'Não Passa Vontade': referências no clipe de Anavitória e Duda Beat
Menu & Busca
‘Não Passa Vontade’: referências no clipe de Anavitória e Duda Beat

‘Não Passa Vontade’: referências no clipe de Anavitória e Duda Beat

Home > Entretenimento > Música > ‘Não Passa Vontade’: referências no clipe de Anavitória e Duda Beat

Em 2014, quando ganhou maior notoriedade, Anavitória, dupla formada por Ana Clara Caetano Costa e Vitória Fernandes Falcão, caiu imediatamente no gosto popular pela sutileza na forma como o grupo trabalhava questões de grande carga emocional através do MPB leve mesclado a um “pop rural” batizado por elas.

Anavitória
Dupla Anavitória. | Foto: Reprodução Central Brasileira de Shows.

3 anos mais tarde, uma pernambucana carismática e extravagante chegou ao cenário musical, se propondo a conversar sobre questões semelhantes, como corações partidos, desilusões amorosas e amor próprio no gênero, descrito por ela como “sofrência pop”. Eduarda Bittencourt, que atende pelo nome artístico de Duda Beat, segue cativando milhares de fãs com sua energia avassaladora. Foi da sintonia de Anavitória e Duda Beat, que um dos melhores feats do MPB foi produzido.  

Duda Beat
Duda Beat. | Foto: Reprodução.

Não Passa Vontade – parceria entre Anavitória e Duda Beat

Parcerias musicais são um recurso que sempre foi bastante utilizado por artistas de diversos gêneros. A mescla de diferentes formatos de sonoridade trazido por pessoas distintas com um ideal em comum constantemente resulta em músicas marcantes que sempre merecem ser prestigiadas. Esse é, também, o caso de Não Passa Vontade, parceria do grupo Anavitória com a cantora Duda Beat.

 A canção inicia-se nas vozes de Anavitória que, cantando apaixonadamente cada letra, se juntam à doçura dos vocais de Duda Beat para o refrão em conjunto. A letra retrata o anseio por um encontro íntimo entre dois amantes, a junção destes se dará de forma tão poderosa que a lembrança e o desejo pelo outro não será capaz de ser ignorada.

Para consagrar o evento, o clipe do feat foi divulgado em peso nas redes sociais das cantoras. Assim, a cada dia, uma foto das artistas recriando uma cena de um filme conhecido, incitando o lançamento de uma grande estreia cinematográfica, o que logo revelou o conceito por trás do projeto. 

Não Passa Vontade
Clipe de Não Passa Vontade. | Foto: Reprodução/YouTube.

O clipe, gravado em dois dias, foi divulgado no dia 26 de novembro, através de um estonteante “tapete vermelho”, que se deu através de uma live do Anavitória com a participação de Duda Beat, onde várias curiosidades foram reveladas. As artistas emanaram simpatia e não contiveram a ansiedade para que o público finalmente pudesse conferir o resultado. 

O projeto final resultou em um clipe impecável que trabalha perfeitamente a proposta de ambientar-se em diversas referências cinematográficas. Já no início, Vitória é vista descendo de um ônibus verde, completamente caracterizada como a personagem de Gwyneth Paltrow em Os Excêntricos Tenenbaums indo em direção a Luke Wilson, que é retratado aqui, por Ana Caetano.

Vitória caracterizada como a personagem de Gwyneth Paltrow em Os Excêntricos Tenenbaums. | Foto: Reprodução/YouTube.

Os fãs de Pequena Miss Sunshine identificaram de primeira a cena a seguir. Trata-se das cantoras empurrando uma kombi amarela e correndo atrás dela, uma vez conseguida a velocidade em uma divertida homenagem ao longa. Quero Ser John Malkovich é o próximo filme que inspirou o videoclipe e é referenciado quando Duda está no meio de várias pessoas das quais não podemos ver os rostos.

Quem viu Alisha Boe encostar sua cabeça no ombro de Shawn Mendes no clipe de Lost in Japan, de 2018, talvez se lembre da clara menção a Encontros e Desencontros, protagonizado aqui por Duda Beat, que pousa sutilmente sua cabeça em Ana. Duda regozija-se ao entrar na personagem interpretada por Scarlett Johansson na divertida cena do Karaokê. 

anavitória
Menção a Encontros e Desencontros, protagonizado por Duda Beat. | Foto: Reprodução.

Uma das melhores cenas do clipe é a que Ana, Vitória e Duda estão em uma banheira tragando um cigarro de maconha passado para elas por Ana. A alusão aqui é ao filme Os Sonhadores

Finalmente, a parte que a maioria dos fãs esperava entra na tela e podemos conferir a majestosa retratação da cena do túnel em As Vantagens de Ser Invisível. O momento protagonizado originalmente por Ezra Miller, Emma Watson e Logan Lerman é um marco cultural cinematográfico de impacto memorável desde o lançamento do filme em 2012.

As Vantagens de Ser Invisível
Retratação da cena do túnel em As Vantagens de Ser Invisível. | Foto: Reprodução.

Aqui, Duda Beat abre as asas, ou os braços, na caminhonete que passa pelo túnel noite adentro com Ana e Vitória sentadas no banco da frente, admirando a catarse da pernambucana. Uma curiosidade interessante é que Ana, Vitória e Duda ficaram realmente chocadas em conseguirem fechar o túnel exclusivamente para a gravação do clipe. Isso sim é girlpower!

Antes dos créditos, uma pequena homenagem a 500 dias com ela, na famosa cena do elevador, finalmente encerra o projeto, deixando um gostinho de “quero mais”. Será que uma sequência, ou um segundo feat de Anavitória e Duda Beat é uma possibilidade?

anavitória músicas
Homenagem a 500 dias com ela. | Foto: Reprodução.

O registro visual foi sob direção de Gabriel Dietrich e o clipe se encontra no canal de Anavitória no YouTube, a música pode ser encontrada nas plataformas digitais.

________________________________
Por Eduardo Augusto – Fala! UFG

Tags mais acessadas