Horas complementares na quarentena: Oportunidade de melhorar o currículo
Menu & Busca
Horas complementares na quarentena: Oportunidade de melhorar o currículo

Horas complementares na quarentena: Oportunidade de melhorar o currículo

Home > Universidades > Horas complementares na quarentena: Oportunidade de melhorar o currículo

Uma parte da formação dos alunos do ensino superior é gasta com as chamadas “horas complementares“, cujo principal objetivo é fazer o estudante se engajar em atividades extracurriculares. Cada universidade e cada curso podem possuir regras diferentes para completá-las, mas, geralmente, se tratam de mais de 100 horas a serem gastas com projetos, iniciações científicas, monitorias, voluntariado, estágio, cursos, eventos e outros.

A pandemia causada pelo vírus Covid-19 se tornou um empecilho para as instituições de ensino presencial, tendo algumas que, meses depois, ainda não conseguiram se adaptar ao modelo de ensino a distância. Além desse problema, entram as questões do tempo de formação dos alunos – que irá aumentar – e o preenchimento de suas horas complementares – cessado devido à ausência de contato com a universidade.

Portanto, aqui serão listados alguns tipos de horas complementares que podem se obtidas ficando em casa e indicações de onde consegui-las.

Horas complementares na quarentena
Veja como conseguir horas complementares na quarentena. | Foto: Unsplash.

Como conseguir horas complementares na quarentena

Palestras, workshops e debates

Em redes sociais, como Facebook, Instagram e LinkedIn, não é difícil encontrar empresas que estão realizando atividades on-line voltadas para aqueles que pretendem entrar no mercado de trabalho.

Uma dica seria procurar por empresas grandes, como Ambev e Votorantim, ou até mesmo empresas de recursos humanos, como Matchbox e muitas outras. Além disso, pode-se procurar diretamente por área de interesse ou instituições de pesquisas, muitas palestras ainda estão ocorrendo por videoconferência.

Projetos de extensão e iniciações científicas

Atividades que não dependem necessariamente da presença dos alunos e podem ser desenvolvidas individualmente, os projetos que intendem impactar nossa sociedade e as pesquisas realizadas com orientação de professores, ainda permanecem ativas

Se você ainda não faz parte de algum desses programas do seu curso, é importante ficar atento aos editais de seleção, muitos ainda estão ocorrendo, mesmo agora.

Cursos on-line

Plataformas que oferecem cursos on-line não são uma novidade e existem muitas espalhadas pela Internet, no entanto, é importante saber administrar o tempo e esforço para se manter produtivo. A primeira pergunta a se fazer seria: “qual curso agregaria mais a minha carreira?”, e a segunda “quanto tempo, esforço e dinheiro eu pretendo gastar com isso?”.

Independente da área que escolher e das condições para realizá-lo, é possível achar um curso. Em razão disso, abaixo serão indicados somente sites com cursos gratuitos e que possam ser atrativos para diversos públicos.

  1. Fundação Bradesco – Cursos gratuitos com foco em ferramentas como Excel, Word e Power Point.
  2. Udemy – Diversos cursos nos mais variados preços, mas é possível encontrar alguns gratuitos ou em promoções.
  3. Data Science Academy – Este site possui 5 cursos gratuito ligados à ciência de dados e às ferramentas Power BI e Python.
  4. Rock University – Possuem cursos gratuitos com foco no marketing e vendas.

Enfim, estas são as principais formas de se obter horas complementares na quarentena. Mas é importante que cada aluno verifique as regras de sua universidade, pois podem haver restrições ou até mesmo mais possibilidades.

________________________
Por Allan Ruivo Wildner – Fala! UFPR

Tags mais acessadas