Confira 5 filmes de terror assustadores baseados em fatos reais
Menu & Busca
Confira 5 filmes de terror assustadores baseados em fatos reais

Confira 5 filmes de terror assustadores baseados em fatos reais

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Confira 5 filmes de terror assustadores baseados em fatos reais

Os filmes de terror são um grande sucesso em todo o mundo e o gênero ganha cada vez mais fãs. Mas um bom filme de terror depende de diversos fatores e com certeza a história por trás interfere muito na opinião do público. Confira, a seguir, 5 filmes de terror que tiveram suas produções baseadas em histórias reais.

Conheça 5 filmes de terror que foram baseados em fatos reais.
Conheça 5 filmes de terror que foram baseados em fatos reais. | Foto: Freepik.

5 filmes de terror baseados em fatos reais

Invocação do Mal

A saga Invocação do Mal, que atualmente conta com três filmes, gira em torno do casal de investigadores paranormais mundialmente conhecidos: Ed e Lorraine Warren. Na trama, o casal trabalha para ajudar famílias que são assombradas por fenômenos paranormais e entidades poderosas. As histórias são baseadas em casos reais, que, claro, receberam “ajustes” para maior dramatização. 

Primeiro filme

O primeiro filme conta a história de um casal e suas cinco filhas, que compraram uma casa antiga, com um passado trágico. Sem saber da história do lugar, logo a família começou a presenciar acontecimentos sobrenaturais, como vozes e objetos se movendo e levitando. No filme, o casal Warren foi chamado e conseguiu solucionar o caso. Porém, na vida real isso não aconteceu e as presenças malignas ficaram ainda mais violentas após a tentativa de ajuda do casal. A família permaneceu na casa por bons anos, até ter condições de mudar para outro imóvel e fugir dos acontecimentos sobrenaturais.

Segundo filme

No segundo filme, uma mãe e seus quatro filhos são assombrados pelo espírito de um homem que viveu e morreu naquela casa. A entidade maligna tenta possuir Janet, uma das filhas. Apesar do casal Warren aparecer solucionando o caso, na vida real eles apenas visitaram a casa e deixaram o caso nas mãos de Maurice Grosse, da Sociedade de Pesquisa Psíquica.

Terceiro filme

E o terceiro filme, Invocação do Mal 3: A Ordem do Demônio, foi lançado em junho de 2021. Na trama, Ed e Lorraine Warren investigam o caso de um homem que alega ter cometido homicídio pois havia sido possuído pelo demônio. Pela primeira vez nos Estados Unidos uma possessão demoníaca foi usada como defesa criminal.

A história real foi um dos casos mais chocantes do casal Warren.

Annabelle

A história da boneca demoníaca que aparece em Invocação do Mal, ganhou destaque e seu próprio filme. Esse foi um dos casos de maior sucesso do casal Warren. A boneca, que realmente existiu, era um artigo de colecionador e foi parar com a estudante de enfermagem, Donna. Sua mãe a presenteou com a boneca quando começou a faculdade.

Réplica da boneca Annabelle.
Réplica da boneca Annabelle. | Foto: Unsplash.

Donna e sua colega de quarto começaram a notar alguns comportamentos estranhos da boneca, que mudava de posição e algumas vezes, até de cômodo. A partir disso, decidiram chamar um médium, que atestou que a boneca estava possuída pelo espírito de uma menina chamada Annabelle, que tinha morrido naquele mesmo apartamento.

Coisas cada vez mais bizarras começaram a acontecer. E quando um amigo das duas moças acordou sendo estrangulado pela boneca, um padre foi chamado para tentar resolver a situação, mas não foi o suficiente. E foi aí que o casal Warren entrou em ação, para ajudar o padre.

Horror em Amityville

O primeiro filme foi lançado em 1979 e foi baseado no livro The Amityville Horror, que conta a história do jovem Ronald DeFeo Jr, que matou toda a sua família a tiros de espingarda. Ronald contou aos policiais que ouvia vozes dentro da casa que o mandavam cometer os assassinatos. 

Após esse triste fim, a casa foi vendida para a família Lutz, que presenciou uma série de acontecimentos macabros e assustadores.

Em 2005 foi lançado o remake do filme de 1979, estrelado por Ryan Reynolds e Melissa George, interpretando o casal Lutz.

A história real por trás de um dos filmes de terror mais assustadores do cinema.
A história real por trás de um dos filmes de terror mais assustadores do cinema. | Foto: Unsplash.

O Exorcismo de Emily Rose

A história real do filme O exorcismo de Emily Rose aconteceu na Alemanha, nos anos 70, com uma menina chamada Anneliese Michel. A jovem começou a apresentar sintomas de possessão demoníaca aos 16 anos, quando iniciaram as convulsões e ataques epiléticos. 

Anneliese, que foi criada em uma família radicalmente católica, começou a sentir presenças demoníacas durante suas orações. As presenças ficavam cada vez mais fortes, dominando o corpo da jovem, que piorou consideravelmente. Depois de ter o pedido negado duas vezes, um padre e um pastor assumiram o caso e passaram a realizar duas sessões de exorcismo por semana na jovem Anneliese, que passava trancada em uma sala, sem comer, beber ou dormir. 

Anneliese faleceu aos 23 anos, com menos de 30 quilos. A autópsia apontou desnutrição e desidratação. Seus pais e os dois religiosos responsáveis pelos exorcismos, foram acusados de negligência e homicídio e considerados culpados por deixar a jovem morrer de fome.

O Exercismo de Emily Rose é baseado em um exorcismo real.
O Exercismo de Emily Rose é baseado em um exorcismo real. | Foto: Reprodução.

O Exorcista

Lançado em 1973, O Exorcista teve seu enredo baseado em um livro, de história real, inspirada no exorcismo de Robert Mannheim, de apenas 13 anos. A história macabra iniciou quando o tutor do menino, chamado de “tio Harret”, mostrou ao garoto o tabuleiro Ouija, afirmando que através dele, Robert poderia se comunicar com os mortos. Quando Harret faleceu, o menino iniciou as tentativas de comunicação com o tio, através do tabuleiro. A partir disso, iniciaram os comportamentos de possessão. 

O menino passou por diversos padres e pastores, os quais alegaram terem sido fortemente machucados, pois ele tinha uma força fora do normal. Além disso, afirmaram que Robert só falava latim durante as sessões. Após 30 dias de exorcismo, o garoto acordou sem lembrar de nada do que havia acontecido e livrou-se da criatura que o atormentava.

___________________________________________________________

Por Julya Bartz Boemeke Schmechel – Fala! Universidade Federal de Pelotas

Tags mais acessadas