Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Os segredos escondidos no trailer de Coringa

Os segredos escondidos no trailer de Coringa

O primeiro trailer oficial de Coringa revelou mais sobre os filmes da DC do que os fãs podem ter percebido – e a Screen Rant explicou tudo. Enquanto algumas pessoas acharam que um filme do Coringa precisaria do Batman, a primeira olhada na obra do diretor Joaquin Phoenix já exclui essa ideia. O herói trágico tem mais que uma história para contar, pelo menos é o que parece. Agora a pergunta é: vai ser um drama, uma comédia ou… ambos?!

Não importa onde o filme pretende chegar, o trailer mostra um pouco de tudo (mesmo com muitas cenas já vistas pelos fãs no vazamento de fotos do set). Dando origem à história de um personagem que é famoso sem nem mesmo uma origem definida, o filme Coringa era suspeito por ser apenas uma possibilidade. Mas essa vai ser uma profunda, escura e suja olhada em quais circunstâncias do mundo real poderia criar um vilão tão maníaco quanto o inimigo mais icônico de Batman. E primeiro trailer não economiza para mencionar de Easter Eggs, nem para fazer referências aos quadrinhos do Coringa.

É claro, a história inteira vai ser bem mais complicada e muito mais bagunçada, retratando temas como doença mental, surtos psicóticos, e loucuras por toda cidade. Mas o trailer de Coringa se preocupa mais em dar uma ideia geral do que falar de pontos específicos do roteiro. Então vamos destrinchar alguns dos momentos mais questionadores e animadores do primeiro trailer:

Assistente social do Coringa é uma Kane

Por mais tentador que seja ver o futuro Coringa conversando com o que poderia ser uma terapeuta, e fazer a conexão com Harley Quinn (Arlequina) – de volta em seus dias de Dra. Harleen Quinzel -, a referência é, na verdade, para o criador do Batman. Pelo menos, estamos assumindo que é, já porque a chance da assistente social do Arthur se chamar Debra Kane por coincidência é muito pequena.

Casualmente falando para os fãs dos quadrinhos, isso é quase certamente uma referência a Bob Kane que, juntamente a Bill Finger, é creditado por criar Batman. E sim, Bob tinha uma filha, Deborah. Interessantemente, o papel de Kane na criação do Coringa para Batman nº1 é disputada, com muitos citando Jerry Robinson como o criador com Finger. De qualquer forma, nada teria acontecido sem Kane.

Entrar na cabeça do Coringa

Alguns dos que assistiram o trailer podem ter reparado em Arthur rabiscando suas ideias de piada em um caderninho e assumir que ele está destinado a uma carreira de comédia stand-up. Mas antes de se antecipar, é recomendável dar uma olhada mais próxima nas piadas em si, como uma oportunidade de entrar no senso de humor de Arthur. E seu estado mental também. A última piada parece ser a preferida dele, já que está escrita com letras maiores que as outras: “ A pior parte de ter uma doença mental é… que as pessoas esperam que você se comporte como se não tivesse”. Essa mensagem é válida de ser analisada na mente de cada um que estiver assistindo, mas agora vamos perceber seu valor somente dentro do filme e assumir que Arthur é um doente mental, e ele sabe disso. E mais importante, ele está lutando para fazer sua vida e seu estado mental funcionar mesmo assim.

O legado da “Holmes” Pharmacy

O trailer tem cenas em sua versão de Nova York – quer dizer, Gotham. Enquanto versões anteriores da cidade misturavam a era moderna com a elite dos anos 40, o filme do Coringa parece tratar do final dos anos 60, ou começo dos 70. Mas antes de focar nos carros no background ou nas roupas usadas pelos personagens, olhe para a farmácia que Arthur está indo pegar sua prescrição. A “Holmes Pharmacy” pode ser instantaneamente ligada a Sherlock Holmes, uma figura onipresente na lenda de Batman, além de ser o (outro) melhor detetive do mundo. E mesmo que essa possa ser uma dica da Escuridão entrando na vida de Arthur, Holmes também é um nome ligado ao momento mais terrível e trágico na história de Batman. Fãs notaram ironicamente que “Holmes” também era o sobrenome do homem que iniciou um tiroteio na exibição de O Cavaleiro das Trevas em Aurora (EUA), no ano de 2012. Não estamos sugerindo que Phillips ou a produção do filme fez essa alusão intencionalmente, mas mesmo assim, enfatiza a linha tênue entre a lenda de Batman e o caso mais recente no qual a imprensa se referiu como “um Coringa da vida real”.

A mãe de Coringa tem problemas de saúde

O trailer tem mais momentos tocantes do que os fãs esperavam, mas o mais importante são as trocas entre Arthur e sua mãe, Penny. Dançando em uma cena, na outra ele a ajuda a tomar banho, mostrando a tragédia do relacionamento deles. A mãe de Coringa está ficando sem saúde, efetivamente invalidada em suma própria casa com somente o filho para cuidar dela. Mas mesmo assim, Arthur parece verdadeiramente gostar de passar esse tempo com a mãe.

Os rumores a respeito do roteiro deve esclarecer o porquê isso é tão importante para a história original de Coringa.

Saiba que isso pode ser um spoiler, mas dizem que Penny não consegue parar de falar de seu ex-patrão. Além disso, outras coisas sugerem que o pai de Arthur pode ser um membro da família Wayne. O fato que a mãe dele é a última coisa que o mantém são, isso pode ser o que muda o filme da história da vida de Arthur para a história do Coringa.

A TV do Coringa

Enquanto Arthur e sua mãe dançam na sala, na televisão está passando os créditos de alguma coisa. E não, não são uma referência a alguma história de Batman ou à DC Comics. Se der uma olhada nos nomes – Ben Gatollari, Michael Auszura – são os assistentes do coordenador de produção e do diretor de arte, respectivamente. É sempre legal ver as pessoas por trás do filme ganhando um pouco de amor no próprio filme, e esperamos que essa seja só a ponta do iceberg.

O Coringa vai se tornar o herói de Gotham?

Claramente, o caminho que Coringa segue não é exatamente o que os fãs esperavam, já que ele não parece estar envolvido em assassinatos, crimes grandes ou, até mesmo, crimes de rua. Sim, o Coringa, vai se tornar um herói do povo. Pelo menos, é o que parece, baseado nas pessoas vestindo sua máscara e maquiagem, carregando sinais vagos de anti-capitalismo apoiando sua missão contra a elite.

O avanço à celebridade parece ser o clímax no show noturno apresentado pelo personagem de Robert DeNiro, com Coringa entrando no palco no próprio estilo saindo de trás de uma cortina colorida.

Robert De Niro é o rei da comédia?

Quando as primeiras reportagens começaram a descrever Coringa como um conto de loucura,  de níveis de insanidade e fantasia de um aspirante a comediante subindo à níveis bizarros, fez perfeito sentido para o diretor Martin Scorsese fazer parte como produtor. Até porque, essa mesma premissa básica descreve seu próprio filme O Rei da Comédia (1982), estrelando Robert DeNiro como o desbalanceado Rupert Pupkin. Um aspirante a comediante que sonha em – adivinha só – se tornar uma lenda dos shows noturnos de comédia. Os fãs de Scorsese não se precipitaram em achar que De Niro iria reprisar seu papel quando descobriram que ele estava sendo requerido para Coringa. Mesmo enquanto é muito cedo para saber se ele vai mesmo reprisar, já podemos garantir que são grandes as chances de ver um maníaco engraçado atingir seu delírio… Bom, a linha entre realidade e fantasia vai ser, no mínimo, embaçada.

Coringa X Família Wayne

O Batman pode ser o inimigo mais odiado de Coringa, mas dessa vez, tudo indica que ele vai estar ocupado com Thomas Wayne, não Bruce. As dicas estão espalhadas pelo trailer, desde Thomas criticando os “covardes mascarados” nas ruas de Gotham (se referindo aos que apoiam o Coringa, ou qualquer outro tipo de caos que Gotham está enfrentando) até Thomas concorrendo para se tornar o novo prefeito. Mas é a incorporação da classe alta de Gotham, com Arthur sendo atirado para fora do Wayne Hall para o meio de uma multidão de protestantes barulhentos usando a maquiagem de Coringa.

O trailer não permite olhar muito para a versão de Brett Cullen de Thomas Wayne, ou até mesmo se os assassinatos dos Wayne vai estar na história. Mas ele pode não ser o único membro da família que aparece no trailer…

Será que esse é o primeiro encontro de Coringa e Batman?

Essa cena é uma que o público vai lembrar vividamente, mas vale a pena prestar atenção na que precede ela. A imagem de Arthur, usando um nariz de palhaço, atraindo um menino do outro lado de uma cerca alta de metal para poder se aproximar dele. O garoto parece estar desprovido de um sorriso, o mesmo que Arthur tenta criar quando coloca os dedos dentro da boca da criança. Então precisamos perguntar: esse seria o pequeno Bruce Wayne se encontrando com o Coringa pela primeira vez?

Não temos como ter certeza disso por enquanto, mas só a possibilidade disso ser verdade já acelera nossos corações.

Esse twist de fazer o Coringa ser primeiro inimigo de Thomas Wayne, depois de Batman, faz a história ser mais rica, mais pobre ou, simplesmente, diferente? E se Bruce Wayne não queria sorrir antes disso, significa que o assassinato dos Wayne já aconteceu? Reflita!

O filme Coriga estreia em 3 de Outubro desse ano!

0 Comentários

Tags mais acessadas