Opinião: Influência da psicologia no desenvolvimento das relações humanas
Menu & Busca
Opinião: Influência da psicologia no desenvolvimento das relações humanas

Opinião: Influência da psicologia no desenvolvimento das relações humanas

Home > Lifestyle > Saúde > Opinião: Influência da psicologia no desenvolvimento das relações humanas

Humanos são criaturas complexas. Tão complexas que nem mesmo nossa própria espécie consegue nos entender totalmente, ainda levaremos muito tempo para isso, mesmo com o avanço das tecnologias, as neurociências e a Inteligência Artificial com seus algoritmos que podem antecipar décadas de pesquisa e estudos sobre nosso comportamento, tudo parece muito distante. 

Existem várias provas dessa ignorância espalhadas pela história. Na idade média, por exemplo, nós, como raça queimávamos mulheres que pensavam diferente alegando serem bruxas malignas. Sem contar o período da Inquisição, onde a igreja também queimava pessoas, simplesmente por discordar de seus ideais.  

As pessoas sempre tiveram medo do diferente e do desconhecido, por não saberem explicar algo que não faz parte da vida delas. Pessoas com doenças mentais, por exemplo, até não muito tempo atrás, eram tratadas como malucas, com muita discriminação e desprezo, quando não com medo. Para tratar essas pessoas eram usadas técnicas extremamente violentas como fortes correntes de choque, lobotomias e outros métodos sem fundamento algum. 

psicologia
Entenda como a psicologia influenciou as relações humanas. | Foto: Reprodução.

Um novo olhar sobre o desconhecido

A situação foi mudando gradualmente com a existência de vários pensadores que foram pouco a pouco quebrando as pernas da ignorância humana. 

Primeiro veio Copérnico, mudando o conceito mais certo que a humanidade tinha na época. Assim, falou que não era o Sol que girava em torno da Terra, mas, sim, o contrário. Hoje, essa informação parece bem básica, mas, na época, ele chegou a receber ameaças e ser perseguido por quebrar as crenças de muitos fanáticos. 

Logo depois, veio Descartes e sua famosa frase, “Penso, logo existo”, uma frase que parece simples de primeira, mas que, na verdade, resume cerca de 80 páginas sobre uma verdade universal que, de acordo com ele, não pode ser questionada: nossa existência.  

Ambos os pensadores (e dezenas de outros) ajudaram muito a humanidade a sair da sua ignorância e evoluir como um povo, fazendo com que as pessoas pensassem muito mais sobre si mesmas. Em meados do século XIX, surgiu outro pensador, chamado Sigmund Freud, que trouxe um novo ponto para ser analisado e que, até hoje, é considerado essencial para a humanidade, a psicanálise. Com a chegada dessa nova área de estudo, conseguimos aprender muito mais sobre o grupo de átomos mais complexo já visto na história, o ser humano.   

Influência da psicologia e da psicanálise na sociedade

Freud nos deu a capacidade de compreendermos mais sobre nós mesmos, com isso, também aprendemos a tolerar. Quando percebemos que nós somos indivíduos únicos na terra e que mais ninguém pensa da mesma maneira que nós, conseguimos perceber que a única coisa que temos em comum é o fato de sermos completamente diferentes. Com isso, as pessoas começaram a olhar mais para o próximo e relevar certas coisas pelo bem maior de conviver em uma sociedade.   

Pessoas com doenças mentais deixaram de ser tratadas como malucas à medida que entendemos melhor como funciona o aparelho psíquico, nossa formação, a carga genética que carregamos, o ambiente que nos molda, os traumas, frustrações. Passamos a aceitar comportamentos diferentes, especiais.

Mudanças de comportamento e nas relações

Com todo esse efeito dominó, essa área de estudo começou a ser levada cada vez mais a sério, fazendo com que surgissem profissionais cada vez mais capacitados, o que levou a uma evolução da sociedade, por que como que um médico pode cuidar de alguém, se, na verdade, ele está com problemas muito maiores que passam a barreira da saúde física? Isso se estende para todas as profissões, as pessoas só conseguem viver com uma saúde emocional estável, caso contrário, nosso maior presente, a vida, se torna nosso maior fardo. 

Até em exemplos mais cotidianos, nós conseguimos enxergar a mudança que a psicologia trouxe para o nosso mundo, graças a ela, hoje somos capazes de juntar pessoas que são mais parecidas para, por exemplo, elevar o nível de uma área em certa empresa ou até mesmo para fazer uma equipe de qualquer modalidade esportiva funcionar melhor, fazendo com que os indivíduos de tal grupo possam entender suas diferenças para deixá-las de lado e focar no objetivo comum – que pode ir de bater uma meta no trabalho até ser campeão de alguma competição.  

As relações humanas evoluíram muito rapidamente com a psicologia e nós, como sociedade, ainda não estamos nem perto de um mundo utópico. Diferenças ideológicas ainda impedem o convívio social, muitas pessoas ainda consideram doenças mentais como frescura, muitos não conseguem olhar para si mesmos antes de criticar o próximo.

Esses são só alguns dos obstáculos que nos impedem de viver em paz um com os outros, mas, graças à psicologia, nós podemos falar, pelo menos, que já deixamos muitas barreiras para trás e podemos deixar muitas outras no passado, se aceitarmos que essa área é essencial na nossa vida e cuidarmos da nossa mente, com a mesma dedicação que cuidamos do nosso corpo. 

_______________________
Por Gabriel Vargas – Fala! Cásper

Tags mais acessadas