Menu & Busca
Fotógrafo mostra montanha de dinheiro para comprar itens na Venezuela

Fotógrafo mostra montanha de dinheiro para comprar itens na Venezuela


Entrou em funcionamento nesta segunda-feira o plano de recuperação econômica do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, para tentar conter a hiperinflação que assola o país.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) indica que a inflação da Venezuela deve chegar a 1.000.000% neste ano.

O pacote prevê a entrada em circulação de uma nova moeda, o bolívar soberano, que contém cinco zeros a menos que a ex-moeda, o bolívar forte, que foi completamente desvalorizado.

Um frango de 2,4 kg, por exemplo, custava 14.600.000 bolívares (o equivalente a US$ 2,22) em Caracas.

Na última quinta-feira, um rolo de papel higiênico podia ser comprado por 2.600.000 bolívares.

Rolo de papel higiênico ao lado de 2.600.000 bolívaresFoto: REUTERS

Já o lote de cenouras abaixo não saía por menos de 3 milhões de bolívares.

Cenouras ao lado de 3.000.000 bolívaresFoto: REUTERS

Famílias venezuelanas passaram a estocar alimentos em casa com receio de que, quando as medidas do pacote econômico entrassem em vigor nesta segunda-feira, os sistemas bancários ficassem sobrecarregados e inviabilizassem o comércio.

Um pacote de 1 kg de arroz era vendido por 2.500.000 bolívares.

Pacote de 1kg de arroz ao lado de 2.500.000 bolívaresFoto: REUTERS

Um quilo de tomate, cerca de 5.000.000 de bolívares.

Um quilo de tomate ao lado de 5.000.000 bolívaresFoto: REUTERS

A Venezuela decretou feriado ontem, 03/12, segunda-feira para a implantação do novo sistema, com os serviços bancários online e a operação de caixas eletrônicos seriam interrompidos por várias horas para a introdução das novas notas.

Antes da mudança, um quilo de queijo não custava menos que 7.500.000 bolívares.

Um quilo de queijo ao lado de 7.500.000 bolívaresFoto: REUTERS

Já um pacote de fraldas era vendido por 8.000.000 de bolívares.

Pacote de fraldas ao lado de 8.000.000 bolívaresFoto: REUTERS

Para um quilo de carne eram necessários 9.500.000 bolívares.

Um quilo de carne ao lado de 9.500.000 bolívaresFoto: REUTERS
Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas