Globo perde exclusividade na transmissão da seleção que estreia hoje
Menu & Busca
Globo perde exclusividade na transmissão da seleção que estreia hoje

Globo perde exclusividade na transmissão da seleção que estreia hoje

Home > Entretenimento > Globo perde exclusividade na transmissão da seleção que estreia hoje

Nessa sexta-feira (9), se inicia as eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo em Qatar, no ano de 2022, com o jogo de estreia do Brasil contra a Bolívia, marcando o campeonato depois de uma grande inércia ocorrida nos campos de futebol de todo mundo por causa da crise causada pela pandemia do coronavírus.

Dessa forma, 2020 chega com novidades, principalmente na transmissão, a qual não apenas a Globo tem o direito de transmitir as partidas, mas também a plataforma de streaming Guigo TV, segundo o site UOL, a qual confirmou o direito da plataforma para transmitir os dois primeiros jogos do Brasil na eliminatória, além de outras partidas afirmadas por acordos com as federações já que a CONMEBOL.

Logomarca do streaming que transmitirá algumas partidas das eliminatória sul-americanas. / Foto: Reprodução.

Conforme a UOL, as federações decidiram transmitir para a plataforma de streaming diante de um longo período de conversa sobre a distribuição dessa transmissão. Nessa visão, o monopólio das partidas não será mais da grande emissora por consequência da crise gerada pela Covid-19 ao criar um deficit nas contas da Globo.  

Além disso, há um obstáculo no que se refere na transmissão dos jogos da Copa do Mundo, em 2022, pela Globo, pois a emissora entra com uma justificativa de  problemas financeiros e inicia uma disputa judicial com a FIFA para ter os direitos de transmissão do grande evento de futebol. A Globo pedi para a Justiça que fosse suspenso um total de US$ 90 milhões do contrato com a entidade máxima do futebol mundial, a FIFA.

Globo tem dificuldades financeira e inicia uma disputa judicial com a FIFA para ter os direitos de transmissão da Copa do Mundo 2022. / Foto: Reprodução.

A emissora tem entrado em um momento crítico, mas não apenas financeiramente, como também moral por conta da política brasileira. Somado a isso, a pandemia não contribuiu para o panorama da empresa, assim, não apenas a transmissão do evento da Copa do Mundo será dispersada, mas também a Libertadores que é transmitida no Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) e Band, conforme informações da Veja, as quais compraram os direitos de transmissão do evento.

CRISE NA GLOBO E CONTRATOS NÃO RENOVADOS

Diante dos obstáculos da Emissora para o pagamento das dívidas, há uma solução que envolvem contratos não renovados e talvez um adeus às figuras que marcam as encenações da Globo. Nomes estão indo embora da emissora como o Bruno Gagliasso, Débora Nascimento e José Loreto, além de Renato Aragão, José de Abreu e Vera Fischer também, de acordo com a UOL.

Desde o ano passado a emissora tem proporcionado essa quebra de relação com os atores, diminuindo o gasto de milhões de reais. Mas, obviamente esse não será o fim dos atores na telas, por exemplo, o ator Bruno Gagliasso já faz parte do streaming de grande sucesso, a Netflix, que já incluiu o artista e o fez participar de um pequeno vídeo para promover a série ‘La Casa de Papel’, confira:

Bruno Gagliasso entra para a Netflix e faz propagando para promover ‘La Casa de Papel’. / Fonte: Youtube.

Além disso, após a suspeita de uma possível candidatura de Luciano Huck nas eleições de 2022, o nome do apresentador quase foi listado como mais um que estaria fora dos estúdios Globo, pois a emissora não deseja ter o envolvimento com políticos e tornar sua postura imparcial em relação a política, segundo o jornal Metrópoles.

Contudo, a decisão teria que ser tomada em julho, mas o programa desde tal mês está sendo transmitido pela rede Globo, levando a conclusões de que decisão da candidatura de Luciano não está concretizada.

Por Amanda Marques – Redação Fala!

Tags mais acessadas