Home / Colunas / Bob Wolfenson exibe retratos em exposição gratuita

Bob Wolfenson exibe retratos em exposição gratuita

Para celebrar os quase 50 anos de carreira de Bob Wolfenson, a exposição “Retratos”, em cartaz no Espaço Cultural Porto Seguro,  em São Paulo, apresenta fotografias que ilustram diferentes momentos da carreira do fotógrafo paulista.

Quem visita a exposição, se depara com fotos antigas, de meados de 1973 e algumas fotos inéditas, tiradas em 2018, que juntas totalizam mais de 200 imagens. A primeira parte da mostra é formada por fotografias de políticos como Paulo Maluf, Fernando Henrique Cardoso e Lula, em diferentes momentos de seus mandatos. Em seguida, o público confere também fotos marcantes da carreira de Bob, retratando famosos como Bruna Marquezine, Ludmilla, Rita lee, Caetano Veloso, entre outros ícones nacionais. Além de seu momento paparazzo, clicando na ruas nomes internacionais como Charles Chaplin, Sophia Loren e Yoko Ono.

Confira algumas fotos:

Informações:

Exposição: Retratos
Artista: Bob Wolfenson
Entrada: gratuita
Data: de 24.08 a 09.12
Horários: Terças a Sábados – das 10h às 19h / Domingos e feriados – das 10h às 17h
Local: Espaço Cultural Porto Seguro

Quem é Bob Wolfenson?
Bob Wolfenson é um fotógrafo brasileiro, nascido em 1954, em São Paulo. começou sua carreira aos 16 anos, como assistente de fotografia, na Editora Abril. Em 1974 passou a trabalhar como free-lancer. Em 1978 montou seu próprio estúdio e em 1982 foi morar em Nova Iorque e trabalhou como assistente do fotógrafo americano Bill King. Em 1985, já no Brasil, começou a fazer editoriais para revistas, dando um novo rumo para a carreira. Sou consagração como fotógrafo veio em 1996, com a exposição “Jardim da Luz”, no Museu de Arte de São Paulo. Bob fez clicou diversas musas para a Playboy e fotografou dezenas de top models para capas e editoriais de moda para renomadas revistas do segmento como a Vogue por exemplo.

Confira também

Unicórnios: onde começou essa moda?

Os Unicórnios dominaram tudo, deixando para trás os flamingos e os abacaxis. Hoje em dia ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *