sexta-feira, 17 maio, 24
HomePolíticaDebate Globo: Veja os melhores momentos

Debate Globo: Veja os melhores momentos

Nesta quinta-feira (28), foi realizado último debate com os candidatos à presidências antes do 1° turno das Eleições 2022, que acontece no dia 02 de outubro, domingo. O Debate Globo reuniu os candidatos Ciro Gomes (PDT), Jair Bolsonaro (PL), Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Felipe D’Ávila (Novo), Simone Tebet (MDB), Soraya Thronicke (União Brasil) e Padre Kelmon (PTB).

Debate globo
O debate globo contou com 4 blocos. | Foto: Montagem/ Reprodução: G1

O debate foi mediado por William Bonner e teve 4 blocos. Os candidatos se enfrentaram fazendo perguntas uns aos outros. A ordem foi definida por sorteio.

No primeiro e terceiro bloco, as perguntas eram com tema livre. Já no segundo e quarto, os candidatos perguntavam de acordo com temas já determinados. Ao fim, cada um teve direito a fazer suas considerações finais.

A seguir veja os melhores momentos de cada bloco.

Melhores momentos do Debate Globo

1° bloco

Ciro Gomes pergunta sobre desigualdade social para Lula

O candidato Ciro Gomes abriu o primeiro bloco e questionou Lula sobre a desigualdade social durante o governo PT. “Como você explica que depois de 14 anos de governo do PT os 5 brasileiros mais ricos acumulassem, como acumulam hoje ainda os 100 milhões de brasileiros mais pobres?”.

Você deveria perguntar para mim como no governo do PT os mais pobres tiveram 80% de aumento real na sua renda, enquanto os ricos só tiveram 20%. Você poderia perguntar como nós geramos 22 milhões de empregos. Você poderia perguntar como nós aumentamos o salário mínimo em 77% no período em que eu fui presidente.

respondeu Lula

Felipe D’Ávila pergunta sobre corrupção do PT para Ciro Gomes

Felipe D’Ávila perguntou sobre a corrupção do PT: “Nós divergimos de algumas questões econômicas. Eu acredito no livre mercado, você acredita na intervenção do Estado. Mas tem uma coisa que nós sabemos e concordamos, o PT e o Lula foram autores do maior escândalo de corrupção da história do Brasil”.

Certamente. O presidente Lula reclama das mentiras do Bolsonaro, mas ele faz uma coisa mais hábil que o Bolsonaro e nisso ele é campeão, ninguém pode tirar esse valor dele. Ele pega um pedaço do governo e produz esses números. Mas os números que eu trouxe aqui são todos oficiais.

afirmou Ciro Gomes

Jair Bolsonaro pergunta sobre morte de Celso Daniel para Simone Tebet

O atual presidente questionou Simone Tebet sobre a morte de Celso Daniel: “A sua vice vem falando que Lula foi o mentor intelectual do assassinato de Celso Daniel. Qual é a posição da senhora sobre esse episódio?”

Primeiro que eu confio integralmente na minha vice. Agora eu lamento esta questão ser trazida num debate neste momento tão importante da história do Brasil e ser dirigida a mim. Eu acho que falta ao senhor coragem de perguntar isso ao candidato do PT, que segundo o senhor é envolvido, que está aqui.

opinou Simone Tebet

2° bloco

O 2° bloco teve tema definido por sorteio, assim como a ordem de candidatos que fariam as perguntas.

Felipe D’Ávila pergunta sobre cotas raciais para Lula

Felipe D’Ávila questionou Lula: “No seu governo, 120 bilhões de reais se perderam na corrupção, isso afetou muito a questão de cotas. Eu gostaria que você explicasse como o senhor, se eleito presidente, vai governar o país?”

Eu queria que você apenas compreendesse que a Lei de Cotas é o pagamento de uma dívida que o Brasil tem de 350 anos de escravidão. A Lei de Cotas permite que a gente recupere a possibilidade de enfrentar o racismo, o preconceito, de dar ao povo periférico a oportunidade de estudar. Você não sabe o prazer que eu tenho de ter sido um presidente que não tem diploma universitário que tirou a universidade brasileira de 3,5 milhões de estudantes para 8 milhões.

respondeu Lula

Soraya Thronicke pergunta sobre combate ao racismo para Padre Kelmon

Soraya Thronicke relembrou casos de racismo envolvendo o governo. “Como garantir a defesa da população preta, parda, indígena, que é o nosso maior povo, em meio a esse quadro de preconceito institucional?”

Essa política, que cria mais divisão, nós não podemos aceitar esse tipo de coisa. Nós temos que entender que, como nós somos brasileiros e irmãos uns dos outros, preto, branco, índio, mulato, pardo, nós somos todos cristãos também.

afirmou o Padre Kelmon

Lula pergunta sobre meio ambiente para Simone Tebet

Lula questionou Simone Tebet: “O que a senhora propõe para resolver a questão do clima no Brasil?”

No meu governo é desmatamento ilegal zero. Nós vamos devolver lá para Amazônia, para os biomas brasileiros, os órgãos de fiscalização e controle para que protejam as nossas matas. Nós vamos mostrar que não é meio ambiente ou agronegócio, é meio ambiente e agronegócio, é natureza e desenvolvimento.

respondeu a candidata

3° bloco

Jair Bolsonaro pergunta sobre governos de esquerda para Felipe D’Ávila

Bolsonaro perguntou a Felipe D’Ávila: “Qual a sua preocupação se o governo cair na mão da esquerda?”

Seria um desastre. A esquerda voltar ao poder nós já sabemos, é mais Estado intervindo na economia, prejudicando o mercado, separando o Brasil das cadeias globais de valor, ou seja. é tudo que nós não queremos. Nós precisamos avançar com a agenda liberal, nós precisamos abrir a economia.

opinou Felipe D’Ávila

Ciro Gomes pergunta sobre corrupção para Jair Bolsonaro

Ciro Gomes questiona Bolsonaro: “O senhor prometeu que ia moralizar. Mas o senhor não moralizou nada, está sob acusações pesadas, você e seus familiares, igual a seus antecessores”.

Ciro, que mentira. Corrupção generalizada onde? Hoje o Brasil está sendo um exemplo para o mundo na recuperação econômica. Estamos recuperando a economia. Não fale em corrupção familiar, onde é que tem corrupção na minha família, não minta.

respondeu o atual presidente

Lula pergunta sobre cultura para Ciro Gomes

Lula escolheu Ciro Gomes para falar sobre cultura: “Nós sabemos que a cultura vive um desmonte nesse país. Qual a tua proposta para a política de cultura para o país?”

Nós precisamos recuperar a ideia da dinâmica política, minha proposta é recriar o ministério da cultura e rever as leis de fomento. Eu quero adaptar as leis de fomento para que haja uma cota de estímulo a expressões de cultura popular.

propôs o candidato do PDT

4° bloco

Soraya Thronicke pergunta sobre eleições para Jair Bolsonaro

Soraya indaga o presidente sobre as eleições: “O que o senhor quer dizer que só vai respeitar as eleições se elas forem limpas e se o senhor pretende dar um golpe de Estado?”

O povo me conhece, estou há 3 anos e meio no governo. Um exemplo, não tem corrupção, teria se eu atendesse esses pedidos de cargos que eu neguei para a senhora. Esse é o modelo de governo que o Brasil precisava.

respondeu o presidente

Jair Bolsonaro pergunta sobre a Lei Rouanet para o Padre Kelmon

O atual presidente relembrou suas mudanças na Lei Rouanet e questionou o Padre se ele acredita que essa é a maneira adequada de tratar as cultura brasileira.

Eu fico impressionado como em outros governos a cultura brasileira foi desprezada, ainda se usando o dinheiro da Lei Rouanet. Usar o dinheiro da Lei Rouanet para a imoralidade é o que nós víamos neste governo anterior, no governo do PT.

opinou o Padre

Lula pergunta sobre agricultura para Ciro Gomes

O petista questionou Ciro Gomes sobre a agricultura: “Você acha que é necessário continuar a loucura do desmatamento irresponsável para aumentar a produção agrícola nesse país?”

Em absoluto. O Brasil não pode mais adiar aquilo que o meu projeto nacional propõe, que é um zoneamento econômico e ecológico. É fazer a linha mesmo no território, aqui pode, aqui não pode.

defendeu Ciro Gomes

Ao fim, cada candidato teve direito a fazer suas considerações finais.

___________________________________
Por Giovana Rodrigues – Redação Fala!

ARTIGOS RECOMENDADOS