Menu & Busca
A popularização dos podcasts entre os jornalistas

A popularização dos podcasts entre os jornalistas


Por Victoria Gearini – Fala!M.A.C.K

O jornalismo está cada vez mais interessado por esse novo mercado que atualmente é feito em sua maioria por publicitários

O podcast é uma mídia de informação variada, que abrange assuntos de entretenimento, política, esporte, entre outros temas, e que se adequam ao tipo de canal em que serão transmitidos. No Brasil, os podcasts estão se popularizando cada vez mais, apesar de ser uma mídia recente. Atinge um público de todas as idades e gostos, com a vantagem de se poder ouvir a qualquer hora.

Ao contrário do rádio, o podcast é um programa gravado. Os mais famosos no Brasil não são produzidos por jornalistas. Para a estudante de jornalismo, Luiza Granero, 18 anos, o que costuma os diferenciar são justamente os temas. “O jornalismo costuma ser uma área complicada, estamos sempre falando sobre mortes e tragédias e isso desgasta um pouco”, diz ela.

[read more=”Leia Mais” less=””]

Luiza participa do Podcast Sala 5, sobre cinema e cultura geek, há cerca de quatro meses. Explica que os jornalistas estão cada vez mais interessados nessa mídia e, para ela, a melhor forma de se investir nesse mercado é praticando. “O jornalista tem muita credibilidade por conta da sua formação. O jeito é botar a mão na massa e não ter medo de sair da zona de conforto”. Ressalta ainda que os momentos das gravações são de descontração, e o locutor pode rir e falar do que tiver vontade.

Já a estudante de jornalismo e uma das fundadoras do Podcast Maratonando, Helena Gomes, 19 anos, acredita que os maiores podcasts não são feitos por jornalistas, porque quando esse mercado surgiu os programas eram mais voltados a opiniões e comentários. Para ela, essa mídia é um programa de rádio gravado, que se pode colocar em outras plataformas.

“Nunca ouvi um podcast que fala notícia ou boletim como acontece no rádio, mas nada impede que isso possa ser criado”, diz ela. A podcaster explica ainda que o jornalismo de boletim e reportagem lida com fatos mais quentes, ao contrário desse novo mercado que lida com fatos frios. “O que me levou a criar um podcast foi meu desejo em conhecer mais o universo do rádio”, afirma Helena.

Os conteúdos são transmitidos via RSS. Para ouvir pode ser usado agregadores como iTunes ou Ziepod para PCs, BeyondPod ou PodStore para Android e Wecast ou o nativo Podcasts para iOS. Atualmente os programas mais escutados no Brasil são dos canais, NerdCast e Mamilos.

[/read]

Confira também:

10 Razões para não perder o Festival Path

 

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas