GP da Holanda: domínio de Verstappen sob a fumaça laranja em Zandvoort
Menu & Busca
GP da Holanda: domínio de Verstappen sob a fumaça laranja em Zandvoort

GP da Holanda: domínio de Verstappen sob a fumaça laranja em Zandvoort

Home > Notícias > Esporte > GP da Holanda: domínio de Verstappen sob a fumaça laranja em Zandvoort

Correndo em casa pela primeira vez na F1, Max Verstappen venceu a corrida na Holanda

Max Verstappen e o “Exército Laranja” no GP da Holanda.
Max Verstappen e o “Exército Laranja” no GP da Holanda. | Foto: Clive Rose – Formula 1/Formula 1 via Getty Images.

Neste domingo (5), a Fórmula 1 voltou às pistas após o cancelamento do Grande Prêmio da Bélgica, mas dessa vez o tempo permitiu que a prova acontecesse. Na reestreia do circuito de Zandvoort na categoria, a corrida não proporcionou tanta emoção, mas em uma verdadeira batalha de estratégias, Max Verstappen e Red Bull foram dominantes e saíram da Holanda com mais uma vitória no campeonato.

A classificação no GP da Holanda e a pole de Max Verstappen

Em um sábado ensolarado em Zandvoort, os pilotos foram para a pista para a disputa do treino classificatório. Os eliminados no Q1 foram Nikita Mazepin, Mick Schumacher, Robert Kubica, substituindo Kimi Raikkonen que se contaminou com a Covid, e duas grandes surpresas: Sebastian Vettel em 17º e Sergio Pérez em 16º.

No Q2, foram duas bandeiras vermelhas após acidentes das Williams de George Russell e Nicholas Latifi. Alguns pilotos acabaram sendo prejudicados por conseguir fazer apenas uma tentativa, entre eles, Lando Norris, que não foi para o Q3 pela primeira vez na temporada. Os outros eliminados foram Yuki Tsunoda, Lance Stroll e os dois pilotos da Williams.

No Q3, após fazer uma volta quase perfeita, Max Verstappen assegurou mais uma pole position no ano, desta vez diante de sua torcida. Lewis Hamilton quase tirou o primeiro lugar do rival, mas acabou ficando 38 milésimos atrás, com a segunda posição. Valtteri Bottas, o qual foi anunciado nesta segunda-feira (6) como piloto da Alfa Romeo para 2022, ficou com a terceira colocação.

Fechando o Top 10: Pierre Gasly em 4º; Charles Leclerc em 5º; Carlos Sainz em 6º; Antonio Giovinazzi em 7º; Esteban Ocon em 8º; Fernando Alonso em 9º e Daniel Ricciardo em 10°.

Max Verstappen foi o pole position na Holanda.
Max Verstappen foi o pole position na Holanda. | Foto: Dan Mullan/Getty Images.

Domínio de Max Verstappen em Zandvoort e mais uma vitória do holandês 

Para o alívio dos fãs da Fórmula 1, o domingo amanheceu ensolarado na cidade de Zandvoort, no litoral holandês, e a corrida aconteceria normalmente. As luzes se apagaram e pela primeira vez desde o GP da Hungria, em 1º de agosto, os pilotos estavam disputando uma corrida. Na largada, os pilotos do pelotão da frente mantiveram suas posições e de maneira surpreendente, nenhum acidente aconteceu na primeira volta, se tratando de uma pista tão estreita e apertada.

Apesar de não ter acontecido nenhum choque mais grave, muitos carros se tocaram na primeira volta, mas sem causar maiores problemas. Após algumas voltas com muitas disputas por espaço, a poeira baixou e o temido ‘trenzinho’ se formou, o que costuma ser comum em pistas mais curtas com poucos pontos de ultrapassagem.

De modo geral, todas as posições foram mantidas até que as paradas nos boxes começaram a ser efetuadas. Na 21ª volta, Lewis Hamilton foi o primeiro a parar entre os líderes e logo na volta seguinte, Max Verstappen também realizou seu pit stop, voltando à frente de Hamilton, mas atrás de Bottas, que ainda deveria realizar sua troca de pneus. 

Naquele momento o papel do finlandês da Mercedes era de tentar segurar ao máximo Verstappen, para que Hamilton conseguisse se aproximar do carro da Red Bull. Valtteri até que tentou, mas ao chegar na reta principal, Max o ultrapassou com certa facilidade e reassumiu a primeira colocação da corrida.

Na volta 37, Sebastian Vettel acabou rodando sozinho e quase se envolveu em um acidente mais grave com Valtteri Bottas que vinha logo atrás. Para a sorte de ambos, nada aconteceu e Vettel voltou para a prova sem problemas.

Após largar dos boxes, Sergio Pérez realizou uma boa corrida de recuperação e na 54ª volta, ultrapassou Daniel Ricciardo, assumindo a 10ª posição e entrando na zona de pontuação. Algumas voltas depois, atacou outra McLaren e após uma disputa com alguns toques, realizou a ultrapassagem em Lando Norris e subiu para o 9º lugar.

Na 70ª volta, Valtteri Bottas foi para os boxes para colocar pneus macios. O finlandês foi para fazer a volta mais rápida, quando foi avisado em seu rádio que era para não fazê-la. Ignorando as ordens da equipe, cravou a volta mais rápida, mas Lewis Hamilton ainda conseguiu superá-lo na última volta e ganhar o ponto extra.

Após 72 voltas liderando de ponta a ponta, correndo em sua casa e diante de sua imensa torcida, Max Verstappen foi o primeiro a ver a bandeira quadriculada e venceu o GP da Holanda. Lewis Hamilton foi o segundo colocado e Valtteri Bottas fechou o pódio com a terceira posição. Fechando o Top 10: Pierre Galsy foi o 4º; Charles Leclerc o 5º; Fernando Alonso o 6º; Carlos Sainz o 7º; Esteban Ocon o 8º; Sergio Perez o 9º e Lando Norris o 10°.

O pódio do GP da Holanda deste domingo.
O pódio do GP da Holanda deste domingo. | Foto: Reprodução.

No Campeonato de Pilotos, Max Verstappen reassume a liderança com 224,5 pontos; Hamilton é o segundo com 221,5 e Bottas o terceiro com 123 pontos. No Campeonato de Construtores a Mercedes segue em primeiro com 344,5 pontos; a Red Bull é a segunda colocada com 332,5 e a Ferrari assumiu o terceiro lugar com 181,5 pontos.

No próximo fim de semana a Fórmula 1 já estará de volta para a realização do tradicionalíssimo Grande Prêmio da Itália, em Monza. Será a terceira seguida de Verstappen, Hamilton se recupera no Campeonato ou uma nova zebra irá aparecer em Monza? Aguarde as cenas dos próximos capítulos da Fórmula 1 em 2021.

*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala! Universidades. Se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

__________________________________________________

Por Filipe Saochuk – Fala! PUC-SP

Tags mais acessadas