Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
GOT provoca rebelião do Norte contra Daenerys?

GOT provoca rebelião do Norte contra Daenerys?

Game of Thrones aparenta estar decidido em mostrar uma rebelião do norte e uma Westeros dividida na última temporada da série. O penúltimo episódio de GOT enfureceu alguns fãs, mas definitivamente levou as coisas para frente. O Porto Real caiu, Daenerys enlouqueceu e Cersei finalmente morreu nos escombros do Red Keep enquanto tentava escapar. Com Cersei morta e Dany louca, é claro que o final será sobre o conflito entre Daenerys e Jon, e isso poderia significar uma rebelião no norte.

O Porto Real está em ruínas, mas, presumivelmente, Daenerys ainda planeja se tornar a Rainha das Cinzas. De qualquer forma, suas atitudes podem ter virado Jon e Tyrion contra ela, deixando-a sozinha – com seus exércitos, mas sem nenhum conselheiro ou aliado de Westeros. Antes de sua morte, Varys enviou cartas proclamando que Jon era o rei por direito, e por mais que ainda não esteja claro quem as recebeu, Sansa já está sabendo disso. É bem provável que ela decida usar essa informação para fazer o norte manifestar contra Daenerys e colocar Jon no Trono de Ferro. Ele pode não querer isso, mas uma rebelião do norte faz muito sentido em um episódio final – especialmente ao considerar uma cena particular no penúltimo episódio.

Enquanto Cersei tentava fugir do Porto Real, ela perdeu Qyburn, The Mountain e a guarda, e se vê sozinha enquanto o castelo desaba ao redor dela. Enquanto ela corre pelo mapa no chão, o dragão ruge, o chão racha claramente pelo mapa dela. A rachadura atravessa de um lado ao outro do mapa, bem abaixo do Neck, partindo o mapa (e a terra) em norte e sul.

A divisão pode ter sido aleatória, é claro, e a rachadura só mostra que os grandes planos de Cersei estão partidos e, literalmente, caindo ao redor dela. Mesmo assim, isso pode sugerir algo. Nessa temporada tiveram muitas referências à eventos que aconteceram na 1ª temporada, e a decisão de ter uma única linha atravessando Westeros ao invés de fazer algo mais grandioso no chão pode ter sido trabalhada. Ter uma rebelião do norte faz muito sentido de certa perspectiva: Jon e Tyrion estão contra Daenerys e Sansa está apoiando o norte, além de nunca ter sido muito fã da Mãe dos Dragões. Além disso, ela é próxima de Jon e Tyrion e existem vários personagens espalhados por Westeros que precisam de conclusões para as suas histórias no episódio final.

Uma rebelião seria a forma perfeita de unir todos eles novamente. A rachadura pode ter mostrado onde essa batalha final vai acontecer, já que todo mundo pode se unir em algum lugar naquela linha. Seria uma referência linda para a história dos Targaryens, já que uma das maiores batalhas da rebelião de Robert aconteceu naquela linha.
Se a rachadura de fato estiver dando alguma dica a respeito do que vai acontecer, isso significaria que Game of Thrones iria terminar sem ninguém para governar os Sete Reinos. Ao invés disso, a série deve acabar com dois reinos, um no norte, liderado pelos Starks, e um do sul, liderado por quem clamar o trono, seja Jon, Gendry ou outra pessoa qualquer.

0 Comentários