O Museu Mais Doce do Mundo chega a São Paulo
Menu & Busca
O Museu Mais Doce do Mundo chega a São Paulo

O Museu Mais Doce do Mundo chega a São Paulo

Home > Entretenimento > Cultura > O Museu Mais Doce do Mundo chega a São Paulo

Direto de Lisboa, O Museu Mais Doce do Mundo (The Sweet Art Museum) abriu as portas nessa quarta-feira (20) em São Paulo no bairro Jardim América, e está recheado de espaços com muitos doces e interatividade.

O museu conquistou os moradores da cidade na sua instalação em Lisboa, que teve doces de diferentes lugares da Europa e uma decoração típica portuguesa, contando com o clássico trem a vapor. Aqui, as brasilidades são muito bem-vindas e completam a identidade do museu, com o tradicional brigadeiro e biscoitos Bauducco, famosa marca nacional.

“Tudo o que pode dar certo vai dar certo” – Espaço da linha MOÇA (Nestlé) dedicado aos famosos brigadeiros – Foto: Mariana Pastorello
    “Se juntos causam, imagina juntos” – Instalação da Bauducco com sofá para reunir a família e os amigos- Foto: Mariana Pastorello 

Muito mais do que aproveitar os ambientes coloridos, cheirosos e animados, a promessa de se conectar com a felicidade está muito presente, sendo além de saborear doces, a proposta mais marcante do museu, levando o lema “Diga sim à felicidade” por toda exposição. Para isso, a partir da nostalgia que as doçuras trazem ao paladar, é possível transmitir com muita facilidade esse sentimento ao público, agradando os expectadores das mais diversas idades. Como se observa a seguir, na frase exposta durante a visitação:

 Sucesso em Portugal, instalação chega em São Paulo cheio de gostosuras – Foto: Mariana Pastorello                    

 Em algumas instalações são oferecidos docinhos em pequenos cones cor-de-rosa, trazendo sensações muito mais que visuais, mas degustativas, que permitem uma imersão sensorial ao decorrer da apresentação. Assim, é possível experimentar marshmallows, tubinhos de gelatina açucarados e brigadeiro.  

“Felicidade não tem idade” – Foto: Mariana Pastorello 

A grande inovação do museu, é que se trata de um espaço “instagramável”, ou seja, propício para tirar fotos para o aplicativo Instagram, já que tem diversas cores e uma decoração muito bem planejada, cheia de cenários e objetos com um astral animado.

Com isso, é possível notar a influência das redes sociais no contexto cultural, já que esse museu foi todo pensado para que as pessoas compartilhassem fotos esteticamente bonitas e com uma boa produção em suas contas do insta.

A exposição utiliza um aplicativo do museu, que promove uma interação digital instantânea entre o real e o virtual através do RA code (realidade aumentada) enriquecendo a experiência do público.

  Piscina de marshmallows – Foto: Mariana Pastorello 
“Donut worry, be happy”, brincadeira com a frase “don´t worry, be happy” (do inglês, “não se preocupe, seja feliz”) – Foto: Mariana Pastorello 
Bicicleta com um Cupcake gigante – Foto: Mariana Pastorello 

Com oferecimento da Bauducco, Tubaína, Nestlé e Huawei o museu ficará aberto até o dia 18 de agosto na Rua Colômbia (157) de terça-feira a domingo das 11 às 21 horas. Os ingressos podem ser adquiridos pelo site www.eventim.com.br ou na bilheteria, e custam R$ 60 a inteira e R$ 30 a meia.  Após essa data o museu irá para o Rio de Janeiro, onde será aberto em setembro.

_______________________________________
Por Mariana Pastorello  – Fala! Cásper

0 Comentários

Tags mais acessadas