Terremoto no Brasil: Bahia registra tremores de 4,6 graus de magnitude
Menu & Busca
Terremoto no Brasil: Bahia é atingida por ondas sísmicas de 4,6 graus de magnitude

Terremoto no Brasil: Bahia é atingida por ondas sísmicas de 4,6 graus de magnitude

Home > Notícias > Terremoto no Brasil: Bahia é atingida por ondas sísmicas de 4,6 graus de magnitude

Nesse domingo (30), os moradores se surpreenderam após tremores vindos da terra no território baiano derrubarem os produtos das prateleiras e causarem rachaduras nas residências.

Segundo o Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP), o epicentro dos sismos se concentraram no município de São Miguel das Matas e Amargosa, sendo o último a registrar uma magnitude de 4,6 na escala Richter.

“Em uma magnitude dessa ordem, de 4,6, que é o que a gente tem registrado, ele realmente assusta e pode chegar a derrubar alguns objetos de prateleira, pode sentir vibrações em telhados e janelas. É normal que as pessoas se assustem. Não são comuns frequências de tremores nessa grandeza”, detalhou o geólogo Eduardo Menezes para o G1.

O terremoto teve a cidade de Mutuípe como epicentro. A cidade fica o sudoeste do estado, a cerca de 50 km de distância da Ilha de Tinharé. O tremor se deu por volta das 7h30 e foi sentido em pelo menos 44 cidades do estado, incluindo Salvador.

O fenômeno aconteceu por conta de falhas geológicas, pois o Brasil fica acima da placa tectônica Sul-americana, essa que, ao se desgastar com o tempo, resulta em tremores. Assim, já foram registrados diversos casos de sismos, principalmente na região nordeste.

Contudo, os tremores nordestinos não são muitas vezes de grande magnitude. O Laboratório de Sismologia (LabSis) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) relata cada tremor que ocorre na região do nordeste, trazendo dados em que estados como Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte são umas das áreas com mais registros de tremores de terra, mas que não ultrapassam da magnitude 3 na escala.

Dados retirados do site LabSis, que retrata os tremores na região nordeste. / Fonte: LabSis, UFRN.

Assim, o fenômeno na Bahia causou uma grande repercussão para além de sua magnitude, ao menos 50 residências no interior de São Miguel das Matas foram registradas com rachaduras, moradores desesperados saíram casas para rua com medo de um desabamento e produtos caíram das prateleiras, conforme o jornal G1.

Vídeo mostra o tremor em uma loja na Bahia. / Fonte: MetSul, Twitter.

Apesar da surpresa dos baianos, a magnitude de tais ondas sísmicas não proporciona grandes riscos, pois, na escala feita por Charles F. Richter, o fenômeno é considerado ligeiro e sem preocupações para danos.

Os terremotos no Brasil

Os registros brasileiros de grandes terremotos apontam para diversas partes do mapa. Todavia, um dos mais mencionados foi o de 5,2 de magnitude, que teve seu epicentro na região de São Paulo, mas atingiu o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais e Paraná em 2008, conforme o jornal Exame.

No ano de 1955, os estados do Espírito Santo e Mato Grosso foram atingidos por ondas sísmicas acima de 6 graus na escala Richter, causando um grande impacto para a população e estruturas da região.

Além disso, o caso do município de João Câmara (RN) se exemplifica como um dos registros de terremotos mais repercutidos no Brasil, tendo 5,1 graus de magnitude na região do Rio Grande do Norte, em 1986, segundo o site da LabSis da UFRN.

_______________________________
Por Amanda Marques e Domitilla Mariotti – Redação Fala!

Tags mais acessadas