'O Gambito da Rainha': 3 motivos para assistir ao sucesso da Netflix
Menu & Busca
‘O Gambito da Rainha’: 3 motivos para assistir ao sucesso da Netflix

‘O Gambito da Rainha’: 3 motivos para assistir ao sucesso da Netflix

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > ‘O Gambito da Rainha’: 3 motivos para assistir ao sucesso da Netflix

Assim que estreou na plataforma da Netflix, O Gambito da Rainha se tornou um grande sucesso. O título já dá uma pista sobre a sua temática, já que “gambito” corresponde a uma manobra de abertura de um jogo de xadrez.

Dessa forma, a produção traz a trajetória de Beth Harmon (Isla Johnston, quando criança, e Anya Taylor-Joy mais à frente), uma jovem órfã que se mostra ser um prodígio no xadrez. Depois de viver longos anos em um orfanato e desenvolver um vício por calmantes, é finalmente adotada por um casal. No entanto, este enfrenta problemas e vive um casamento em crise, o que pode não ser o momento ideal para adotar uma criança.

Com isso, a nova mãe de Beth revela-se uma pessoa também com vícios, principalmente por bebidas alcóolicas e calmantes. Diante disso, ela impulsiona a participação de Beth em torneios de xadrez, por mais que se encontre relutante em um primeiro momento.

Por meio de uma trama sólida, O Gambito da Rainha conquistou os assinantes da gigante do streaming. Pensando nisso, o Huffpost elaborou uma lista com 3 motivos para assistir à minissérie, justamente para aqueles que ainda não se convenceram sobre a produção. Confira a seguir!

O Gambito da Rainha
O Gambito da Rainha, minissérie da Netflix. | Foto: Reprodução.

O Gambito da Rainha: 3 motivos para assistir ao sucesso da Netflix

Roteiro de Scott Frank

Apesar de não ter fama como diretor, Scott Frank recebe grande aclamação no campo de roteirista. Dentre alguns de seus roteiros, Nome do Jogo (1995), Marley e Eu (2008) e Logan (2017) se destacam. Assim, percebe-se que Frank não deixa a desejar no ramo.

Anya Taylor-Joy

Como estreia nas telonas, Anya Taylor-Joy interpretou Thomasin em A Bruxa (2016), e não ficou longe dos holofotes. Após o papel marcante no filme, ainda atuou em Fragmentado (2016), muito elogiado pela crítica, e em Vidro (2019).

De acordo com o Huffpost, o papel de Beth Harmon caiu como uma luva para a jovem atriz, uma vez que se destaca nas telas por protagonizar papéis considerados “foras da caixa”. Geralmente, dá vida a personagens que geram estranhamento ou que não se encaixam na sociedade estabelecida.

Perfeita para maratonar

Por ser uma minissérie, O Gambito da Rainha apresenta somente sete episódios. Ou seja, é perfeito para uma maratona no fim de semana. Apesar de possuir capítulos longos – alguns com uma hora ou mais -, a trama é tão envolvente que, dificilmente, você conseguirá deixar a produção de lado.

____________________________________
Por Isabela Cagliari – Redação Fala!

Tags mais acessadas