Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Os piores lutadores da história do UFC

Os piores lutadores da história do UFC

Muitos lutadores buscam a vida inteira disputar o UFC, por ser o maior campeonato de MMA, atual e o que mais paga bem. Porém, alguns atletas, já convidados pelo Dana White para integrar o seleto grupo de guerreiros da franquia, não conseguiram desempenhar um bom papel e foram demitidos por terem resultados muito abaixo do esperado. Confira quais são os lutadores:

Kimbo Slice

Foto: Reprodução/Youtube

Ficou famoso na internet por seus vídeos de briga de rua. Foi contratado justamente por seu desempenho nessas lutas, mas no MMA a situação foi bem diferente. Perdeu para Roy Nelson no TUF 10. Conseguiu uma vitória, mas foi demitido após uma derrota para Matt Mitrione.

CM PUNK

Foto: Reprodução/Twitter

O lutador é uma lenda no WWE, mas quando lutou não tinha nenhuma experiências em lutas reais. Assim, foi massacrado na primeira oportunidade que teve na organização. Apesar da derrota, o atleta diz que ainda pode voltar a lutar MMA.

James Toney

Foto: Reprodução/Twitter

Toney era uma lenda no Boxe. Ele afirmou que venceria qualquer lutador da organização, o que chamou atenção de Dana White, que o contratou. Perdeu para Randy Couture no primeiro Round, no minuto 3:19. Fez apenas uma luta pela organização.

Wagner Caldeirão

Foto: SporTV

Recebeu a oportunidade de entrar na organização depois de participar do Caldeirão do Huck. Fez três lutas, com duas derrotas e um confronto que não teve resultado. Caldeirão foi demitido logo depois da sua contratação. Se aposentou das competições, depois da vitória sobre Aldo Sultão, no Max Fight 16.

Cody Donovan

Foto: Reprodução/Twitter

Fez quatro lutas pela organização, perdendo três e por finalização. Em 2012 ele conseguiu vencer Nick Penner, mas acabou não permanecendo por conta do seu fraco desempenho. Suas lutas geralmente não passagem do segundo round,

Charlie Brenneman

Foto: Reprodução

Chegou a estrear pelo UFC com vitória, mas logo em seguida caiu de desempenho na organização. Venceu mais três lutas e acumulou sete derrotas, sendo demitido depois do seu fraco desempenho. Perdeu as últimas três lutas da sua carreira.

Daniel Sarafian

Foto: TNH1

Foi muito bem no TUF, mas não emplacou na organização. Conseguiu duas boas vitórias, mas depois de quatro derrotas acabou sendo demitido. Sua última luta foi pelo ACB 82 São Paulo, onde venceu Carlos Cachorrão.

Jack May

Foto: MMAJunkie

Na carreira ele tem 10 vitórias e cinco empates, mas na organização ele teve um desempenho muito abaixo do esperado. Foi derrotado por nocaute nas duas lutas que fez, acabando sendo demitido logo em seguida. Lutou em Outubro pelo PFL, sendo derrotado, por Alex Nicholson. A derrota, como não poderia deixar de ser, foi por nocaute.

Art Jimmerson

Foto: Sherdog

Era conhecido por lutar usando apenas uma luva. Essa estratégia deu muito errado, já que foi facilmente finalizado por Royce Gracie.

Paulo Thiago

Foto: SporTV

Sargento do Bope, não foi nada bem na organização. Começou bem no UFC 95 e emplacou algumas vitórias, mas foi derrotado em diversas oportunidades e foi demitido. Perdeu oito vezes e venceu cinco vezes.

0 Comentários