Veja 5 métodos de ensino que podem ser encontrados no Brasil
Menu & Busca
Veja 5 métodos de ensino que podem ser encontrados no Brasil

Veja 5 métodos de ensino que podem ser encontrados no Brasil

Home > Universidades > Veja 5 métodos de ensino que podem ser encontrados no Brasil

No Brasil, segundo o Censo Escolar 2020, existem 179.533 escolas de educação básica, que corresponde desde a Educação Infantil até o Ensino Médio. Cada uma dessas instituições adota uma metodologia de ensino, que são modelos utilizados pelos educadores para que os alunos se desenvolvam e ampliem os seus conhecimentos.

Cada ambiente escolar utiliza um método de ensino, que utiliza diversas ferramentas na aplicação das aulas pelos professores e, consequentemente, na aprendizagem dos alunos. É importante escolher a metodologia mais adequada para o seu filho entre as diversas existentes, para que as diretrizes da escola se igualem com os métodos e com os valores que são reproduzidos em casa.

Entre os diversos métodos de ensino existentes no nosso país, desde os mais tradicionais até os mais inovadores, vamos abordar 5 deles. Confira:

ensino
Os métodos de ensino devem ser levados em consideração na hora de escolher a escola ideal para a criança. | Foto: Reprodução.

Métodos de ensino no Brasil

1 – Tradicional

É a abordagem mais conhecida e utilizada no Brasil e no mundo. Nela, o ensino está focado na figura do professor, que repassa seus conhecimentos para os alunos e estabelece uma cobrança vertical, de cima (professor) para baixo (alunos).

Os estudantes têm metas a cumprir e são avaliados periodicamente, podendo ser reprovados por um desempenho abaixo do suficiente. Nesse método, é a quantidade de conteúdo ensinado que é valorizada, e seu foco está principalmente no desempenho dos jovens em provas como o Enem e os vestibulares. 

2 – Construtivista

Voltado para uma aprendizagem ativa, o aluno é o responsável por buscar seu próprio conhecimento. Situações são criadas para o estudante pensar e solucionar os problemas propostos, estimulando um senso crítico. 

Cada aluno é visto de maneira individualizada, com seu próprio ritmo de aprendizagem e os currículos são estruturados de maneira particular, seguindo o perfil próprio. Também existem avaliações e reprovações nesse método de ensino.

3 – Montessoriano

Esse método italiano busca uma autonomia máxima dos estudantes no aprendizado, buscando sua autoformação. Os adultos, pais e professores apenas facilitam o processo, sem intervenções indevidas. 

As crianças escolhem os temas que desejam pesquisar e estudar, e utilizam materiais próprios desse método, como o Material Dourado. As classes são compostas por alunos de diferentes faixas etárias. O trabalho em grupo é incentivado e o objetivo dessa metodologia é estimular a criatividade, a independência, a confiança e a iniciativa dos estudantes.

4 – Ensino Waldorfiano

De origem austríaca, o Waldorf tem como prioridade atividades que incentivam o pensar, o agir e o sentir. Há um equilíbrio entre a capacidade intelectual e o desenvolvimento de habilidades artísticas, ou seja, entre o intelectual e a prática. 

Os alunos têm suas individualidades levadas em consideração e são acompanhados de forma próxima, já que o professor permanece com a mesma turma. Diferentes tipos de avaliações são aplicados, como provas e trabalhos, e os pais recebem relatórios trimestrais sobre as atitudes do filho nas avaliações. 

5 – Ensino Freinetiano

O aprendizado nas instituições que adotam esse método ocorre por meio do trabalho e da cooperação. Norteado por um pedagogo francês, a criança é incentivada a compartilhar as suas produções com os colegas, para um aprendizado em conjunto. O desenvolvimento da capacidade de análise também é valorizado. 

As avaliações levam em consideração o progresso do estudante, e não a comparação com os colegas. Diversos estudos de campo são feitos, além de debates e da elaboração de jornais em grupos.

________________________________
Por Clarisse Claro – Fala! UFSC

Tags mais acessadas