Plantas para serem cultivadas e como elas afetam o ambiente e a saúde
Menu & Busca
Plantas para serem cultivadas e como elas afetam o ambiente e a saúde

Plantas para serem cultivadas e como elas afetam o ambiente e a saúde

Home > Lifestyle > Saúde > Plantas para serem cultivadas e como elas afetam o ambiente e a saúde

A flora brasileira é rica em diversos tipos de plantas e biomas, mas com a urbanização, desmatamento ilegal, limpeza de área para o setor de agricultura, as plantas acabam perdendo seu espaço no mundo. Mas com a ajuda de engenheiros, arquitetos desenvolveram espaços e formas para ter uma planta em ambiente interno e, com isso, trouxeram benefícios para a sua saúde e até reduzindo a temperatura da sua residência. 

Agora vamos conhecer algumas espécies de plantas que são fáceis de cuidar e, ao mesmo tempo, trazer benefícios à saúde de quem convive no mesmo ambiente, além de ser uma decoração funcional e de bem-estar para o seu lar.

Plantas que afetam o ambiente e a saúde

Todas as plantas têm a capacidade de realizar a fotossíntese que consiste em retirar do ar gases tóxicos, como o gás carbônico (CO2) e transformar em oxigênio (O), mas plantas conhecidas popularmente, como Espada-de-São Jorge ou Espada de Ogum (Sansevieria trifasciata), é uma planta purificadora de ar, ou seja, além dela fazer o processo normativo de fotossíntese, a planta é capaz de deixar um leve frescor onde é instalada. Seu porte não é muito pequeno, então o recomendado é que seja plantada em um vaso e seja posta ao lado do sofá ou perto de um aparador no quarto, por ser uma planta resistente, a Espada-de-São Jorge requer poucos cuidados, tendo que ser regada pelo menos uma vez na semana. 

Espada-de-São Jorge
Espada-de-São Jorge (Sansevieria trifasciata). | Foto: Reprodução.

Essa planta para os religiosos é fundamental, pois várias crenças recomendam deixar ela perto da cama ou em locais que tenham bastante fluxo de pessoas, pois afastam e purificam energias negativas.

Ter plantas em ambientes internos, em um primeiro momento, parece ser uma dor de cabeça quando pensamos em logística e como essa planta ficará em casa e como vai se comportar em algum ambiente. Muitos moradores optam por deixar e buscar plantas específicas para serem criadas em vasos ou em recipientes que a deixem totalmente limitada ou imóvel. Mas existe uma espécie de planta que vai muito além do conceito convencional de planta, que são as denominadas heras e trepadeiras.

No início, associamos as heras como pragas ou como “matos”, plantas que não servem para fim decorativo ou terapêutico, mas as heras e trepadeiras são boas formas de deixar a sua casa mais viva. Elas não precisam de muitos cuidados e, por serem uma espécie de planta que resistente e mais maleável que as outras espécies de plantas, fica uma grande possibilidade de criar e inventar moda por toda a casa.

Um exemplo de planta trepadeira é a Jiboia ou hera-do-diabo (Epipremnum pinnatum), é uma planta que não possui flores e seu plantio pode ser feito o ano todo e, com isso, ter uma planta sempre em crescimento. Por ser uma planta resistente, não será necessário regar sempre, apenas 2 vezes na semana, ela dever ser colocada em meia sombra ou sol pleno, então se você mora em apartamento, a varanda é o local ideal para ela ou na sala de estar, recebendo luz indireta (luz filtrada por uma janela ou cortina). Sua poda tem que ser feita na primavera, apenas retirando as folhas fracas e amareladas.

plantas de apartamento
Jiboia (Epipremnum pinnatum). | Foto: Reprodução.

    A Jibóia tem o poder purificador e calmante, ela retira todo o resíduo tóxico do ar, como o benzendo e o formaldeído, essa planta está na lista de plantas essenciais para se ter em casa feitas pela NASA, a Agência de pesquisas espaciais.

    Uma ótima opção para se ter em casa e que é o item mais útil dessa lista são as hortas. Quem nunca quis ter uma Horta em casa? as hortas são uma forma sustentável de ter uma alimentação saudável e ao mesmo tempo testar suas habilidades como cozinheiro e agricultor. As hortas podem ser feitas com vários tipos de leguminosas e verduras, e de diversas formas (verticais, horizontais, com materiais recicláveis ou não, as possibilidades são infinitas), as plantas mais usadas nas hortas são cebola, alface, coentro, cenoura, e as suas sementes ou brotos podem ser encontradas em casas agropecuárias ou você pode comprar um legume e não utiliza-lo fazendo assim, com que ele crie ramos e brotos e depois passe para o recipiente com terra. A regagem demanda cuidado e constante cuidado e observação no crescimento dos brotos.

plantas para hortas
As hortas podem ser feitas com qualquer tipo de material, então abuse da criatividade. | Foto: Reprodução.

Outro tipo de decoração são os jardins verticais, esses demandam mais cuidado e supervisão, pois eles implicam diretamente na estrutura da casa ou apartamento, então a melhor forma de fazer isso é conversando com um arquiteto ou designer de interiores para melhor escolha de planta, pois os fatores, estrutura, clima e região onde se encontram fazem uma grande diferença.

Essas foram algumas propostas de plantas para se cultivar internamente, seja em casa, apartamento, escritório e ambientes internos, e que trazem benefícios para a sua saúde, seja ela física ou mental. Mas lembrando que a base para o plantio de qualquer flora é uma terra fértil, regar regularmente e plantar com muito amor e carinho.

______________________________
Por Lucas Miranda – Fala! Universidade Federal do Tocantins

Tags mais acessadas