Universitários produzem Curta-metragem de suspense psicológico
Menu & Busca
Universitários produzem Curta-metragem de suspense psicológico

Universitários produzem Curta-metragem de suspense psicológico

Home > Universidades > Universitários produzem Curta-metragem de suspense psicológico

Estudantes da Universidade de Brasília produzem curta-metragem “Uma Droga Chamada Amor”. O filme está participando de 4 festivais de cinema distintos.

Uma Droga Chamada Amor
Universitários da UNB criam curta-metragem “Uma Droga Chamada Amor”

Estudantes da Universidade de Brasília produzem curta-metragem “Uma Droga Chamada Amor”

Giovanni Ruggeri está no 7º semestre de audiovisual da Universidade de Brasília (UNB). Paraense, se mudou para Brasília para fazer a faculdade e, no segundo semestre do curso, dirigiu seu primeiro curta-metragem, intitulado “Invisíveis”.

Acabei gostando da experiência de ser diretor, foi metade estressante, mas a outra metade foi muito compensadora.

Declarou Giovanni.

Um dos atores do curta “Invisíveis” teve a ideia colocar o filme no Festival de Taguatinga de Cinema, evento que realiza uma mostra online com curadoria popular, permitindo que o público tenha acesso à grande parte da produção brasileira de curta-metragem. Para a felicidade do grupo, o curta ganhou o festival como melhor filme escolhido pelo juri popular.

Foi então que Giovanni Ruggeri decidiu dirigir um outro curta, dando os primeiros passos para a criação do filme “Uma Droga Chamada Amor”.

Decidi escrever um novo roteiro, que demorou 7 meses para ficar pronto. Deu cinco páginas de roteiro. Depois que ficou pronto, fui atrás da equipe para realizar o trabalho, o que não foi um processo fácil.

O artista nos contou um pouco sobre o processo artístico durante o desenvolvimento do filme:

O processo mais gostoso pra mim foi a da criação dos personagens junto aos atores. Tivemos que ter longas conversas sobre nossas vidas. Para isso, contei com a ajuda de um preparador de elenco, o que foi essencial. No primeiro curta eu tive muita dificuldade de direcionar os atores.

O curta “Uma Droga Chamada Amor” retrata a história de Sara, que cotidianamente dá um pedaço de seu coração para Jorge comer. Desgastada, ela é forçada a romper o ciclo, porém uma nova dependência surge.

Depois que terminamos tudo da produção, em fevereiro de 2019, a pós produção durou cerca de um ano, terminando tudo apenas em fevereiro de 2020. Tive que aprender a fazer tudo que eu queria porque não tínhamos dinheiro para pagar alguém. Editei, colorizei. O lado bom é que eu dependia apenas de mim mesmo, da minha autodisciplina e do meu fazer.

Relatou o diretor do curta-metragem.

Em março de 2020, o grupo enviou o curta para diversos festivais, sendo aprovado em quatro eventos. O curta “Uma Droga Chamada Amor” participa de 2 festivais internacionais, o ‘First Time Filmaker Sessions’ e o ‘Lift-Of Session’, e dois festivais nacionais, sendo eles o Festival de Cinema de Ouro Preto e Cine BH – Festival de Cinema de Belo Horizonte.

Assim como o primeiro filme do diretor, o curta “Uma Droga Chamada Amor” também está concorrendo no Festival de Taguatinga de Cinema. Caso você tenha interesse em assistir o curta-metragem, clique aqui. Para votar no curta e ajuda-lo a ganhar a premiação, você deve se cadastrar na plataforma do festival, confirmar o cadastro em seu email e clicar no botão “Curti”, que aparecerá embaixo do vídeo.

Ficha Técnica do Curta-Metragem “Uma Droga Chamada Amor”:

  • Roteiro, direção, pós-produção e composições: Giovanni Ruggeri
  • Sara: Úlli de Oliveira
  • Jorge: Pedro Ribeiro
  • Assistente de direção: Raphaella Donon
  • Continuista, assistente de produção e artista foley: Jhoalerson Dias
  • Preparador de Elenco: Ady Estellita
  • Figurante: Matheus Lima
  • Produção de set: Iara Santos, Diana Raeder
  • Produção de set e microfonista: Bruna Cruz
  • Diretor de Fotografia e operador de câmera: Gabriel Machado
  • Operador de câmera: Carlos Guilherme
  • Iluminação: Luiza Chagas
  • Diretor de arte e produtor de objetos: Marcus Araújo
  • Produtora de objetos: Júlia Rios
  • Cabelo, figurino e maquiagem: Sthael Gomes
  • Técnico de som: Mateus Corazolla
  • Técnico de som e microfonista: Nickson Barros
  • Divulgação: Helena Ribeiro
Tags mais acessadas