Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Por que a Reforma Previdenciária é uma furada? Confira a opinião de Ana Luiza Andrade

Por que a Reforma Previdenciária é uma furada? Confira a opinião de Ana Luiza Andrade

Por: Ana Luiza Andrade – Fala! Cásper

 

Como você imagina a sua renda no futuro? O envelhecimento da população é uma tendência em muitos países, e seu reflexo pode ser observado no consumo, mercado de trabalho, organização familiar e nos gastos do governo com saúde e previdência social.

Muito se tem discutido acerca da recente proposta de reforma previdenciária, que sugere o aumento da idade mínima de aposentadoria e do tempo de contribuição. No entanto, esta não é a melhor alternativa para conter a crise do setor, a qual é ocasionada pelo trabalho não regularizado e o desvio de verbas do setor previdenciário.

Isso ocorre devido a corrupção impregnada no cenário político administrativo brasileiro que, constantemente, envolve-se em fraudes e desvios de verbas. Além disso, o acúmulo de aposentadorias especiais e privilégios para cargos eletivos – governadores, prefeitos, deputados e senadores – contribuindo para o rombo apontado no sistema previdenciário.

Segundo a PEC (Proposta de Emenda Constitucional), para a reforma da previdência social, nós brasileiros teremos que começar a trabalhar com 16 anos para ter acesso ao benefício posteriormente.

Contudo, por volta desta idade, grande parte da população possui apenas o ensino médio concluído, e se a implantação da proposta for aceita, consequentemente haverá a diminuição do número de brasileiros com nível superior completo, uma vez que a necessidade prematura pela busca de emprego será muito maior do que já é.

1432310653555f537d6cd18134578490

Tal fato ocasiona também o aumento da mão de obra desqualificada e o trabalho informal, que prejudica diretamente a manutenção da previdência do nosso país, visto que desse modo não há contribuição com a mesma.

A Reforma apresenta também um caráter injusto: políticos e militares não serão afetados pela proposta governamental. Sendo assim, o povo brasileiro estaria sustentando as regalias de pessoas que se encontram em tais cargos, que possuem pleno acesso à saúde e qualidade de vida – tão somente por possuírem uma renda altíssima e uma aposentadoria totalmente rentável.

Dessa forma, atesta-se a inviabilidade da PEC da Reforma da Previdência. O foco principal deve ser depositado na criação de empregos, para que tal mudança seja viável sem afetar a educação dos jovens, viabilizando também a questão das taxas de natalidade no país, com intuito de equilibrar o sistema previdenciário e garantir sua renda no futuro.

Saída Arte

Confira também:

– As manifestações contra a reforma da previdência

Greve Internacional das Mulheres

0 Comentários

Tags mais acessadas