Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
O “muro” que não separou os imigrantes no VMA

O “muro” que não separou os imigrantes no VMA

Por Bianca Dias – Fala!Anhembi

As políticas externas de “tolerância zero” adotadas pelo atual presidente dos EUA, Donald Trump, não são novidades, porém as discussões acerca dessa temática continuam e são cada vez mais necessárias.

Pelo segundo ano consecutivo, o rapper Logic derrubou o muro existente em diversos assuntos e trouxe notoriedade a uma questão que está muito presente no mundo: a imigração. A separação de famílias imigrantes foi um dos temas abordados durante a performance do rapper junto ao Ryan Tedder, vocalista da banda OneRepublic, no VMA 2018 (Video Music Awards).

A música One Day, que ganhou espaço de destaque na noite de premiações, carrega uma mensagem motivacional e fala sobre dificuldades trazendo não só realidade enfrentada pelos imigrantes nos EUA, como, também, uma denúncia social contra o preconceito e xenofobia.

A diversidade e alteridade tiveram ênfase na apresentação com a presença de crianças de diversas etnias usando camisetas dizendo ‘We Are All Human Beings’ (Somos todos seres humanos) e logo atrás delas a representação de um muro, cujo qual era quebrado/derrubado e diversos familiares imigrantes, que foram deslocados pelas políticas de fronteiras, tinham sua devida liberdade, assim formando um elo com todos os outros já presentes no palco. O cantor Logic usava uma camiseta que dizia ‘F*ck the wall’ (F*da-se o muro) como forma de manifestação sobre a política adotada pelo presidente dos EUA, já o vocalista do OneRepublic usava uma blusa escrita ‘Lost In Love’ (Perdido no amor).

Em 2017, o artista Logic já havia feito uma performance que também teve grande relevância quando trouxe para discussão a temática sobre o suicídio, com a música ‘1-800-273-8255’ junto à Alessia Cara e ao Khalid, logo após a apresentação as linhas de prevenção ao suicídio subiram cerca de 50%.

Um dos resultados dessa equação adotada por Trump está presente no decreto assinado em 2017, que tem como premissa deter legalmente qualquer indivíduo que esteja atravessando de forma ilegal a fronteira do país, o que acabou ocasionando a crise imigratória e a separação de famílias imigrantes.

0 Comentários