Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Trump no Reino Unido: Falas contraditórias, alfinetadas e protestos

Trump no Reino Unido: Falas contraditórias, alfinetadas e protestos

Por Bianca Quartiero – Fala!Cásper

 

No dia 12 de julho, Donald Trump foi ao Reino Unido para discutir questões comercias com a primeira ministra Theresa May. O encontro foi marcado por protestos, principalmente nas ruas da cidade de Londres onde mais de 50 mil pessoas criticavam o sexismo e o racismo do atual presidente dos Estados Unidos. A manifestação foi marcada pelo slogan: “Stop Trump” e pelo uso de um bebê inflável de fralda de 6 metros, laranja e com o topete do presidente norte-americano.

Boneco inflável ‘bebê Trump’ é usado em protesto em Londres (Foto: Peter Nicholls/ Reuters)

 

Mesmo enfrentando protestos, Donald Trump não deixou de distribuir provocações. Antes mesmo da sua chegada ao Reino Unido, já havia dito em uma entrevista que não concordava com o rumo que a primeira ministra escolheu para o Brexit, a saída do Reino Unido do bloco da União Europeia.

“Na verdade, eu disse a Theresa May como fazer o Brexit, mas ela não concordou, não me deu ouvidos” disse Trump a entrevista para o jornal The sun.

Ao chegar em Londres, Trump alegou que a matéria publicada pelo jornal era uma notícia falsa porque não ressaltava os elogios que ele alega também ter feito durante a entrevista. Ao lado da primeira ministra ele se contradiz com as falas da entrevista e diz que Theresa May está fazendo um ótimo trabalho e que é uma mulher “maravilhosa”. “Eu não critiquei a primeira ministra. A entrevista publicada em geral foi boa, mas não incluiu coisas positivas que eu disse sobre May. Felizmente, nós gravamos a conversa com repórteres. Isso é chamado “fake news” [notícias falsas] declarou Donald Trump em entrevista.

 

Presidente Donald Trump encontra primeira ministra Theresa May nesta sexta (13) em Londres (Foto: Pablo Martinez Monsivais/ AP)

 

A grande polêmica se deu devido ao Brexit Brando x Brexit Radical, o primeiro implicaria na saída do país do bloco mas a permanência de acordos comercias com o bloco europeu, já o segundo seria uma ruptura completa, sem qualquer ligação do bloco com o país. Enquanto Trump defendia o radical, a primeira ministra optou pelo brando que o presidente julgou como muito ruim para a relação comercial entre os países. “Se aprovarem um acordo como esse, estaríamos tratando com a União Europeia em vez do Reino Unido, e isso provavelmente pode matar o acordo” alegou o norte-americano. A primeira ministra alegou que quando o Brexit de fato acontecer, irá atrás de um ambicioso pacto de livre comércio, que acredita que estimulará o crescimento econômico de ambos os países.

 

Theresa May e Donald Trump chegam para coletiva de imprensa nesta sexta-feira (13) nos jardins da casa de campo da premiê em Chequers (Foto: Jack Taylor/Pool via Reuters)

 

Donald Trump ainda criticou a atuação do prefeito de Londres, Sadiq Khan, contra o terrorismo, associando os últimos atentados com a imigração. “Acho que o tecido da Europa mudou, e a não ser que vocês ajam rápido, a Europa jamais será o que costumava ser.” Afirmou o presidente ao jornal The Sun. O presidente de Londres questionou a crítica tão direta do norte-americano e lembrou que outros atentados ocorreram nos EUA e em outras cidades europeias. Donald Trump também lamentou a saída do ex-ministro Boris Johnson, alegando que ele daria um ótimo primeiro ministro. Os comentários de Trump geraram muita repercussão na mídia britânica e receberam muitas críticas de políticos. “ Onde estão seus modos senhor presidente?” postou Sam Gyimah, ministro britânico no Twitter.

Após esse encontro, o presidente seguiu para um chá com a rainha, seguido por uma visita privada à Escócia e por fim irá para a Finlândia onde se encontrará com o presidente russo Vladimin Putin. Sobre esse encontro tão esperado o presidente disse que não vai com muita expectativa, mas que pode se surpreender.

 

Confira também:

As controvérsias no encontro histórico entre Donald Trump e Vladimir Putin

 

0 Comentários

Tags mais acessadas