Menu & Busca
NOVA ONDA DE DEMISSÃO NAS UNIVERSIDADES PRIVADAS

NOVA ONDA DE DEMISSÃO NAS UNIVERSIDADES PRIVADAS


As semanas de prova chegaram, e em véspera de feriado, a rede Laureate, um dos maiores grupos educacionais do mundo, articulou mais uma onda de corte de professores.

A rede controla as universidades Anhembi-Morumbi, FMU e Fiam-Faam, e anunciou nessa quarta-feira (19) um novo pacote de demissões. Foram mais de 200 professores demitidos em São Paulo, segundo o Sindicato dos Professores de São Paulo (SinproSP).

Demissão e Precarização. Foto: Laís Costa
Demissão e Precarização. Foto: Laís Costa

Os cortes fazem parte de uma reestruturação promovida pela Laureate que estabelece redução no salário dos docentes. No lugar dos profissionais demitidos, novos seriam contratados por valores mais baixos.

“Nós sentimos uma falta de comunicação gigantesca da faculdade para com os alunos, e as melhorias propostas passam muito despercebidas, pois nunca vemos”, afirma a estudante de jornalismo Flávia Ávila.

O resultado é o sucateamento da qualidade do ensino. No mês de maio, a Agência Pública publicou uma reportagem na qual 12 professores demitidos revelam irregularidades nos cursos a distância da Laureate. Clique aqui para ler a matéria na íntegra.

A modalidade EAD é a que mais cresce no Brasil, de acordo com o MEC. Isso permite que os professores sejam substituídos por matérias online e que a carga horária dos cursos diminua.

As demissões em massa na Laureate vêm ocorrendo desde 2018. Créditos: Reprodução/MEIP

Os cortes ocorrem sempre no final de semestre, em semana de provas, para que os estudantes tenham pouca chance de mobilização. Leia mais sobre os cortes nessas outras matérias do Fala!:

O Movimento Estudantil Insurreição Popular (MEIP) chegou a organizar uma manifestação nas catracas da unidade Mooca da Anhembi-Morumbi, porém o protesto não conseguiu chamar a atenção dos alunos, que estavam mais interessados nas festividades de fim de semestre. Uma multidão se aglomerava nos bares próximos da faculdade, enquanto apenas cerca de 20 alunos permaneceram no ato.

A estudante do curso de biologia Rakel Iungov (na esquerda) e a aluna de jornalismo Nathalia Perone Barbosa (na direita) discursando no protesto. Foto: Matheus Menezes
A estudante do curso de biologia Rakel Iungov (na esquerda) e a aluna de jornalismo Nathalia Perone Barbosa (na direita) discursando no protesto. Foto: Matheus Menezes

Nesse pacote de demissão, estavam incluídos os professores e professoras com melhor desempenho na Avaliação Institucional (ISED). São profissionais altamente qualificados, que contam com longos anos de serviços prestados. Alguns se pronunciaram através das mídias sociais. Segue abaixo algumas das postagens.

Chico Bicudo, professor de jornalismo

Eliane Basso, professora de jornalismo

Patrícia Tavolini, professora do curso de biologia

O SinproSP convocou todos os professoras e professores do grupo Laureate para uma assembleia geral na próxima quarta-feira, dia 26 de junho, às 17h, no Sindicato (Rua Borges Lagoa, 170).

_______________________________________
Por Matheus Menezes – Fala! Anhembi

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas