Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Apple perde seu posto de 3ª maior vendedora de smartphone no mundo

Apple perde seu posto de 3ª maior vendedora de smartphone no mundo

Após perder o segundo lugar para a Huawai, mais uma vez a Apple perde seu lugar no pódio, e deixa de ser a terceira maior vendedora de smartphone para a Oppo.

Aconteceu: a Apple acaba de perder seu lugar no pódio dos três maiores fornecedores de smartphones do mundo. Por um longo tempo instalado em segundo lugar, logo atrás da Samsung, o fabricante californiano teve que dar seu segundo lugar para a Huawei. Desta vez, a criadora do iPhone deixou o pódio, que foi tomado o pela empresa Oppo, chinesa, de acordo com o IHS Markit.

Apple deixa o trono para a Oppo

A Apple teria vendido 35,3 milhões de iPhone entre abril e junho, enquanto a Oppo vendeu 36,2 milhões. A Samsung mantém o primeiro lugar com 75,1 milhões de unidades vendidas e a Huawei ainda está progredindo, apesar de seus reveses com o governo dos EUA, entregando 58,7 milhões de smartphones.

Após o sequenciamento de quedas consecutivas, as vendas do iPhone caíram mais amplamente no último trimestre, para representar menos da metade do volume de negócios da Apple (48%). A primeira, enquanto a empresa de Cupertino tem confiado por muito tempo em seu smartphone principal, que por muito tempo representou dois terços de sua receita.

Em questão, a falta de novos recursos dos modelos mais recentes e taxas astronômicas praticadas pela Apple, mas também um contexto particularmente sombrio de vendas de smartphones no mundo, enquanto as renovações são mais raras do que antes. No entanto, isso não explica tudo, já que a Huawei se saiu muito bem e tem até o luxo de registrar um forte crescimento, apesar de seus contratempos com os Estados Unidos.

Depois de um excelente primeiro trimestre, a Huawei foi uma das poucas fabricantes de smartphones a reverter a tendência geral negativa do mercado ao aumentar as vendas na China.

disse Jusy Hong, Diretor de Pesquisa e Análise da IHS Markit.





0 Comentários

Tags mais acessadas