Qual a importância de investir em marcas cruelty free?
Menu & Busca
Qual a importância de investir em marcas cruelty free?

Qual a importância de investir em marcas cruelty free?

Home > Notícias > Mercado > Qual a importância de investir em marcas cruelty free?

Recentemente, um curta-metragem produzido pela Humane Society International (HSI) juntamente com cineastas mundialmente reconhecidos viralizou na internet e promoveu grandes debates. O curta chamado Salve o Ralph, mostra o coelho Ralph gravando um documentário e contando a sua história de coelho cobaia para testes de substâncias que serão utilizados em cosméticos. Ralph é um exemplo do que os animais sofrem nessa indústria e é a base de uma campanha de conscientização contra esses maus-tratos e incentivo para aquisição de produtos cruelty free.

O que significa cruelty free?

O termo em uma tradução simples significa ”livre de crueldade” ou “sem crueldade”. Isso quer dizer que o produto não realizou nenhum teste ou atividades que exijam a participação de animais.

Atualmente, devido à evolução tecnológica e científica já é possível realizar testes alternativos tão eficazes (ou até mais eficazes) que os testes em animais. Já existe uma grande variedade de produtos e marcas confiáveis que são completamente livres de testes em animais

Muitas vezes, as empresas têm resistência em adotar o método cruelty free por conta dos custos. Existem também as empresas que pretendem expandir mercado para China e, nesse caso, para os cosméticos poderem ser comercializados precisam ter sido testados em animais.

Qual a importância de utilizar cosméticos cruelty free?

Existem dois grandes motivos por trás da causa: acabar com o sofrimento animal e “pressionar” as empresas para que adotem formas mais inovadoras e sem sofrimento animal para testar seus produtos.

Um importante papel da sociedade é cobrar posicionamento de grandes marcas, para que elas possam mensurar o quanto seus consumidores são contra os testes de animais e, assim, adaptar-se e buscar soluções rápidas para esse problema.

Como ter certeza que o produto é cruelty free?

Já existem alguns selos que vêm no produto que oferecem essa garantia para o cliente. A instituição Cruelty Free International desenvolveu o selo “Leaping Bunny” para identificar empresas comprometidas com a causa e que negociam somente com fornecedores também adeptos a esse movimento.

cosméticos
Selo Leaping Bunny. | Foto: Reprodução.

A principal referência do movimento no Brasil é o Projeto Esperança Animal (PEA), a ONG também desenvolveu um selo para a causa. Além disso, a ONG atualiza constantemente no seu site a lista de empresas que não testam animais.

Cruelty Free
Selo Cruelty Free. | Foto: Reprodução.

Empresas que não realizam testes em animais

Marcas como O Boticário, Skala, Weleda, Salon Line, Dailus, Eudora, Quem Disse Berenice?, Beauty Box, Vult já foram certificadas e não testam em animais nem utilizam componentes testados dessa maneira.

Algumas marcas de cosméticos famosas como L’Óreal, Estée Lauder, Johnson & Johnson, S.C. Johnson, Colgate-Palmolive, Unilever, Maybelline, Veet, Versace, Victoria’s Secret, Pantene, Mary Kay, Nivea, Clinique ainda testam e promovem o sofrimento de animais.

Para ter certeza de que uma marca que você utiliza não testa em animais, o blog AriVegan divulgou diversas listas que mostram quais marcas nacionais e internacionais não testam em animais.

Um detalhe importante

É importante frisar que, no mercado de cosméticos, há marcas que dizem ser cruelty free, porém em sua composição existem componentes de outros fornecedores que utilizam animais como cobaias.

Muitas marcas que realmente são cruelty free fazem parte de multinacionais que não participam desse tipo de pensamento, invalidando, assim, seu esforço de não fazer mal aos animais. Com isso, nosso dinheiro não irá para um lugar totalmente livre de crueldade.

_____________________________
Por Letícia Gusman – Fala! Centro Universitário Belas Artes de São Paulo

Tags mais acessadas