Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Uma Poesia Sobre o Aborto – Por Bruna Matos

Uma Poesia Sobre o Aborto – Por Bruna Matos

 

Eu fiz um aborto.
Eu matei e morri.
Eu morri, por dentro e por fora,
de todas as maneiras.
Eu virei só.
Eu era uma, éramos dois, éramos três.
Virei uma depois de descobrir ser “dois em um”.
Eu abortei e morri.
Eu era vida e agora eu sou nada.
Eu sou um aglomerado de células.
Eu tirei um aglomerado de células.
Não era vida. Eu era vida.
Eu não pude escolher.
Eu escolhi. E agora eu morri.

0307-post-dia-da-mulher-1

Por: Bruna Matos – Fala!M.A.C.K

1 Comentário

  1. Elaine Matos
    3 anos ago

    Muito talento envolvido !! Escrito com alma e desenvolvido através de olhar atento ao cotidiano pela lente atenta de uma jornalista brilhante!!!

Tags mais acessadas