Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
As questões que mais impactaram o desempenho dos alunos no Enem 2017

As questões que mais impactaram o desempenho dos alunos no Enem 2017

“Dois candidatos acertaram o mesmo número de questões no Enem, portanto têm a mesma nota”. A afirmativa parece inegável aos olhos do modelo clássico de avaliação, mas quando o assunto é Enem a resposta pode ser bem diferente, dependendo dos erros e acertos de cada candidato.

Desde 2009, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) adota a Teoria de Resposta ao Item (TRI) na elaboração e correção das provas. A teoria atribui a cada questão – ou “item” – uma probabilidade de acerto de acordo com o nível de conhecimento do aluno na disciplina. Em outras palavras, a TRI considera que alunos que dominam muito a matemática, por exemplo, têm uma probabilidade maior de acertar uma questão difícil da prova do que alunos que dominam pouco essa área do conhecimento.

Entre itens fáceis, de média dificuldade e difíceis, o objetivo da TRI é analisar a coerência das resposta de um candidato na prova, ou seja, como o aluno desempenhou na totalidade do exame. Por exemplo, os candidatos Amanda e Bruno acertaram o mesmo número de itens na prova, mas Amanda teve um perfil de respostas mais coerente (acertou as fáceis e errou as difíceis), o que garante uma nota maior.

Já o aluno Bruno errou muitas questões da categoria “fácil” e acertou muitas da categoria “difícil”, o que a metodologia considera estatisticamente improvável e pressupõe que ele chutou, descontando pontos na nota final.

Questões mais fáceis e mais difíceis do Enem 2017

A partir de mais de um milhão de gabaritos processados pelo aplicativo Quero Minha Nota!, que estima a nota dos alunos na metodologia do Enem, a Tuneduc, startup especialista em dados educacionais, elencou as três questões mais fáceis e difíceis por área do conhecimento – Linguagens, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática.

Linguagens e Códigos e suas Tecnologias

MAIS FÁCEIS:

(questões 11, 34 e 21 do caderno AZUL do Enem 2017)

No geral, a prova de Linguagens e Códigos e suas Tecnologia do Enem 2017 foi considerada clara e direta. As questões mais fáceis da prova são justamente questões que exigem apenas  a capacidade de identificar informações presentes em textos ou a partir da leitura de imagens.

As questões 11 e 34 tiveram sua resolução facilitada por apresentarem textos base curtos, com linguagem simples e clara, exigindo leitura e interpretação de imagens, mas não inferências. A resolução da questão 21 exigia um passo extra, solicitando que os candidatos relacionassem o texto à determinada concepção artística, mas pode ser considerada fácil pela forma como foram construídas as alternativas.

MAIS DIFÍCEIS:

(questões 7, 33 e 25 do caderno AZUL do Enem 2017)

Alguns professores que comentaram a prova mencionaram a extensão dos textos base, que foi considerada cansativa. Além disso, identificaram a necessidade de relacionar textos e movimentos artísticos, habilidade necessária para a escolha das alternativas.

Uma das questões mais difíceis do Enem deste ano teve respostas diferentes do gabarito oficial em sites de resolução comentada, mostrando a complexidade da tarefa de interpretação. Entre as três questões consideradas mais difíceis, uma característica é comum: requerem do candidato a capacidade de inferir informações (como a intenção do autor) e discriminar gêneros textuais, relacionando-os com determinada corrente artística.

Ciências Humanas e suas Tecnologias

MAIS FÁCEIS:

(questões 47, 86 e 58 do caderno AZUL do Enem 2017)

As questões exigem operações cognitivas de menor complexidade pois apresentam uma relação bastante direta entre o que se descreve nos textos e as alternativas, exigindo pouco conhecimento prévio dos temas tratados. Além disso, temas como nazismo, terremotos e imigração são comumente discutidos fora da escola, em conversas informais ou pela mídia.

MAIS DIFÍCEIS:

(questões 90, 68 e 75 do caderno AZUL do Enem 2017)

As três questões exigem operações cognitivas de maior complexidade. Demandam dos candidatos a capacidade de analisar um fragmento de conteúdo (textual ou imagético) e extrair deles relações indiretas, que permitam extrapolar o contexto do conteúdo para encontrar a alternativa correta.

Além disso, os itens exigem que os alunos somem conhecimentos prévios às informações contidas nos textos ou imagens, o que os tornam mais complexos.

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

MAIS FÁCEIS:

(questões 101, 132 e 115 do caderno AZUL do Enem 2017)

As três questões possuem conteúdos recorrentes nos vestibulares e nos materiais didáticos que trabalham os assuntos do ensino médio.
A questão 101 pôde ser acertada utilizando apenas o senso comum de que lâmpadas de LED são eficientes e não esquentam, dispensando a análise profunda dos gráficos apresentados. As outras duas (132 e 115) são conteudistas e não possuem complexidade elevada no que é pedido. Os temas são transporte celular e separação de misturas heterogêneas.

MAIS DIFÍCEIS: 

(questões 106, 131 e 108 do caderno AZUL do Enem 2017)

Estas questões exigem conhecimento profundo dos temas abordados. A questão 108 é sobre energia mecânica e trabalha com a variação da energia potencial e cinética. Para respondê-la, é necessário relacionar o conhecimento físico com conhecimento gráfico de funções lineares e funções quadráticas. A resolução é feita a partir da manipulação das fórmulas de energia, buscando o caráter gráfico da função que foi gerada como resposta.

A complexidade da questão 131 se baseia na exigência de 4 etapas de cálculos, em que os resultados são dependentes entre si. Errar uma das etapas é suficiente para errar a questão.

A questão 106 não exige do aluno o conhecimento da forma direta como ele é transmitido na escola. Para respondê-la, o aluno teve que extrapolar seus conhecimentos escolares de fisiologia vegetal e aplicá-los em um contexto diferente do usual.

Matemática e suas Tecnologias

MAIS FÁCEIS:

(questões 154, 178, 155 do caderno AZUL do Enem 2017)

Os itens abordam conteúdos apresentados no ensino fundamental. As questões 154 e 178 envolvem a resolução de problemas por meio de raciocínio lógico: a primeira exigindo conhecimentos de orientação espacial e a segunda o raciocínio lógico-numérico. A questão 155 exige a resolução de um problema envolvendo informações apresentadas em uma tabela com cálculo da média aritmética.

MAIS DIFÍCEIS:

(questões 143, 160, e 140 do caderno AZUL do Enem 2017)

As questões com menor número de acertos exigem alguma capacidade de abstração do aluno. Uma das questões envolve conhecimento em geometria plana (partes do círculo e área do retângulo), já as outras duas envolvem conhecimentos em análise combinatória.

 

Confira também:

– Unilever marca presença no XII Encontro de Comunicação e Letras do Mackenzie

– Estágio: 5 sinais de que você será efetivado (em gifs!)

0 Comentários

Tags mais acessadas