Menu & Busca
Festival Sons da Rua: conheça os principais artistas do evento

Festival Sons da Rua: conheça os principais artistas do evento


Nesse sábado (2), acontecerá o Festival Sons da Rua, maior evento voltado à cultura Hip Hop do Brasil, na Arena Corinthians, em Itaquera. Serão quase 10 horas de festa com as mais diversas atrações, desde o palco principal, onde os artistas cantarão e os DJ’s comandarão as pickups, o palco das batalhas, onde os MC’s duelarão, além dos food trucks e espaço de tranças.

A line up do evento já foi divulgada, e propõe o encontro da velha e nova geração, desde a época que a cultura Hip Hop chegou ao Brasil, com os eventos na estação São Bento, com Thaíde, que será o embaixador do festival, até ao fenômeno Djonga, que iniciou sua carreira como rapper em 2015 e hoje já é um dos nomes mais importantes da cena.

Entre os 11 artistas que tocarão no palco principal, os de maior destaque são: Cynthia Luz, Djonga, Rincon Sapiência e Criolo.

Por isso, nós do Fala! iremos mostrar a biografia desses artistas pra vocês ficarem ligados e já sentirem o gostinho da ansiedade pra sábado!

Cynthia Luz

Filha de pastores, começou sua carreira tocando violão em bares no interior de São Paulo. Em um belo dia, após postar um vídeo tocando violão e cantando em seu Instagram, Cynthia Luz recebeu uma mensagem de Froid, um rapper de destaque, e em pouco tempo, virou seu Backing vocal, foi o necessário para sua carreira estourar, após isso, lançou seu primeiro álbum “Do caos ao Nirvana”, em 2017, nesse ano, lançou seu segundo álbum, o excelente “Efeito Violeta”.

O que mais impressiona na carreira de Cynthia é sua ascensão vertiginosa em um curto espaço de tempo, de forma orgânica, lançou dois álbuns com participações grandes, com Djonga, Predella, Froid e Zeca Baleiro. Empoderada, sua voz é uma das mais influentes da cena do rap feminino no Brasil. Sua apresentação será às 14h.

Djonga

“Abram alas pro Rei”, seu verso em Hat Trick, música do seu último álbum lançado, Ladrão, parece representar o momento vivido em sua carreira, o nome mais bombado no momento é nome confirmado também no Lollapalooza do ano que vem. Com um discurso forte, intrínseco, sempre fazendo questão de enaltecer a cultura preta, Djonga, que se apresenta às 16h, promete fazer um show com muita interação com o público, como de costume, na música “Olho de Tigre”, um “bate cabeça” no meio da pista é o ponto máximo da apresentação, no sábado não será diferente.

Rincon Sapiência

Iniciando sua carreira musical em 2000, Rincon (Vulgo Manicongo, certo?) teve projeção nacional apenas em 2016, com o lançamento do single Ponta de Lança, que somente no YouTube já conta com mais de 22 milhões de visualizações. No ano seguinte, Rincon lançou seu primeiro álbum, Galanga Livre, eleito pela Rolling Stone o melhor disco brasileiro de 2017.

O que impressiona em Rincon é sua versatilidade: suas músicas trazem guitarras, pagode, batidas de funk, e uma pegada de r&b com temáticas diferentes, desde a vida dos trabalhadores, o racismo estrutural e love song. É um artista completo. No festival, se apresenta às 17h45.

Criolo

Do Grajaú pro mundo, Criolo vai ser o responsável por fechar o festival. Seu show, o último, será às 21h.

Nada mais justo, afinal, Criolo é o que mais representa esse encontro da antiga e nova geração. Apesar de estar envolvido no hip hop desde o fim dos anos 80, só começou a publicar suas músicas em 2004, criou a Rinha dos Mc´s, um evento cultural que reunia todos os elementos da cultura hip-hop, o rap, o graffiti, a dança, discotecagem e batalhas de improviso.

Criolo hoje é um dos artistas mais influentes no cenário musical brasileiro, com 5 álbuns na rua, sendo um deles de samba e outro um tributo à Tim Maia e realizou turnês mundiais.

Sua poesia é atemporal, uma voz que ecoa quando reclama da falta de empatia em São Paulo ou na roda de samba com seu álbum “Espiral de Ilusão”. É um artista sem medo de testar novos ritmos, que além de representar (e muito bem) o rap, é um dos representantes mais importantes da música brasileira.

_________________________________________
Por Gabriel Herbelha – Fala! Cásper

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas