Menu & Busca
Greve de ônibus em SP: Rodízio suspenso e Metrô reforçado

Greve de ônibus em SP: Rodízio suspenso e Metrô reforçado


Motoristas e cobradores de ônibus de São Paulo estão em greve desde ontem (05) para protestar contra a redução da frota, linhas de ônibus e pela manutenção dos postos de emprego que podem ser retirados de acordo com o plano gestor do prefeito de São Paulo, Bruno Covas. Nos horários de pico, os ônibus funcionarão com frota de 70% e nas demais horas com apenas 50% da circulação habitual.

Motoristas e cobradores de ônibus entram em greve em SP

A justiça do trabalho determinou os parâmetros para a greve e o sindicato dos trabalhadores disse que respeitará a decisão. Caso não haja 70% da circulação em horário de pico e 50% da circulação nas demais horas, poderá ser aplicada uma multa de R$ 100 mil por dia, segundo a SPTrans

Metrô em São Paulo

O Metrô e a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) têm operação especial, com reforço de trens a linha 9-Esmeralda, além da 11-Coral, que registrou excesso de passageiros no início da manhã, 1-Azul e 3-Vermelha

Rodizio de veículos suspenso

A Prefeitura de São Paulo (PMSP) e a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT) suspenderam o rodízio municipal de veículos por conta da grave de ônibus. Também está suspensa a Zona Máxima de Restrição a Fretados e liberado o uso gratuito das vagas de Zona Azul. As 8h30 de hoje (06), a CET (Companhia de Engenharia e Tráfego) informou que a cidade registrou 73 km de lentidão

Terminal Parque Dom Pedro II tem saídas bloqueadas

Manifestantes bloquearam as saídas e entradas do Terminal Parque Dom Pedro II utilizando ônibus estacionados para impedir a passagem por volta de 8h20 desta manhã.

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas