"Tudo índio, tudo parente": 5 heranças deixadas pelos indígenas
Menu & Busca
“Tudo índio, tudo parente”: 5 heranças deixadas pelos indígenas

“Tudo índio, tudo parente”: 5 heranças deixadas pelos indígenas

Home > Entretenimento > Cultura > “Tudo índio, tudo parente”: 5 heranças deixadas pelos indígenas

Você sabia que muitas das nossas práticas cotidianas vêm da herança dos indígenas? Se você quer saber mais sobre isso, continue a leitura!

Já sentiu aquela vontade irresistível de andar descalço e sentir a temperatura e a textura do chão sob os pés? Pois é, quem nos passou esse hábito delicioso foram os índios, assim como muitos outros que nós reproduzimos e, na maioria das vezes, nem nos damos conta de tão natural. Às vezes, parece que sempre existiu, mas não é bem assim. Tudo tem uma origem e nós vamos apresentar cinco delas pra você saber o quão forte está ou é a sua veia indígena.

indígenas
Conheça 5 heranças deixadas pelos indígenas. | Foto: Reprodução/Governo do Estado de Rondônia.

Heranças deixadas pelos indígenas

1. Mandioca

A mandioca está presente no prato do brasileiro nas suas mais diversas formas e com os mais diferentes nomes de norte a sul do país. No sul, ela se chama aipim e é comida frita; no nordeste, come-se frita, cozida, transforma-se em farinha e beiju e se chama mandioca; e na Amazônia, ela é frita e cozida, tornando-se tucupi, tapioca, mingau e caxixi (uma bebida indígena preparada apenas por mulheres para ser consumida durante comemorações).

2. Medicina natural

Muitos remédios homeopáticos (e alopáticos também) são derivados da sabedoria indígena a respeito do uso de plantas e raízes para a cura. Na Amazônia, por exemplo, o uso de óleos – como a andiroba, a copaíba e a cabacinha – extraídos de grandes e vistosas árvores servem para o trato de inflamações; da mesma forma que o preparo do boldo, do pariri e do louro, na forma de chás, servem para o trato do desconforto estomacal.

3. Banho

O hábito do banho diário também foi um importantíssimo legado deixado pelos índios que, por estabelecerem suas comunidades às margens dos rios e terem a pesca como uma das principais fontes de subsistência, tinham o costume de banharem-se com frequência. Se o brasileiro é conhecido como o povo que toma mais banhos no mundo, deve-se isso aos índios.

4. Rede

Quem não gosta de esticar o corpo em uma rede quando está cansado? Deitar, balançar-se e ficar de pernas para o ar. Pois é, as redes e o hábito de dormir nelas também foram os índios que nos deram. A princípio, elas eram confeccionadas em palha, bem diferente dos materiais que utilizamos hoje em dia, mas o prazer é o mesmo. Ainda bem.

5. Língua

Por fim, a melhor herança de todas, a língua. É verdade que a predominância seja a língua deixada pelos portugueses, mas muito da nossa versão da língua portuguesa é influenciada pelas diversas culturas indígenas que povoaram o país desde sempre. Por exemplo, segundo a gramática de Faraco e Moura, as palavras grafadas com “j” e “ç”, em sua grande maioria, são de origem indígena, como jiboia, açaí, jaboti, araçá, caju, cupuaçu. Além de outras já bastantes conhecidas do nosso cotidiano, como Ibirapuera, Anhanguera, Tietê, Arariboia, Tamoios, Jurunas, dentre outros.

Você já conhecia alguma dessas influências dos nossos parentes indígenas? Se você sabe de outras, comenta aqui para a gente e nos ajude a conhecer o Brasil!

*Observação: o título foi inspirado na música Tudo Índio, que é uma composição de Nilson Chaves, cantor e compositor paraense.

___________________________________
Por Tassia Malena Leal Costa – Fala! Universidade Federal do Amapá

Tags mais acessadas