de 1º a 20º colocado, serão multiplicadas, formando o ranking dos medalhistas da escalada esportiva nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Exemplo:

  • 1º em velocidade x 3º no boulder x 7º na via guiada = resultado marca 21
  • 3º em velocidade x 3º no boulder x 3º na via guiada = resultado marca 27
  • 10º em velocidade x 8º no boulder x 6º na via guiada = resultado marca 480

O menor resultado da multiplicação vence e leva a medalha de ouro. Esse sistema de pontuação se difere daquele estabelecido pelo IFSC, pois, originalmente, é decidido aquele que possui o maior número de pontos.

As provas de escalada esportiva nas Olimpíadas 2021 começam dia 03 de agosto, terça-feira, às 5h no horário de Brasília. Para saber mais sobre as novas modalidades dos Jogos Olímpicos de Tóquio, confira aqui!

________________________________________
Por Luiza Nascimento – Redação Fala!

Tags mais acessadas