Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
O Que foi o Festival Brahma Valley?

O Que foi o Festival Brahma Valley?

Nossa equipe cobriu o festival e conta tudo que rolou por lá. Até um papo descontraído com o artista Philip Philips a gente conseguiu! Confira a matéria:

Sertanejo, funk, country, eletrônico, rap.  Um evento para todos os gostos musicais, com direito a muita cerveja e grandes atrações. Esse foi o Brahma Valley, que rolou no último fim de semana de novembro (dia 28 e 29) no Jockey Club de São Paulo. Com dois palcos principais que alternavam os shows e um palco secundário com música o tempo todo, foi impossível não se animar e aproveitar as mais de 10 horas de festa por dia.

IMG_0411
Palco 01. Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

A organização do evento garantiu a facilidade em obter informações por meio de cartazes com a programação, uma equipe de apoio e do aplicativo oficial que possuía todos os horários e artistas que se apresentariam no dia.

Áreas com redes possibilitavam o descanso daqueles que (assim como nós) ficaram horas em pé. E uma grande praça de alimentação a céu aberto possuía muitas opções de comida como pizza, cachorro quente e sanduíches.

Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Além disso, uma roda-gigante e um escorregador imenso garantiam momentos divertidos para aqueles dispostos a pagar entre R$5,00 e R$10,00.

Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Apesar da lama, que ficou ainda pior depois da chuva de sábado, e que também foi constante no domingo, havia muito espaço tanto para assistir aos shows, quanto para se locomover de pista em pista sem tumultos.

O clima durante os dois dias foi de muita animação e, principalmente, de muito respeito e integração entre os ritmos. Um público unido curtindo o melhor dos mundos ali presentes, cantando junto e não ligando nem um pouco para a lama que invadiu o festival.

Palco 02. Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

O CAMAROTE

O evento contou com dois camarotes: o Brahma Valley e o Villa Country. Os preços variavam entre R$480,00 e R$1630,00 para quem comprasse inteira e entre R$390,00 e R$1495,00 para meia entrada.

Entre as muitas mordomias dessa opção de ingresso, estava o sistema All Inclusive com buffet assinado pelo Chef Henrique Fogaça,

Henrique Fogaça. Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Open bar de Brahma, refrigerante, energético e água, livre acesso a pista VIP que se localizava em frente aos palcos principais,

Open Bar. Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Além de uma loja para customização de abadá,

Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Lounge para descanso, área de beleza com cabeleireiro, maquiadores e massagem…

Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

E a companhia de diversos artistas.

Bola, do programa Pânico. Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Carlinhos, o “Mendigo” do programa Pânico. Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Famosos como Paulo Vilhena, Ronaldo fenômeno, Maurren Magi, Lala Rude, Marcos Pitombo, Bruno Gissoni e Hortência também estiveram presentes no camarote e curtiram todos os shows com diversas pausas para fotografias com os fãs.

A vista da ‘varanda’ do camarote era direta para os palcos Reflexos e Pop, além de ficar bem próximo ao público que circulava entre os palcos do lado de fora.

O SHOW

A agenda de shows foi bem ampla, eclética e com grande nomes da música nacional e internacional. No sábado, Marcos e Belutti abriram o evento cantando o hino ‘Aquele 1%’ (que ainda seria cantado inúmeras vezes durante o festival), seguidos por Bruninho e David, DJ Luizão, Thaeme e Thiago, João Neto e Frederico, Jads e Jadson, Carlos e Jader, César Menotti e Fabiano, Make U Sweat, Ben Miller Band, MC Guimê, Henrique e Diego, Bob Sinclair e, finalmente, Philip Philips.

Muitas participações especiais abrilhantaram a festa como Luciana Mello e Jair Oliveira, Negra Li, Breno e Caio César, Mato Grosso e Mathias, Sophia Abraão e Anitta.

Anitta. Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Em entrevista com o Fala!Universidades, o cantor norte-americano vencedor do American Idol, Philip Philips, contou que ama os brasileiros pois, segundo ele, somos muito leais e sabemos como nos divertir. Muito simpático e bem humorado ele disse que adora o “brazilian country”.

Philip Philips. Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Apesar de os últimos shows do sábado contarem com a companhia da capa de chuva, a animação do público não diminuiu(ou quem sabe até aumentou). Os que se ficaram próximos aos palcos cantavam empolgados em meio a centenas de pessoas, enquanto muitos dos que preferiram um lugar mais afastado dançavam e brincavam com a lama, que para alguns virou um ‘plus’ na diversão.

Com o slogan “Sertanejo como você nunca viu”, o evento cumpriu com o prometido colocando tantos artistas diferentes em um mesmo lugar, conseguindo agradar muito o público que já espera ansioso pela próxima edição.

Confira mais fotos:

Henrique e Diego. Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Belutti, da dupla Marcos e Belutti. Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Marcos, da dupla Marcos e Belutti. Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Foto: Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

IMG_0638
Equipe Fala! Universidades, Ana Oliveira e Aline Oliveira.

 

Confira AQUI o álbum completo de fotos completo.

Por: Ana Oliveira, Allan Giordano e Aline Oliveira – Fala!Universidades

0 Comentários

Tags mais acessadas