O que comer em Cuba?
Menu & Busca
O que comer em Cuba?

O que comer em Cuba?

Home > Lifestyle > Viagens > O que comer em Cuba?

Continuando a saga sobre este país tão único, a pauta de hoje é alimentação. Quando a cultura local é abordada, nada mais especial do que a gastronomia. Entretanto, é impossível falar em comida sem tocar no assunto da escassez e “igualdade” em relação aos itens considerados básicos do lugar.

bunch of peanut

Os indivíduos cubanos têm livros de racionamento emitidos pelo governo para itens alimentares básicos, são eles: açúcar, arroz, feijão, óleo e frango. Mensalmente, o Estado oferece a cada pessoa por um baixo custo (10% do valor) as seguintes quantidades: 2,25kg de arroz, 450g de feijão, 225mL de óleo de cozinha, 1.8 kg de açúcar e 675g de frango. Fora deste sistema, é necessário pagar altos preços por produtos adicionais em lojas administradas também pela Instituição. Nem é preciso dizer o quanto falta para completar refeições balanceadas e saudáveis desta forma.

bunch of bananas hanging on canopy

É possível racionar ainda mais?

De acordo com o Dow Jones Newswires, uma editora financeira internacional dos Estados Unidos, Cuba importa muitos dos seus alimentos (cerca de ⅔ dos bens) e gasta cerca de 2 bilhões de dólares com a prática. O atual presidente do país, Miguel Díaz-Canel, disse que o embargo dos EUA força a ilha a comprar comida de mercados distantes, o que tem como consequência o aumento dos preços. 

pink pig figurine on white surface

Infelizmente, nos últimos meses (desde maio), Cuba começou a racionar as vendas de produtos básicos, devido à crise social e econômica da Venezuela, sua importante aliada e também devido às sanções dos EUA. Betsy Díaz, ministra do Comércio, disse que os produtos foram óleo para cozinhar, ovos, linguiça e frango. Economistas afirmam que a ilha foi atingida pela redução dos embarques de petróleo venezuelano, o que também afetou a economia de outros países vizinhos. 

shallow focus photography of brown eggs

E para os turistas, como funciona?

É claro que quem visita o lugar não passa por este tipo de situação, a não ser que tenha vontade de viver uma experiência realmente imersiva e completamente fora do turismo. Para a maioria dos viajantes, experimentar pratos típicos pode ser uma maneira de entender mais sobre os hábitos e os ingredientes mais presentes naquele destino.

Devido à influência espanhola, os pratos ditos “criollos” são muito comuns. Além disso, a relação com os sabores latino-americanos é muito grande: milho e arroz são muito utilizados.

closeup photography of corns

Alguns pratos característicos são o arroz congrís, o famoso arroz com feijão brasileiro, porém com uma diferença: os dois produtos são cozidos na mesma panela. Além dele, o “chicharrón“, no Brasil chamado de torresmo; o “ajiaco“, uma sopa também comum na Colômbia; o “arroz con pollo“, arroz com frango; a “ropa vieja“, ensopado de carne com arroz, feijão e verduras, entre outros. Para acompanhar, uma das bebidas mais famosas, o “mojito“.

Não deixe de acompanhar as próximas matérias sobre este destino único. Falaremos também sobre dicas de viagem e pontos turísticos.

Por: Izadora Del Bianco (@izadbr)

0 Comentários

Tags mais acessadas