Morre Berenice Azambuja: relembre a carreira da cantora gaúcha
Menu & Busca
Morre Berenice Azambuja: relembre a carreira da cantora gaúcha

Morre Berenice Azambuja: relembre a carreira da cantora gaúcha

Home > Entretenimento > Música > Morre Berenice Azambuja: relembre a carreira da cantora gaúcha

Na última quinta-feira (3), a cantora Berenice Azambuja morreu aos 69 anos. A gaúcha estava internada no Hospital São Vicente de São Paulo, em Passo Fundo, localizado na região norte do Rio Grande do Sul. Berenice lutava contra um câncer no pâncreas e faleceu após uma parada cardíaca.

Em abril deste ano, a artista recebeu alta do hospital após ter sido internada devido a complicações da Covid-19. Ao ter sido liberada, Berenice saiu pelos corredores do hospital tocando o acordeão em comemoração pela vitória.

A cerimônia de despedida acontece hoje (4) no município de Vila Lângaro, no norte do estado. O enterro está previsto para às 17h.

Berenice Azambuja
Berenice Azambuja foi uma das mulheres pioneiras na corrente cultural do tradicionalismo gaúcho. | Foto: Montagem/Reprodução.

Relembre a carreira de Berenice Azambuja

Nascida em 1952, Berenice Azambuja marcou a história da música regionalista gaúcha. Ainda criança, ela aprendeu a tocar o instrumento que fez parte de toda sua trajetória: o acordeão.

Aos 12 anos de idade, ela participou do programa Clube do Guri e acompanhou a cantora Elis Regina, que na época era criança. Mesmo bem jovem, Berenice já tocava em diversas regiões do estado. Durante a juventude, a artista começou a usar o chiripá, um traje masculino tradicional gaúcho. A peça de roupa trazia mais facilidade para os momentos em que tocava e por isso optou pelo uso, que marcou sua identidade artística.

Berenice Azambuja era uma das maiores referência da música nativista gaúcha e gravou 17 discos em sua carreira, sendo que três conquistaram o Disco de Ouro. A artista já se apresentou na TV nos programas de Faustão, Hebe Camargo e Jô Soares. Além disso, sua voz ultrapassou as fronteiras do estado. Berenice realizou shows em países do exterior como Portugal e Espanha.

Em 1987, a compositora gravou seu primeiro disco solo intitulado Gauchinha Faiceira. Já em 1980, lançou o disco Romance de Terra e Pampa, que carregava a sua música de maior sucesso: É isso que o velho gosta, canção composta em parceria com Gildo Campos.

Berenice Azambuja tentou iniciar a carreira política em 2016. Ela se candidatou à vereadora pelo PSD no município de Cidreira, litoral do Rio Grande do Sul, no entanto, não foi eleita.

______________________________
Por Lucas Kelly – Redação Fala!

Tags mais acessadas