Vendas digitais: como driblar a concorrência e destacar-se nas pesquisas Vendas digitais: como driblar a concorrência e destacar-se nas pesquisas
Menu & Busca
Vendas digitais: como driblar a concorrência e destacar-se nas pesquisas

Vendas digitais: como driblar a concorrência e destacar-se nas pesquisas

Home > Notícias > Mercado > Vendas digitais: como driblar a concorrência e destacar-se nas pesquisas

A pandemia do novo coronavírus escancarou, até mesmo para quem menos se interessava pela era digital, que a tecnologia, as redes sociais e a Internet são ferramentas fundamentais para empreendedores. As vendas digitais aumentaram muito e a tendência é que isso continue.

vendas online
Com a pandemia, o e-commerce cresceu no mercado. | Foto: Pixabay

Muitas lojas digitais (e-commerce) focaram nas redes sociais como Instagram e Facebook para aumentar suas vendas. Porém, uma característica muito importante para as lojas e-commerce é a habilidade de usar o Google como ferramenta para aumentar os lucros e destacar-se da concorrência.

Para ajudar as lojas digitais a extraírem todo o potencial do Google, falaremos sobre os seguintes assuntos:

  • As características das vendas na era digital. Por que precisamos prestar cada vez mais atenção nas vendas on-line?
  • A importância do Google para o e-commerce;
  • Estratégias de SEO e link building.

Vendas digitais

Nos últimos anos, as formas de consumo e de venda tornam-se cada vez mais digitais. Com isso, uma série de adaptações e novas habilidades são exigidas para quem quer vender pela Internet e ter uma loja digital. Os processos e a comunicação passaram por reformulações.

Os clientes cada vez mais procuram informações antes de comprar algo e comparam os produtos e serviços dos concorrentes. Por isso, é muito importante que as lojas virtuais estejam fortemente presentes não só nas redes sociais, como também nas ferramentas de pesquisa da web.  

Ferramenta de pesquisa Google

Atualmente, a principal ferramenta de busca na Internet é o Google. Uma pesquisa realizada em 2019 pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) apresenta o potencial das plataformas digitais na sociedade.

Ao invés de deslocarem-se até a loja física, 97% das pessoas buscam informações sobre os produtos ou serviços que desejam adquirir na loja digital. Sendo assim, a tendência é que o e-commerce torne-se prioridade na vida dos consumidores.

Tendo em vista que, segundo o Search Engine Land, cerca de 90% dos usuários do Google não passam dos primeiros links dos resultados de pesquisa, para destacar-se nas vendas on-line é necessário implementar uma boa estratégia de marketing digital e assim aparecer nos primeiros resultados da pesquisa. A otimização para mecanismos de busca (SEO) é um dos principais caminhos para isso. 

SEO: Search Engine Optimization

O SEO é uma estratégia de marketing digital baseada em ferramentas que podem fazer com que o seu e-commerce atinja os primeiros resultados de pesquisa do Google e ganhe notoriedade no mercado, transformando isso em vendas. As palavras-chave utilizadas no texto, a relevância do assunto para o usuário e imagens de qualidade são fundamentais quando se fala em SEO. Há uma série de requisitos que giram em torno de um bom conteúdo, credibilidade, leitura fluida e autoridade no mercado.

É necessário entender que SEO não envolve compra de mídia, como anúncios pagos, por exemplo. Na verdade, é um conjunto de mecanismos inteligentes que funcionam de acordo com os critérios de avaliação do Google.

Existem diversos recursos de SEO, mas sempre é bom reforçar os mais básicos para garantir uma boa estrutura. Por isso, separamos as principais estratégias para aumentar as vendas e destacar-se da concorrência:

1) Definir seu público-alvo: um bom conteúdo é focado em alguém, em um público-alvo. O e-commerce deverá criar uma linguagem objetiva e eficiente, visando atrair o cliente almejado.

2) Palavras-chave: essa é uma estratégia muito importante para aparecer nos primeiros resultados do Google. O uso de termos que são fundamentais para o texto que será publicado faz com que o público-alvo definido encontre facilmente o seu conteúdo. Além disso, repeti-las algumas vezes é uma boa estratégia para colocar seu e-commerce no topo dos resultados. 

3) Otimizar as URLs: nada mais é do que elaborar endereços de URL óbvios que contenham as palavras-chave, por exemplo. Dessa forma, o conteúdo publicado é reforçado na URL e o usuário/cliente encontra-o mais facilmente. 

4) Link building: essa é uma das principais estratégias para diferenciar sua loja digital nas buscas. O link building é a construção de uma rede de links (externos e internos) para uma página. 

Os externos, também conhecidos como backlinks, são os mais conhecidos. Eles são conquistados através de outros sites (externos), que utilizam o link da sua página (ou site) no conteúdo deles. Dessa forma, o Google contabiliza e inspeciona os links que estão direcionando para sua página.

Isso “mede” a credibilidade do conteúdo do seu e-commerce, uma vez que, se existirem muitos links, é porque foi muito citado. Portanto, é uma referência. Para conquistar os backlinks, é fundamental produzir um conteúdo de qualidade, que seja relevante para o cliente. Caso contrário, por qual motivo outros sites utilizariam seu link como referência?

O Google também avalia os link buildings internos, aqueles que você utiliza em seu próprio site ou página. Esses links também mostram relevância e autoridade do conteúdo. Eles podem direcionar para dentro ou para fora do site. Mas é muito importante frisar: não os use sem ter um bom motivo. Eles só serão úteis quando forem relevantes e necessários para o usuário.

Por fim, mas não menos importante

John Muller, Webmaster do Google, em entrevista realizada em abril de 2020, destaca que focar nos erros não ajuda a melhorar sua estratégia de marketing digital, muito menos ficar parado, esperando resultados. Uma boa forma para melhorar seu engajamento no ranking de pesquisa é observar e aprender as estratégias dos sites que estão no topo.

Além disso, é fundamental lembrar que existem mais alternativas para ranquear sua página, até mesmo dentro do SEO. Por isso, amplie o repertório constantemente e aplique tudo que for aprendendo em suas vendas digitais.

___________________________________
Por Beatriz Oliveira Abrahão – Fala! UFMG

Tags mais acessadas