Paulo Gustavo morre aos 42 anos, após luta contra a Covid-19
Menu & Busca
Paulo Gustavo morre aos 42 anos, após luta contra a Covid-19

Paulo Gustavo morre aos 42 anos, após luta contra a Covid-19

Home > Entretenimento > Famosos e TV > Paulo Gustavo morre aos 42 anos, após luta contra a Covid-19

Nesta terça-feira (4), o ator Paulo Gustavo faleceu, devido às complicações causadas pela Covid-19. Depois de uma melhora inesperada em seu estado de saúde, o carioca teve uma piora novamente a partir do último domingo (2), que levou ao seu óbito. De acordo com o último boletim médico, o famoso enfrentava “situação clínica instável e de extrema gravidade”.

Paulo Gustavo
Paulo Gustavo morre aos 42 anos, após luta contra a Covid-19. | Foto: Reprodução.

Paulo Gustavo morre em decorrência da Covid-19

Apesar de jovem – tinha apenas 42 anos de idade – e saudável, Paulo Gustavo não resistiu à doença. A notícia foi confirmada há pouco tempo pelo portal G1. O artista, por sua vez, estava internado desde o dia 13 de março, no Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul. Mesmo passando por tratamentos caros, os métodos não foram suficientes para salvá-lo.

No domingo à noite, sofreu uma embolia pulmonar, o que agravou sua condição. Dessa forma, em meio a isso, hoje, confirmou-se que o famoso ainda tinha sinais vitais. No entanto, às 21h12, a morte foi confirmada.

Carreira no cinema

Paulo Gustavo fez sucesso no cinema, e não foi pouco. Emplacou três filmes da série Minha Mãe é uma Peça, interpretando a amada Dona Hermínia, e conquistou a todos com seu carisma e talento. Além disso, também recebeu os holofotes por suas atuações em Os Homens São de Marte… e é para lá que eu vou e Minha Vida em Marte, dando vida ao cômico e neurótico Aníbal.

Participou ainda dos programas Vai que Cola, 220 Volts e A Vila. Aos 42 anos, Paulo Gustavo deixa dois filhos gêmeos e o marido, o médico Thales Bretas. Mais do que isso, o ator marca a história do cinema brasileiro e encerra sua trajetória com a lembrança de boas risadas e um coração já cheio de saudade.

_______________________________
Por Isabela Cagliari – Redação Fala!

Tags mais acessadas