Os "novos" clássicos da Disney: veja os 5 melhores filmes live-action
Menu & Busca
Os “novos” clássicos da Disney: veja os 5 melhores filmes live-action

Os “novos” clássicos da Disney: veja os 5 melhores filmes live-action

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Os “novos” clássicos da Disney: veja os 5 melhores filmes live-action

Os filmes live-action da Disney foram lançados nesses últimos anos, fazendo um remake de cada clássico da empresa. Recentemente, foi lançado, na plataforma da Disney, o live-action de Mulan, que não vem sendo bem visto. O longa contou com muitas polêmicas e elementos retirados da produção original, e contou com pouca informação sobre seu lançamento.

Todos os remakes da Disney trazem as mesmas histórias dos filmes originais, mas alguns deles adicionam cenas extras, que apimentam e melhoram a história do longa. Mas há outros filmes que preferem seguir exatamente as animações.

O público é bastante divido entre essa questão do remake. Alguns acham que melhoram o filme, deixando com um tom mais realista do que na animação, e outros acham desnecessário recontar a mesma história. A verdade é que os filmes em live-action da Disney foram feitos para os fãs antigos das animações, trazendo um ar de nostalgia para os adultos.

Nesta matéria, selecionamos 61 pessoas para responder a seguinte pergunta: quais são os 5 melhores live-actions produzidos pela Disney?

Os melhores filmes live-action da Disney

Malévola (2014)

Um dos remakes mais amados pelos amantes da Disney, é literalmente da maior vilã da empresa, Malévola, mas o filme não é o que muitos pensam. A história é baseada no conto da Bela Adormecida, porém a protagonista não é a princesa Aurora, e sim a vilã Malévola, contando um outro lado da história que conhecemos. O longa vai mostrando a trilha da protagonista, começando como uma vilã vingativa e terminando como uma heroína bondosa.

O filme teve uma alta produção, com um orçamento de 180 milhões de dólares e uma receita de 750 milhões de dólares. Durou quase 2 anos para produzir o sucesso, construindo um castelo imenso para as filmagens. 

Porém, nem tudo são flores, a produção recebeu uma nota considerada média para os cineastas, com uma porcentagem de 54% da crítica que gostou. Mas a audiência teve uma opinião diferente, tendo 70% do público pago que gostou do filme.

live-action da disney
Malévola. | Foto: Reprodução.

Alice no País das Maravilhas (2010)

Filme produzido por Tim Burton, o remake do País das Maravilhas foi contado do jeito diferente e mais escuro. Com muitas cores e beleza gráfica, Alice no País das Maravilhas foi um dos primeiros filmes produzidos em live-action, estreando em 2010. A história traz uma garota chamada Alice que cai em um buraco de árvore e aparece em um mundo mágico, porém acaba descobrindo que aquele mundo corre perigo e ela é a única que pode salvar.

O orçamento do filme teve 200 milhões e arrecadou muito, com os incríveis 1.024.299.904 de dólares, se tornando o primeiro remake de animação a passar a marca de 1 bilhão de dólares arrecadados.

As críticas foram baixas, de 51% do Rotten Tomatoes, mas o público gostou, somando 71% de aprovação.

disney
Alice no País das Maravilhas. | Foto: Reprodução.

O Rei Leão

Uma das melhores animações mundiais, O Rei Leão teve seu live- action produzido. A repercussão antes do filme ser lançado em 2019 foi muito alta, tendo gráficos excepcionais nas características dos animais. O longa conta a mesma trama da animação, seguindo em uma zona mais segura, dando o mesmo filme para o público, mas com tom mais realístico.

A produção causou polêmicas pelo fato da inovação e pelas expressões faciais, que pareciam as mesmas faces toda cena, mas as músicas foram um ponto alto na produção, tendo uma dublagem excelente.

Com um orçamento alto de 260 milhões de dólares, arrecadou bastante, tendo uma receita de mais de 1 bilhão de dólares (US$ 1.656.963.790). Na sua estreia, ficou em 4º mundial, somente atrás de Vingadores: Ultimato e Guerra Infinita, e Velozes e Furiosos.

O Rotten Tomatoes foi mais baixo que o esperado, ficou com apenas 53%. Mas a avaliação do público foi alta, apesar de todas as polêmicas, com 88% de nota.

o rei leão
O Rei Leão. | Foto: Reprodução.

Aladdin (2019)

Um dos melhores remakes produzidos, Aladdin decidiu inovar. Diferente dos outros live-actions, Aladdin foi o que mais mudou em sua história, adicionando cenas diferentes da animação original e trazendo uma originalidade para seu remake.

O ponto alto do filme definitivamente foi o Gênio de Will Smith, comparando ao ótimo Gênio de Robbin Williams no original. A polêmica gerada em Aladdin foi Jafar, que apresentou um vilão menos aterrorizante que na animação, mas como uma boa atuação de Marwan Kenzari, salvando um pouco seu personagem. O longa apresentou as mesmas ótimas músicas da animação, mas adicionou uma canção inédita e tão pedida: a música solo da princesa Jasmine.

O orçamento foi o menor dos filmes citados, de 150 milhões de dólares, com uma receita de 1 bilhão de dólares, arrecadando bastante. Haverá, em breve, o segundo live-action.

O Rotten Tomatoes contou com 54% dos críticos, porém a nota do público pagante foi 94%, batendo o live-action de grandes produções

aladdin
Aladdin. | Foto: Reprodução.

A Bela e a Fera (2017)

O mais votado da nossa pesquisa, A Bela e a Fera é um dos mais bonitos e bem trabalhados em questão de remake. Com uma ótima atuação de Emma Watson como Bela e uma trilha sonora emocionante, A Bela e a Fera conta a mesma história da animação. Assim, trouxe um conto semelhante, mas com um tom mais realístico e expressões nos objetos falantes. Dessa forma, cativou assim como na animação original.

O orçamento desse filme foi semelhante ao de Aladdin, mas arrecadou mais, com 1 bilhão e 260 milhões de dólares. O longa trouxe um gráfico excelente, parecendo que trouxe realmente vida às criaturas mágicas. 

De longe, a melhor nota do Rotten Tomatoes dos remakes, tendo 71% dos críticos. Porém, do público, foi o segundo melhor, atrás de Aladdin, com uma porcentagem de 80%.

filmes da disney
A Bela e a Fera. | Foto: Reprodução.

_______________________________
Por Fernando Sid – Fala! Mack

Tags mais acessadas