Michelle Obama afirma que Trump não é a escolha certa nessas eleições
Menu & Busca
Michelle Obama afirma que Trump não é a escolha certa nessas eleições

Michelle Obama afirma que Trump não é a escolha certa nessas eleições

Home > Notícias > Michelle Obama afirma que Trump não é a escolha certa nessas eleições

Na noite de ontem (17), a Convenção Nacional Democrata (DNC) dos Estados Unidos começou com fala de Michelle Obama, mulher do ex-presidente americano Barack Obama. Em seu discurso, Michelle apontou que Donald Trump não é a escolha certa para o futuro do país.

A ex-primeira dama deu início à Convenção reconhecendo o momento difícil em que o país se encontra, o caos que o descontrole da pandemia causou. Os Estados Unidos lidera em número de casos de COVID-19 no mundo inteiro, contabilizando mais de 5 milhões de contaminados.

Michelle Obama faz discurso emocionante na DNC e pede para que americanos votem. FOTO: https://tvi24.iol.pt/internacional/donald-trump/michelle-obama-a-democrata-que-merece-elogios-de-trump
Michelle Obama faz discurso emocionante na DNC e pede para que americanos votem. FOTO: https://tvi24.iol.pt/internacional/donald-trump/michelle-obama-a-democrata-que-merece-elogios-de-trump

Para incentivar pessoas a votarem, Michelle Obama lembrou de seu tempo na Casa Branca. Como uma das poucas pessoas que viram pessoalmente a ação de dentro, ela afirma que para ser presidente é necessário um julgamento claro, devoção aos fatos e à história e um compasso moral.

De acordo com ela, Donald Trump não entra nessas categorias.

“Deixe-me ser tão honesta e clara quanto posso ser. Donald Trump é o presidente errado para o nosso país. Ele teve mais do que tempo o suficiente para provar que conseguia fazer o trabalho, mas ele claramente passou dos seus limites.”, ela falou.

Além disso, Michelle recorda aos seus espectadores a importância do voto de cada um:

“Uma eleição presidencial pode revelar quem nós somos. E quatro anos atrás, pessoas demais escolheram acreditar que seus votos não tinham importância. Talvez eles estavam cansados. Talvez eles pensaram que o resultado não seria próximo. Talvez as barreiras pareceram íngremes demais. Seja qual foi a razão, no final, essas escolhas levaram uma pessoa para a Sala Oval que perdeu o voto popular por quase 3 milhões de votos.”

Ao contrário do que acontece no Brasil, quem recebe mais votos nos Estados Unidos pode não ir para o cargo. O sistema eleitoral americano é adepto à organização por pluralidade; ou seja, um candidato não precisa da maioria dos votos para ganhar, só mais votos que os outros candidatos.

Em resposta ao discurso de Michelle Obama, o presidente Trump afirmou que é devido ao Barack Obama, ex-presidente dos Estados Unidos, que ele foi eleito.

@realDonaldTrump escreve: “Alguém por favor explique para Michelle Obama que Donald J. Trump não estaria aqui, nessa linda Casa Branca, se não pelo trabalho feito pelo seu marido, Barack Obama. Biden foi apenas uma reflexão tardia, uma boa razão para esse endossamento atrasado e sem entusiasmo…..”

_________________________________
Por Domitilla Mariotti – Redação Fala!

Tags mais acessadas