Astronomia: de agosto a dezembro, de olho no calendário astronômico
Menu & Busca
Astronomia: de agosto a dezembro, de olho no calendário astronômico

Astronomia: de agosto a dezembro, de olho no calendário astronômico

Home > Notícias > Urbano > Astronomia: de agosto a dezembro, de olho no calendário astronômico

De chuva de meteoros a conjunções de planetas na astronomia. Veja o calendário astronômico repleto de riquezas que o céu nos contempla

O ceticismo nos permite distinguir fantasia do fato, testar nossas especulações. A riqueza do Cosmos é imensurável.

Cosmos, Carl Sagan.

Com tudo o que anda acontecendo em nosso país, temos um ponto de paz quando olhamos para o céu e percebemos que ele é infinito, cheio de riquezas e eventos fascinantes. Nos próximos seis meses, ainda tem muita coisa para acontecer, e a astronomia não fica fora disso. De olho no céu! O ano de 2021 só está 50% completo.

Astronomia
Cosmos. | Foto: Pixabay.

Astronomia: confira o calendário de eventos

Agosto

Nos dias 12 e 13 de agosto, preparem-se para mais uma chuva de meteoros. Meteoros Perseidas, associada ao cometa Swift-Tuttle, que tem esse nome devido aos meteoros parecerem vir da constelação de Perseus.

De 15 a 31 de agosto cinco planetas estarão visíveis ao mesmo tempo! Peguem seus telescópios, pois esse próximo alinhamento só será visto novamente em setembro de 2040. São eles: Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno. Visíveis a céu limpo no sentido contrário ao mar, ao sudoeste.

Agosto termina com o alinhamento desses cinco magníficos planetas, mas entre este evento, de 17 a 19, teremos a incrível conjunção de Mercúrio e Marte, que se aproximarão após o pôr do Sol. Talvez não seja difícil aos amantes da astronomia do norte e nordeste.

Setembro

Aproveite setembro com mais conjunção, que será entre os planetas Lua, Mercúrio, Vênus e a estrela Spica, que é a estrela mais brilhante da constelação de Virgem. Será entre os dias 8 e 9.

Outubro

Vamos para mais chuva de meteoros, porque uma vez observadas, sempre vamos querer ver mais. Os meteoros Táuridas, associados ao cometa Encke, localizado na constelação de Touro, dividido em duas chuvas de meteoros, e nas cores amarelo, laranja e vermelho, com a duração de visibilidade maior, acontecerá de 21 de outubro a 27 de novembro. Dia 9 de outubro, preparem-se, sim, para mais uma conjunção entre a Lua e Vênus e a estrela Antares.

Localiza-se na constelação de Órion e chegando à velocidade de 66 km/h, teremos chuva de meteoros Orionídeas, associada ao cometa 1P/Halley. Devido a serem bem finas, a lua cheia pode atrapalhar a visibilidade. Sua declinação facilita para que a chuva de Orionídeas seja observada em toda a Terra.

meteoros
Meteoros. | Foto: Pixabay.

Novembro

Em 17 de novembro, localizada na constelação de Leão, a partir desta data em todos os anos podem ser observadas no céu a chuva de meteoros Leônidas, associada ao cometa Tempel-Tuttle. Porém, neste dia, teremos mais uma lua cheia.

O eclipse lunar é ocultado pela sombra da Terra, quando o sol, a lua e a nossa Terra encontram-se em perfeito alinhamento com o nosso planeta, e no dia 19, é dia de eclipse lunar parcial. Para quem nunca viu, está aí mais uma oportunidade. Os contemplados a ver o eclipse estarão na América do Sul, no México e na América Central.

Dezembro

No último mês de 2021, ainda teremos mais alguns fenômenos astronômicos. Terminaremos com duas conjunções e uma chuva de meteoros.

Além da conjunção de lua, Vênus e Saturno no dia 07/12, no intervalo de uma semana, no dia 14/12, será visível a chuva de meteoros Geminídeas. Acredita-se ser associada de um asteroide da família Palas, e isso é o que faz a Geminídeas ser uma das chuvas de meteoros que não é originalmente de cometas (vale lembrar que outra chuva de meteoros que não se origina de um cometa é a Quadrântidas).

E no dia 31/12, mais uma conjunção entre lua, Marte e Antares. Marquem as datas no calendário, peguem seus telescópios e aproveitem os espetáculos celestes da astronomia, porque em 2022 ainda tem muito mais.

__________________________
Por Bianca Rocha – Fala! Anhembi

Tags mais acessadas