Veja 5 idiomas mais fáceis de aprender para quem fala português
Menu & Busca
Veja 5 idiomas mais fáceis de aprender para quem fala português

Veja 5 idiomas mais fáceis de aprender para quem fala português

Home > Entretenimento > Cultura > Veja 5 idiomas mais fáceis de aprender para quem fala português

Aprender um novo idioma é o sonho de muitas pessoas. Contudo, o aprendizado de uma nova língua é um desafio. Mas existem línguas que são mais fáceis de aprender, o que facilita o processo. Por isso, fizemos uma lista com os 5 idiomas mais fáceis de aprender para quem é falante nativo de português. Então, confira as dicas!

O que torna uma língua mais fácil de aprender?

São vários fatores que facilitam o aprendizado de uma língua, alguns estão relacionados com a língua materna de quem quer aprender. Um dos mais importantes é a similaridade entre as línguas. Idiomas com a mesma origem podem compartilhar muito vocabulário, gramática e fonética, o que facilita o aprendizado.

No caso dos falantes de português, as línguas mais similares são as línguas neolatinas ou românicas. Elas formam uma família linguística, que tem como ancestral comum o latim, todas elas se desenvolveram de dialetos da língua falada em Roma. Portanto, possuem diversas similaridades entre si.

São consideradas línguas neolatinas ou românicas o português, o espanhol, o italiano, o francês e o romeno. Porém, estas são apenas as mais faladas, existem outros idiomas menores que também são oriundos do latim, como o galego, o catalão e o romanche.

Outro fator que pode tornar o aprendizado de uma língua mais fácil é a exposição. Nesse quesito, as línguas não necessariamente possuem similaridades ou raízes comuns, porém estão constantemente expostas a quem aprende. Essa interação rotineira com a língua facilita o aprendizado.

No caso dos falantes de português, o maior exemplo é o inglês. A língua da rainha não faz parte da família das línguas latinas, apesar de ter influências do latim no seu vocabulário. O inglês pertence às línguas germânicas e compartilha o ancestral comum com o alemão, o holandês e as demais línguas escandinavas.

A língua inglesa está muito presente no nosso cotidiano, pense na infinidade de palavras de origem anglo-saxônica ou na quantidade de músicas, filmes e séries norte-americanas que assistimos. Devido a essa exposição, já conhecemos alguns sons e vocábulos, o que facilita no domínio do novo idioma.

Idiomas mais fáceis de aprender para quem fala português

Para te ajudar na escolha de qual idioma aprender, fizemos uma lista com os 5 idiomas mais fáceis para um falante nativo de português. Cabe ressaltar que, na lista, ignoramos o inglês, pois decidimos apresentar outras línguas que não temos tanto contato no nosso cotidiano.

Italiano

veneza
Canais de Veneza, uma das cidades italianas mais visitadas. | Foto: Unsplash.

A língua de Dante Alighieri, Italo Calvino, Antonio Vivaldi está no grupo das línguas mais fáceis de se aprender. Ela compartilha muito do vocabulário e gramática com o português, pois ambas são línguas neolatinas (oriundas do latim). Na questão fonética, também há bastante similaridade entre os idiomas, o que torna mais simples para um falante de português pronunciar as palavras em italiano.

O italiano é falado por cerca de 66 milhões de pessoas, a maioria italianos. No entanto, o idioma é oficial nos cantões de Ticino e Grisões da Suíça, San Marino, Vaticano (ao lado do latim), além de ser utilizado por comunidades na Côte d’Azur (França), Eslovênia e Croácia. Também era uma língua falada nas ex-colônias italianas Líbia, Etiópia e Somália, mas, atualmente, restam poucos falantes.

Para os amantes de culinária, história e cultura, o italiano é uma ótima opção. Grandes obras literárias foram escritas em italiano, como a Divina Comédia (1304 – 1321), As Aventuras de Pinóquio (1883) e O Nome da Rosa (1980). Aprender italiano também vai te ajudar a entender a gastronomia italiana e os nomes dos seus pratos favoritos. “Allora, cosa stai aspettando per iniziare a imparare l’italiano?” (“Então, o que você está esperando para começar a aprender italiano?”, em tradução livre).

Espanhol

idiomas mais fáceis de aprender
Pirâmide de Chichén Itzá, no México, um dos países onde se fala espanhol. | Foto: Unsplash.

Talvez você já tenha percebido as similaridades entre o espanhol e o português. Afinal, quem nunca arranhou um “portunhol”? A língua dos nossos “hermanos” compartilha o mesmo ancestral que o português. Além do que, por se desenvolverem em dois países próximos (Portugal e Espanha), receberam influências parecidas, a exemplo de palavras do árabe que remontam o domínio islâmico na Península Ibérica.

Por conta do império ultramarino espanhol, a língua dos castelhanos foi levada para diversas regiões do mundo. Atualmente, existem cerca de 336 milhões de hispanohablantes, a maioria deles está na América em países como México, Argentina, Chile, Colômbia, Uruguai, Venezuela e Panamá. Mas o espanhol também é falado na Guiné Equatorial (África) e, no passado, já foi falado no Marrocos e Filipinas, onde ainda é possível encontrar alguns falantes.

Aprender a língua de García Márquez, Frida Kahlo e Cervantes permite poder se comunicar com quase todos os habitantes da América. Além de aprender mais sobre a culinária espanhola e latina, falando castelhano, você poderá assistir a várias séries espanholas, como Elite, ou às novelas mexicanas todas com áudio original. Essas são apenas algumas das vantagens de “aprender español”.

Francês

Paris
Vista de Paris, a segunda maior cidade francófona do mundo. | Foto: Unsplash.

O francês é um idioma considerado fino, elegante, sexy e bonito de falar. A boa notícia é que, se você quer aprendê-lo, ele também é uma língua latina. Pode não parecer, mas o francês e o português compartilham muitas coisas entre si. A única grande diferença em relação ao nosso idioma é a fonética, pois existem sons únicos do francês que não estão presentes na língua portuguesa.

A língua francesa é considerada oficial na França, Canadá (Quebec), Bélgica (Valônia), partes da Suíça (Neuchâtel, Vaud, Genève, Valais e Fribourg), além de diversos países da África Central e Ocidental, como Congo, Benin, Camarões e Costa do Marfim. O francês conta com cerca de 130 milhões e é a língua latina mais importante no cenário internacional, sendo uma das línguas de trabalho de órgãos multinacionais importantes como a UE e a ONU.

Moliére é considerada a língua das artes, da cultura e da gastronomia. Além de ser a língua nativa de Édith Piaf, Foucault, Sartre e Victor Hugo. Ao aprender francês, você vai saber como pronunciar corretamente os nomes dos pratos franceses e quem sabe cantar um verso de La Vie en Rose.

Romeno

idiomas
Vista de  Sighișoara, cidade romena. | Foto: Unsplash.

Pode até não parecer, mas o romeno é uma língua fácil para quem fala o português. Isso ocorre porque, apesar das influências eslavas, a língua romena é de origem latina. Portanto, o português e este idioma compartilham muito de gramática e vocabulário. No entanto, será necessário um esforço um pouco maior no aprendizado se comparado com as línguas citadas anteriormente.

O romeno é uma língua falada no Leste Europeu. Possui uso oficial na Romênia e na Moldávia, onde pode receber o nome moldávio, além de ser falado por algumas comunidades na Grécia, Macedônia, Albânia, Bulgária, Kosovo e Sérvia. Existem por volta de 24 milhões de falantes nativos de romeno, sendo cerca de 19 milhões apenas na Romênia.

Aprender romeno te apresentará um povo e uma cultura pouco conhecida no Brasil (e mesmo na Europa), mas que guarda inúmeras semelhanças linguísticas com o nosso idioma. A Romênia é a terra do Drácula e da Transilvânia e é repleta de histórias, além de ter muitas paisagens bonitas. Vamos aprender a “limba română”!

Holandês

curso de idiomas
Vista para os canais de Amsterdam, nos Países Baixos. | Foto: Unsplash.

A primeira e única língua não latina da nossa lista. O holandês ou neerlandês é um idioma de origem germânica, assim como o inglês e o alemão. Nesse momento, você deve estar se perguntando: “então como que ela pode ser fácil?”. O neerlandês é um pouco mais difícil que o inglês, mas é muito mais fácil que o alemão e, apesar de não ser uma língua latina, teve alguns intercâmbios com o espanhol e o francês. Pois, os Países Baixos fizeram parte da Espanha antes de se tornarem independentes.

Depois da independência, os neerlandeses também construíram seu próprio império ultramarino e consequentemente espalharam sua língua. Atualmente, o holandês é falado nos Países Baixos, como também na Bélgica (onde ganha o nome de flamengo), Suriname e nas Ilhas do Caribe Neerlandês (Aruba, Curaçao, Bonaire e St. Maarten). O holandês também foi a base do Afrikaans, língua falada na África do Sul e na Namíbia, ambas línguas costumam ser inteligentes e compartilham muitas semelhanças.

Aprender a língua de Mondrian e Rembrandt permite que você se comunique com cerca de 29 milhões de pessoas. Mas também garante que faça um waffle típico seguindo uma receita escrita em holandês ou aprecie a literatura neerlandesa. Para quem deseja aprender alemão mais tarde, o holandês pode ajudar também. Afinal, ambas possuem muitas similaridades, o que facilitaria um aprendizado futuro. Então, não se assuste com o holandês.

_____________________________
Por Jefferson Ricardo – Fala! UFPE

Tags mais acessadas